🔴 ALGORITMO MOSTRA COMO BUSCAR ATÉ R$ 3 MIL POR DIA – CONHEÇA

Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Ranking

17 fundos de ações que bateram o Ibovespa de forma consistente no longo prazo

Equitas Selection FIA lidera ranking de fundos de ações que superaram a média do mercado nos últimos nove anos e em janelas móveis de três anos; fundos da Brasil Capital, XP, Tempo Capital, Oceana e Constellation também aparecem na lista

Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
8 de fevereiro de 2020
5:30 - atualizado às 15:13
Gráfico de alta com homem sobre avião de papel
Imagem: Shutterstock

Você já deve estar careca de ouvir que bolsa é investimento de longo prazo. Mas na hora de analisar um fundo de ações, nem todos têm um histórico de desempenho assim tão longo para mostrar.

Além disso, a volatilidade dos fundos que investem na bolsa é bastante alta. Então pode acontecer de, em prazos de cinco ou dez anos eles terem um bom retorno, mas em períodos menores não serem capazes de superar média do mercado.

A consultoria Economatica fez um levantamento, nesta semana, com alguns critérios que permitiram chegar a uma lista de fundos de ações brasileiros com histórico longo e que têm conseguido entregar retornos superiores ao Ibovespa, o principal índice da bolsa, de maneira consistente nos últimos nove anos fechados.

Foram considerados todos os fundos de ações do país, com exceção dos fundos dos grandes bancos de varejo (Bradesco, Itaú Unibanco, Santander, Caixa e Banco do Brasil).

Para fazer parte da amostra, os fundos precisavam ter histórico de 31 de dezembro de 2010 a 31 de dezembro de 2019, além de mais de dez cotistas nesta última data. Ou seja, fundos que entraram no mercado há menos de nove anos não puderam ser analisados.

Além de levar em conta o retorno total de quase toda a década, o estudo avaliou sete janelas móveis de três anos: de dezembro de 2010 a dezembro de 2013; de dezembro de 2011 a dezembro de 2014; de dezembro de 2012 a dezembro de 2015, e assim por diante, até o período de dezembro de 2016 a dezembro de 2019.

Para a lista a seguir, foram selecionados apenas os 17 fundos que se encaixavam nos critérios e que superaram o Ibovespa tanto no período de dez anos quanto em todas as janelas móveis de três anos. Ou seja, são fundos consistentes, que conseguiram bater o mercado no longo prazo e em prazos mais curtos também.

Nas duas últimas colunas, você pode ver quanto o fundo rendeu acima do Ibovespa em pontos percentuais de 31 de dezembro de 2010 a 31 de dezembro de 2019 (prêmio sobre o Ibovespa) e o número de pontos percentuais acima do Ibovespa que o fundo rendeu em média no período (prêmio médio sobre o Ibovespa).

Por exemplo, o primeiro colocado, o Equitas Selection FIC FIA, rendeu 400,39 pontos percentuais a mais que o Ibovespa no prazo analisado. Como o índice teve retorno de 67,32%, isso significa que o fundo da Equitas rendeu 467,71% no período.

Repare que muitos dos fundos da lista não são abertos para o público em geral. Aqueles marcados com asterisco são destinados apenas a investidores qualificados ou profissionais, sejam eles pessoas físicas ou jurídicas.

Os investidores qualificados são aqueles que têm, no mínimo, R$ 1 milhão em aplicações financeiras; já os profissionais têm, no mínimo, R$ 10 milhões.

Outros fundos são destinados apenas a receber aportes de outros fundos de investimento ou são restritos a um público específico, como os sócios da própria gestora.

No caso do fundo Constellation Master FIA, trata-se do fundo master em que todos os fundos de ações da gestora Constellation investem, inclusive o Constellation FIC FIA.

Embora este último também seja apenas para investidor qualificado, a casa dispõe de um fundo de ações para o público geral que também investe no master, o Constellation Institucional FIC FIA, nascido em dezembro de 2012.

O Claritas Valor FIA é um caso parecido. Ele recebe os investimentos do Claritas Valor Feeder FIA, este sim aberto para o público em geral.

Também não são todos os fundos da lista que se encontram abertos para novos aportes. Muitas vezes os fundos de ações fecham ao atingirem determinado patrimônio, para que a estratégia do gestor possa ser aplicada com eficiência.

Dos fundos disponíveis para a pessoa física, ainda encontram-se abertos o Equitas Selection, o Vinci Mosaico e o ARX Income FIA, além do Claritas Valor Feeder.

O fundo da Brasil Capital que figura na lista é restrito a investidores qualificados e está fechado para captação, mas a tradicional casa de ações conta com um fundo destinado ao público geral e que se encontra aberto, o Brasil Capital 30 FIC FIA, nascido em 2012.

Onde os melhores fundos de ações investiram?

A Economatica adicionou ainda um estudo dos investimentos dos melhores fundos da lista para mostrar quais foram as ações que ficaram mais tempo nas suas carteiras. O período estudado abarcou os 107 meses que vão de dezembro de 2010 a outubro de 2019, data da última carteira aberta dos fundos na base de dados da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Interessante notar como os três primeiros fundos do ranking permaneceram com pelo menos uma ação na carteira ao longo dos quase nove anos estudados: Eztec, no caso do Equitas Selection; Equatorial Energia e CR2 Empreendimentos Imobiliários, no caso do fundo da Squadra; e Yduqs (antiga Estácio) e Tegma, no caso dos fundos Mosaico. Investimentos de longo prazo mesmo!

Compartilhe

Engordando os proventos

Caixa Seguridade (CXSE3) pode pagar mais R$ 230 milhões em dividendos após venda de subsidiárias, diz BofA

14 de setembro de 2022 - 13:22

Analistas acreditam que recursos advindos do desinvestimento serão destinados aos acionistas; companhia tem pelo menos mais duas vendas de participações à vista

OPA a preço atrativo

Gradiente (IGBR3) chega a disparar 47%, mas os acionistas têm um dilema: fechar o capital ou crer na vitória contra a Apple?

12 de setembro de 2022 - 13:09

O controlador da IGB/Gradiente (IGBR3) quer fazer uma OPA para fechar o capital da empresa. Entenda o que está em jogo na operação

novo rei?

O Mubadala quer mesmo ser o novo rei do Burger King; fundo surpreende mercado e aumenta oferta pela Zamp (BKBR3)

12 de setembro de 2022 - 11:12

Valor oferecido pelo fundo aumentou de R$ 7,55 para R$ 8,31 por ação da Zamp (BKBR3) — mercado não acreditava em oferta maior

Exclusivo Seu Dinheiro

Magalu (MGLU3) cotação: ação está no fundo do poço ou ainda é possível cair mais? 5 pontos definem o futuro da ação

10 de setembro de 2022 - 10:00

Papel já alcançou máxima de R$ 27 há cerca de dois anos, mas hoje é negociado perto dos R$ 4. Hoje, existem apenas 5 fatores que você deve olhar para ver se a ação está em ponto de compra ou venda

NOVO ACIONISTA

Com olhos no mercado de saúde animal, Mitsui paga R$ 344 milhões por fatias do BNDES e Opportunity na Ourofino (OFSA3)

9 de setembro de 2022 - 11:01

Após a conclusão, participação da companhia japonesa na Ourofino (OFSA3) será de 29,4%

Estreia na bolsa

Quer ter um Porsche novinho? Pois então aperte os cintos: a Volkswagen quer fazer o IPO da montadora de carros esportivos

6 de setembro de 2022 - 11:38

Abertura de capital da Porsche deve acontecer entre o fim de setembro e início de outubro; alguns investidores já demonstraram interesse no ativo

Bateu o mercado

BTG Pactual tem a melhor carteira recomendada de ações em agosto e foi a única entre as grandes corretoras a bater o Ibovespa no mês

5 de setembro de 2022 - 15:00

Indicações da corretora do banco tiveram alta de 7,20%, superando o avanço de 6,16% do Ibovespa; todas as demais carteiras do ranking tiveram retorno positivo, porém abaixo do índice

PEQUENAS NOTÁVEIS

Small caps: 3R (RRRP), Locaweb (LWSA3), Vamos (VAMO3) e Burger King (BKBR3) — as opções de investimento do BTG para setembro

1 de setembro de 2022 - 13:50

Banco fez três alterações em sua carteira de small caps em relação ao portfólio de agosto; veja quais são as 10 escolhidas para o mês

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

Passando o chapéu: IRB (IRBR3) acerta a venda da própria sede em meio a medidas para se reenquadrar

30 de agosto de 2022 - 11:14

Às vésperas de conhecer o resultado de uma oferta primária por meio da qual pretende levantar R$ 1,2 bilhão, IRB se desfaz de prédio histórico

Exclusivo Seu Dinheiro

Chega de ‘só Petrobras’ (PETR4): fim do monopólio do gás natural beneficia ação que pode subir mais de 50% com a compra de ativos da estatal

30 de agosto de 2022 - 9:00

Conheça a ação que, segundo analista e colunista do Seu Dinheiro, representa uma empresa com histórico de eficiência e futuro promissor; foram 1200% de alta na bolsa em quase 20 anos – e tudo indica que esse é só o começo de um futuro triunfal

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar