Menu
2019-11-15T18:52:03-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Abertura de capital

XP Investimentos dá a largada para o IPO e apresenta documentos à CVM americana

A XP Investimentos protocolou os documentos referentes ao seu processo de abertura de capital nos EUA. A operação será feita na Nasdaq, com ofertas primárias e secundárias

15 de novembro de 2019
18:52
XP Investimentos Dinheiro
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Agora é oficial: a XP Investimentos planeja abrir seu capital nos Estados Unidos. Há pouco, a empresa brasileira protocolou os documentos referentes ao IPO (oferta pública inicial de ações) na SEC, órgão regulador do mercado acionário americano — uma instituição equivalente à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O prospecto ainda é preliminar, mas já traz algumas informações importantes quanto aos planos da XP nos EUA. A começar pela escolha da Nasdaq para o IPO — a bolsa é conhecida por abrigar empresas do setor de tecnologia, em contraste com a NYSE, que serve como lar para companhias de ramos mais "tradicionais".

A operação será realizada através de ofertas primárias (quando são emitidos novos papéis e os recursos levantados vão para o caixa da empresa) e secundárias (quando são vendidos papéis que já existem e, assim, o dinheiro vai para os atuais acionistas).

Entre os acionistas que venderão parte de suas posições na oferta secundária, estão os fundos General Atlantic e Dynamo, além dos próprios sócios da XP Investimentos. A faixa indicativa de preço para as ações e a quantidade de papéis que serão ofertados ainda não foram definidos.

No documento, a XP diz que usará os recursos a serem obtidos na oferta primária para investir em novos serviços financeiros, como bancos digitais, meios de pagamento e seguros. A companhia também diz que pretende levantar caixa para "eventuais oportunidades de compra" e acelerar a captação de clientes, entre outros usos.

Uma carta de Benchimol

Em mensagem, o fundador da XP, Guilherme Benchimol, diz ter confiança na percepção de que, através do IPO, a companhia conseguirá se conectar com alguns dos maiores e mais inteligentes investidores do mundo, e que essa é a melhor maneira de fazer a empresa capturar as oportunidades que se desenham adiante.

"Eu quero enfatizar a todos os nossos potenciais investidores que a métrica mais importante que nos guia no longo prazo é a qualidade dos nossos serviços e nosso comprometimento aos consumidores", diz Benchimol. "Essa é a única maneira pela qual atingiremos nossas metas audaciosas e nos tornaremos a maior empresa de investimentos e serviços financeiros do Brasil".

A XP em números

No documento protocolado na SEC, a XP diz possuir uma base com mais de 1,5 milhão de clientes. Nos primeiros nove meses desse ano, a companhia gerou uma receita líquida de R$ 3,43 bilhões, alta de 65,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

O lucro líquido reportado entre janeiro e setembro de 2019 chegou a R$ 699 milhões, quase o dobro dos R$ 352 milhões registrados nos primeiros nove meses de 2018. Os ativos sob custódia da XP chegavam a R$ 350 bilhões ao fim de setembro deste ano.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

O melhor do seu dinheiro

O preço do diesel e o cobertor curto

Na briga do presidente Jair Bolsonaro para tentar baixar o preço dos combustíveis e do gás de cozinha no país, não foi só a Petrobras que apanhou. Pode ser que sobre também para os bancos. E na bolsa, as ações das instituições financeiras já sofreram um bocado nesta segunda-feira por causa disso. Tudo ia bem […]

FECHAMENTO

Brasília força Ibovespa a pisar no freio e bolsa quase zera ganhos após avançar mais de 2%; dólar fica estável

No exterior, as bolsas tiveram dias de ganho expressivo, com os mercados repercutindo de forma positiva a aprovação do pacote de estímulos americano e uma nova opção de vacina

Proposta na mesa

Aumento de tributação aos bancos está sendo discutido para compensar a desoneração do diesel

A lógica proposta seria da CSLL subir para compor a compensação dos tributos com o intuito de zerar a tributação do diesel e do gás de cozinha, tendo um custo total de quase R$ 3,6 bilhões.

Concentrado

Foco de Biden é a aprovação do pacote de US$ 1,9 trilhão, diz Casa Branca

O texto foi avalizado pela Câmara dos Representantes no fim de semana e ainda precisa ser analisado pelo Senado.

Casamento do ano?

Fusão de Hapvida e Intermédica deve revolucionar setor de saúde, apontam analistas; ações sobem mais de 5%

Para analistas, união das companhias não deve encontrar grandes dificuldades para conseguir aprovação do Cade, com o ponto mais crítico sendo, possivelmente, Minas Gerais, onde ambas concentram 16% do mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies