Menu
2020-12-11T18:56:57-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
primeiro dia de negociação

Urbanizadora Alphaville sobe em estreia na B3, após ajustes em IPO

Com mais de três anos de resultados negativos, empresa teve de fazer uma série de ajustes para conseguir emplacar a abertura de capital, feita com esforços restritos

11 de dezembro de 2020
15:49 - atualizado às 18:56
imóveis
Imagem: Divulgação

A Alphaville Urbanismo estreou nesta sexta-feira (11) em alta na B3. Na máxima do dia, os papéis chegaram a subir quase 10%, mas desaceleraram os ganhos, fechando com leve alta de 0,17%, a R$ 29,55 - no IPO (oferta publica inicial), o preço era de R$ 29,50.

A abertura de capital da companhia movimentou R$ 700 milhões — dinheiro que deve ser usado para investimentos operacionais e despesas administrativas. A oferta foi coordenada por Bradesco BBI, BTG Pactual e XP Investimentos.

A empresa teve de fazer uma série de ajustes para emplacar a abertura de capital, feita com esforços restritos. A operação foi viabilizada pelas gestoras TG Core e Pátria Investimentos - dona da Alphaville. Enquanto TG Core entrou com R$ 20 milhões, o Pátria aplicou R$ 150 milhões de seus fundos.

Atuação

A Alphaville foi fundada em 1973, com o loteamento na cidade de Barueri que se tornou um polo econômico na Grande São Paulo. A companhia hoje atua em 23 Estados e no Distrito Federal.

A empresa é responsável pela concepção e implantação de projetos de bairros planejados e condomínios fechados. Na maioria das vezes, os projetos são desenvolvidos em parceria com o proprietário da área. A Alphaville desenvolve, constrói e comercializa.

Entre os anos de 2016 e 2018, a companhia reduziu de maneira expressiva o volume de lançamentos imobiliários por causa da crise, mas retomou os projetos em 2019.

A empresa diz que todos os projetos lançados desde então apresentaram velocidade de vendas superior a 50% do total de lotes no lançamento. A margem bruta (que é o lucro bruto dividido pela receita operacional) dos empreendimentos foi de 49% - em linha com o desempenho entre 2013 e 2016.

Perspectivas

Impactada pela pandemia e com mais de três anos de resultados negativos consecutivos, a Alphaville se diz otimista por conta do que a empresa enxerga como uma tendência de procura por "maior qualidade de vida", entre outras coisas.

Para a companhia, à medida que muitas grandes empresas têm anunciado adoção definitiva de home office, a necessidade de morar em grandes centros urbanos para se locomover diariamente ao local de trabalho passa a ser secundária.

"A liberdade de poder trabalhar de qualquer lugar poderá impulsionar uma maior busca por moradia em outras áreas mais afastadas de tais centros, mas com boa infraestrutura ao redor, em encontro ao que a Alphaville oferece a seus clientes", disse a empresa em prospecto.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

seu dinheiro na sua noite

O IPO da Caixa Seguridade vem aí; vale a pena entrar?

Depois de algumas idas e vindas, o já mítico IPO da Caixa Seguridade finalmente vai sair. O processo de abertura de capital da holding de seguros da Caixa Econômica Federal foi paralisado duas vezes no ano passado, mas finalmente será concluído na semana que vem, com a estreia das ações na bolsa. O IPO da […]

plano do ipo

Espaçolaser compra lojas franqueadas em GO e PR por R$ 35,6 milhões

Rede de depilação já detinha opção de compra; no início do mês, companhia anunciou aquisição de outras 18 lojas

FECHAMENTO

Bolsa, dólar e juros terminam o dia no vermelho com repercussão do Orçamento e novo plano Biden

Plano de Biden de aumentar impostos não agradou o mercado e a perspectiva de nova injeção de estímulos puxou para baixo o dólar. Já os juros futuros recuaram de olho na sanção do Orçamento

dança das cadeiras

Carrefour muda alto escalão, em processo de integração com Grupo BIG

Sébastien Durchon deixa o cargo de vice-presidente de finanças e de relações com investidores; executivo ficará à frente do processo de integração com a companhia adquirida

Concorrência pesa

Lucro líquido da Intel despenca 41% no 1º trimestre

Apesar do resultado negativo, a receita da companhia caiu apenas 1% na comparação com os primeiros três meses do ano passado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies