Menu
2020-09-29T13:07:10-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Mercado imobiliário

BofA está otimista com a construção civil e considera a Cyrela sua ação preferida do setor

Em relatório, analistas da instituição se mostraram otimistas com construtoras brasileiras e disseram que mercado imobiliário está apenas no começo de uma recuperação de vários anos

29 de setembro de 2020
13:07
Prédio em construção MRV Cyrela Tenda EZTec Even Direcional
Imagem: Shutterstock

Os analistas do Bank of America (BofA) estão bastante otimistas com o setor de construção civil brasileiro, o qual consideram estar nos "estágios iniciais de uma recuperação de vários anos", se os juros realmente se mantiverem baixos, com ampla oferta de crédito e estímulos do governo. Nesse sentido, a ação da Cyrela é a preferida do banco no setor.

Em relatório divulgado nesta terça (29), o BofA destaca que os juros no Brasil estão extremamente baixos, o que atrai investidores para o mercado imobiliário e torna o custo do financiamento da casa própria acessível para mais gente.

Outro fator que tem tudo para estimular o mercado imobiliário, diz o BofA, é a "criatividade" dos bancos ao oferecer crédito habitacional, destacando as novas linhas com juros prefixados ou atreladas à inflação, o que também vem contribuindo para baixar os juros dos financiamentos.

Os estímulos do governo - como o fato de a construção civil ter sido classificada como atividade essencial durante a pandemia, e também o anúncio do programa habitacional Casa Verde Amarela - também têm contribuído para os bons prognósticos do setor.

"Foi um dos poucos setores com criação líquida de empregos (9 mil nos 12 meses terminados em junho) e investimento positivo (14,6% em maio e 6,5% em junho, na comparação mensal)", diz o relatório do BofA.

Entre os riscos do setor, o banco destaca: uma possível reversão no ciclo de queda nos juros, deterioração do mercado de trabalho e alto endividamento dos consumidores.

"Nós esperamos que as taxas de juros permaneçam baixas, mantendo alívio nas taxas dos financiamentos imobiliários. Entretanto, uma deterioração maior no cenário fiscal e expectativas de pressões inflacionárias podem levar a repiques nos juros mais cedo do que o esperado. Além disso, se o mercado de trabalho não melhorar, dado que o endividamento das famílias continua alto (47% da renda em julho), a demanda por imóveis residenciais pode vacilar", diz o relatório.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

uma bolada

Bradesco paga R$ 5 bilhões em juros sobre capital próprio

Valor representa R$ 0,416 por ação ordinária e R$ 0,458 por ação preferencial, após o desconto do Imposto de Renda

seu dinheiro na sua noite

Dólar abaixo de R$ 5, Selic de volta aos 7% e o investimento da Petz em página de gatinhos

Apesar dos avanços na vacinação e do relaxamento nas medidas de distanciamento social, o fato de ainda estarmos convivendo com o coronavírus e uma elevada mortalidade pela covid-19 faz com que 2021 tenha um sabor de 2020 – parte 2. Assim tem sido, pelo menos para mim. Imagino que também seja assim para todas as […]

atenção, acionista

Weg e Lojas Renner anunciam juros sobre capital próprio; confira valores

Empresa de fabricação e comercialização de motores elétricos paga R$ 86,1 milhões; provento da varejista chega a R$ 88 milhões

Alívio no câmbio

Dólar fica abaixo dos R$ 5,00 pela primeira vez em mais de um ano — e o empurrão veio dos BCs

O dólar à vista terminou o dia em R$ 4,96, ficando abaixo dos R$ 5,00 pela primeira vez desde 10 de junho de 2020. O Ibovespa caiu

Constitucionalidade em xeque

Autonomia do Banco Central: STF retoma julgamento no dia 25, mas recesso pode estender votação até agosto

A lei em análise restringe os poderes do governo federal sobre a autoridade máxima da política monetária do País

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies