Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-06-26T17:55:24-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Queda feia

Ações de Facebook e Twitter tombam após Unilever dizer que não anuncia mais nas mídias

A Unilever se juntou a várias outras empresas que retiraram sua publicidade do Facebook, incluindo a Verizon e a Ben & Jerry’s

26 de junho de 2020
17:39 - atualizado às 17:55
Logo do Facebook
Imagem: Shutterstock

As ações de Facebook e Twitter tombaram 8,32% e 7,40%, respectivamente, no pregão desta sexta-feira (26) em Nova York.

O forte movimento de queda ocorre após a gigante de bens de consumo, a holandesa Unilever, dizer que interromperá a sua publicidade nos Estados Unidos nas plataformas de mídia social pelo menos até o fim de 2020.

A empresa citou a falta de resposta das companhias ao discurso de ódio sendo veiculado em suas plataformas para tomar a decisão.

A Unilever se juntou, assim, a várias outras empresas que retiraram publicidade do Facebook, incluindo a Verizon e a Ben & Jerry's.

*Com informações do MarketWatch

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

em família

Sobrinho-neto do bilionário Warren Buffett supera Berkshire Hathaway no ano

Ações da Boston Omaha, holding de capital aberto co-liderada pelo sobrinho-neto do bilionário, Alex Buffett Rozek, estão batendo os papéis da Berkshire Hathaway

novo serviço

Grupo pão de Açúcar vai fazer entrega para lojistas de seu marketplace

No próximo ano, a companhia passará a oferecer a possibilidade de que os lojistas virtuais armazenem produtos nos centros de distribuição do GPA

inovação

Varejo online agora quer conquistar a fronteira da venda de produto fresco

A partir do mês que vem, começa a funcionar no País uma startup mexicana de tecnologia do setor de supermercados que vai explorar exatamente esse filão

Clube do livro

Ajuste fiscal pode ser dolorido no início, mas é necessário; entenda mais no novo livro de Fabio Giambiagi, “Tudo sobre o déficit público”

Nova obra do economista do BNDES evidencia que atingir um equilíbrio orçamentário no país é essencial para o desenvolvimento em termos econômicos e sociais

em busca de recursos

AES Brasil (AESB3) aprova oferta pública e pode captar até R$ 1,8 bilhão

De acordo com a AES Brasil, o objetivo da oferta é acelerar seu plano de crescimento, com foco na diversificação do portfólio por meio de fontes complementares à hídrica, além de potencializar a criação de valor para os acionistas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies