Menu
2020-08-22T09:23:04-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
De 1 para 5 papéis

BDRs da Tesla, de Elon Musk, também terão desdobramento na B3

Para entender como funciona o desdobramento, pense em um bolo que passou a ser dividido em um número maior de pedaços. Cada titular de BDR da Tesla aqui na B3 receberá quatro papéis da empresa para cada um que possuir

22 de agosto de 2020
9:23
Tesla
Imagem: Shutterstock

Assim como aconteceu lá fora, os BDRs, recibos de ações da fabricante de carros elétricos Tesla negociados na bolsa brasileira, também passarão por um desdobramento de 1 para 5 papéis.

Para entender como funciona o desdobramento, pense em um bolo que passou a ser dividido em um número maior de pedaços. Com a aprovação da operação pela empresa do bilionário Elon Musk lá fora, cada titular de BDR da Tesla aqui na B3 receberá quatro papéis da empresa para cada um que possuir.

Com isso, o valor de cada ação e BDR da Tesla será dividido na mesma proporção, o que facilita o acesso do pequeno investidor aos papéis e tende a aumentar a liquidez.

Terão direito a participar desse evento os detentores de BDR em 28 de agosto. O crédito será realizado no dia 2 de setembro, de acordo com comunicado do Banco B3, depositário e emissor dos BDRs da Tesla.

Vale lembrar que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) decidiu permitir recentemente o investimento de pequenos investidores em todos os BDRs disponíveis para negociação na B3.

Atualmente, apenas os chamados investidores qualificados – que possuem pelo menos R$ 1 milhão – podem negociar os chamados BDRs "não patrocinados".

As ações da Tesla vivem uma verdadeira euforia lá fora, o que levou Elon Musk a se tornar o quarto homem mais rico do mundo. Aqui no Brasil, os BDRs da companhia (TSLA34) acumulam uma valorização impressionante de 613% apenas neste ano.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Prévia do terceiro trimestre

Grandes bancos começam a olhar crise pelo retrovisor, mas com lucro ainda em queda

Lucro combinado de Itaú, Banco do Brasil, Bradesco e Santander deve aumentar em relação ao trimestre anterior, mas ainda ficará bem abaixo dos patamares de 2019

Coluna do Mioto

Vinte conselhos não óbvios de carreira

Estes são conselhos de carreira para jovens profissionais que tenham a ambição de serem promovidos e terem relevância dentro das suas empresas

balanços 3º tri

Hypera Pharma atinge maior receita da história e lucro cresce 29,4% no terceiro trimestre

Além da evolução de dois dígitos no segmento de ‘sell-out’ (vendas em farmácias), o período também fechou a conclusão de dois grandes negócios para a Hypera Pharma

Mudanças no time

BB Seguridade anuncia Marcio Hamilton Ferreira como novo diretor-presidente

Ferreira é graduado em Administração de empresas e desde janeiro ocupava o cargo de Diretor-Presidente da Brasilprev, empresa investida da BB Seguridade.

Multa de US$ 40 milhões

Justiça dos EUA aprova acordo para encerramento de ação coletiva, diz BRF

A empresa pagou a quantia de US$ 40 milhões para encerrar todas as demandas pendentes e que possam vir a ser propostas por pessoas ou entidades

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies