Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-15T18:52:03-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Abertura de capital

XP Investimentos dá a largada para o IPO e apresenta documentos à CVM americana

A XP Investimentos protocolou os documentos referentes ao seu processo de abertura de capital nos EUA. A operação será feita na Nasdaq, com ofertas primárias e secundárias

15 de novembro de 2019
18:52
XP Investimentos Dinheiro
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Agora é oficial: a XP Investimentos planeja abrir seu capital nos Estados Unidos. Há pouco, a empresa brasileira protocolou os documentos referentes ao IPO (oferta pública inicial de ações) na SEC, órgão regulador do mercado acionário americano — uma instituição equivalente à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O prospecto ainda é preliminar, mas já traz algumas informações importantes quanto aos planos da XP nos EUA. A começar pela escolha da Nasdaq para o IPO — a bolsa é conhecida por abrigar empresas do setor de tecnologia, em contraste com a NYSE, que serve como lar para companhias de ramos mais "tradicionais".

A operação será realizada através de ofertas primárias (quando são emitidos novos papéis e os recursos levantados vão para o caixa da empresa) e secundárias (quando são vendidos papéis que já existem e, assim, o dinheiro vai para os atuais acionistas).

Entre os acionistas que venderão parte de suas posições na oferta secundária, estão os fundos General Atlantic e Dynamo, além dos próprios sócios da XP Investimentos. A faixa indicativa de preço para as ações e a quantidade de papéis que serão ofertados ainda não foram definidos.

No documento, a XP diz que usará os recursos a serem obtidos na oferta primária para investir em novos serviços financeiros, como bancos digitais, meios de pagamento e seguros. A companhia também diz que pretende levantar caixa para "eventuais oportunidades de compra" e acelerar a captação de clientes, entre outros usos.

Uma carta de Benchimol

Em mensagem, o fundador da XP, Guilherme Benchimol, diz ter confiança na percepção de que, através do IPO, a companhia conseguirá se conectar com alguns dos maiores e mais inteligentes investidores do mundo, e que essa é a melhor maneira de fazer a empresa capturar as oportunidades que se desenham adiante.

"Eu quero enfatizar a todos os nossos potenciais investidores que a métrica mais importante que nos guia no longo prazo é a qualidade dos nossos serviços e nosso comprometimento aos consumidores", diz Benchimol. "Essa é a única maneira pela qual atingiremos nossas metas audaciosas e nos tornaremos a maior empresa de investimentos e serviços financeiros do Brasil".

A XP em números

No documento protocolado na SEC, a XP diz possuir uma base com mais de 1,5 milhão de clientes. Nos primeiros nove meses desse ano, a companhia gerou uma receita líquida de R$ 3,43 bilhões, alta de 65,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

O lucro líquido reportado entre janeiro e setembro de 2019 chegou a R$ 699 milhões, quase o dobro dos R$ 352 milhões registrados nos primeiros nove meses de 2018. Os ativos sob custódia da XP chegavam a R$ 350 bilhões ao fim de setembro deste ano.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

em busca de recursos

AES Brasil (AESB3) aprova oferta pública e pode captar até R$ 1,8 bilhão

De acordo com a AES Brasil, o objetivo da oferta é acelerar seu plano de crescimento, com foco na diversificação do portfólio por meio de fontes complementares à hídrica, além de potencializar a criação de valor para os acionistas

o melhor do seu dinheiro

Mercados na semana: mais imposto, indefinição sobre dívidas e desaceleração na China

O Ibovespa acumulou uma perda de 2,5% na semana que termina e o dólar à vista avançou 0,28%, para R$ 5,28.  Foram três os principais fatores que impactaram os mercados: o anúncio de aumento de impostos, a indefinição sobre os precatórios — dívidas do governo com sentença judicial definitiva — e uma possível desaceleração da […]

Podcast Mesa Pra Quatro

De corretor de investimentos a árbitro e comentarista de futebol: conheça a trajetória de Arnaldo Cézar Coelho

O ex-árbitro e ex-comentarista de futebol é o convidado do podcast Mesa Pra Quatro. Ele conta como sua mãe influenciou a investir em imóveis e fala sobre a sua trajetória no mercado financeiro, um lado que poucos conhecem – confira agora

nome limpo na praça

Boa Vista (BOAS3): Itaú BBA inicia cobertura com ‘compra’ e potencial de alta de 27%

Preço-alvo para 2022 foi estabelecido em R$ 15,50, apoiado na tese de crescimento da companhia e do mercado de serviço de informações de crédito

de olho na inovação

Bitcoin é ineficiente como moeda e bom apenas para especulação, diz ‘Papa’ do valuation

Damodaran disse que a importância que tem sido dada ao bitcoin é desproporcional em relação ao seu papel na economia e minimizou a adoção da criptomoeda por El Salvador

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies