Menu
2020-09-29T13:07:10-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Mercado imobiliário

BofA está otimista com a construção civil e considera a Cyrela sua ação preferida do setor

Em relatório, analistas da instituição se mostraram otimistas com construtoras brasileiras e disseram que mercado imobiliário está apenas no começo de uma recuperação de vários anos

29 de setembro de 2020
13:07
Prédio em construção MRV Cyrela Tenda EZTec Even Direcional
Imagem: Shutterstock

Os analistas do Bank of America (BofA) estão bastante otimistas com o setor de construção civil brasileiro, o qual consideram estar nos "estágios iniciais de uma recuperação de vários anos", se os juros realmente se mantiverem baixos, com ampla oferta de crédito e estímulos do governo. Nesse sentido, a ação da Cyrela é a preferida do banco no setor.

Em relatório divulgado nesta terça (29), o BofA destaca que os juros no Brasil estão extremamente baixos, o que atrai investidores para o mercado imobiliário e torna o custo do financiamento da casa própria acessível para mais gente.

Outro fator que tem tudo para estimular o mercado imobiliário, diz o BofA, é a "criatividade" dos bancos ao oferecer crédito habitacional, destacando as novas linhas com juros prefixados ou atreladas à inflação, o que também vem contribuindo para baixar os juros dos financiamentos.

Os estímulos do governo - como o fato de a construção civil ter sido classificada como atividade essencial durante a pandemia, e também o anúncio do programa habitacional Casa Verde Amarela - também têm contribuído para os bons prognósticos do setor.

"Foi um dos poucos setores com criação líquida de empregos (9 mil nos 12 meses terminados em junho) e investimento positivo (14,6% em maio e 6,5% em junho, na comparação mensal)", diz o relatório do BofA.

Entre os riscos do setor, o banco destaca: uma possível reversão no ciclo de queda nos juros, deterioração do mercado de trabalho e alto endividamento dos consumidores.

"Nós esperamos que as taxas de juros permaneçam baixas, mantendo alívio nas taxas dos financiamentos imobiliários. Entretanto, uma deterioração maior no cenário fiscal e expectativas de pressões inflacionárias podem levar a repiques nos juros mais cedo do que o esperado. Além disso, se o mercado de trabalho não melhorar, dado que o endividamento das famílias continua alto (47% da renda em julho), a demanda por imóveis residenciais pode vacilar", diz o relatório.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

pacote comercial

Brasil e EUA assinam acordo para facilitar comércio e desburocratizar regulação

O Acordo de Comércio e Cooperação Econômica vinha sendo negociado pelos dois países desde 2011, mas estava em hibernação até a eleição do presidente Jair Bolsonaro

Relatório de produção

Vale: Produção de minério vai a 88,676 milhões/toneladas, alta anual de 2,3%

No relatório que divulgou nesta segunda-feira, 19, a companhia informa que está evoluindo com seu plano de estabilização e entregou uma forte produção de minério de ferro no terceiro trimestre.

Buscando eficiência

Infraestrutura anuncia início do plano de incorporação da Valec e EPL

Segundo a pasta, um dos principais objetivos da incorporação é “otimizar os gastos por meio de uma empresa mais enxuta, eficiente e sustentável”.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Segurando o teto

Hoje foi dia de descolamento entre o Ibovespa e as bolsas americanas novamente. E tudo por causa dos impasses que vêm pesando sobre as perspectivas dos investidores nos últimos tempos. Mas desta vez o jogo virou. Foi a bolsa brasileira que se saiu bem, enquanto as bolsas americanas amargaram perdas. Lá fora, o vaivém das […]

Agora vai?

Agora é oficial: CSN entra com pedido de IPO da unidade de mineração

A abertura de capital da unidade da CSN que inclui a mina Casa de Pedra é aguardada há pelo menos uma década, a ponto de ganhar status de lenda urbana no mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements