Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-07-19T11:56:45-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Vídeo

Por que as privatizações podem ser benéficas para o investidor?

Notícias sobre privatizações costumam animar o mercado; entenda por que a sua vida financeira tem mais a ver com elas do que você imagina

19 de julho de 2019
11:56

Quando Jair Bolsonaro foi eleito com uma plataforma liberal, os mercados se animaram. Um dos motivos foram as promessas de privatizações. Nos estados onde os governadores eleitos tinham plataforma de campanha semelhante, as ações das estatais estaduais se valorizaram. Mas por que os investidores gostam tanto de notícias sobre privatizações?

No vídeo a seguir você vai entender como as privatizações podem ser benéficas para você enquanto investidor:

Leia a transcrição do do vídeo sobre os benefícios das privatizações para o seu bolso

Se você nos acompanha no Seu Dinheiro, já deve ter percebido que notícias sobre privatizações sempre recebem destaque no nosso site. Mas por que um site focado em investimentos para a pessoa física dá tanta importância a esse tipo de conteúdo? A verdade é que as privatizações podem ser benéficas para o investidor. Privatizações de empresas estatais: e eu com isso?

A expectativa de privatização de alguma empresa estatal geralmente deixa os investidores animados. Se a empresa tiver capital misto, com sócios privados e ações negociadas em bolsa, os seus papéis podem até se valorizar com a possibilidade de o governo reduzir participação no negócio.

Essa reação do mercado é um indicativo de que privatizações podem ser positivas para os investidores. Mas por quê? Bem, no caso das empresas de controle totalmente estatal, expectativas de privatização são interessantes porque o governo pode optar por vender a parte dele por meio da oferta das ações em bolsa. Isso representa o surgimento de novos ativos para alimentar o apetite dos fundos de investimento e até das pessoas físicas.

No caso das estatais que já têm ações negociadas em bolsa, uma redução na participação do Estado pode ser interessante porque, além de abrir espaço para os investidores privados, pode ser entendida como algo que vai vir acompanhado de uma melhoria na governança e até na lucratividade da empresa - o que, aliás, também é verdade no primeiro caso.

Vale lembrar que nem todas as ofertas de ações na bolsa são abertas para qualquer investidor. Algumas são restritas a um punhado de investidores institucionais, como os fundos de investimento. Ainda assim, caso os fundos participantes sejam abertos para pessoas físicas, o pequeno investidor consegue participar indiretamente, por meio do investimento nesses fundos.

Gostou do vídeo? Então não deixe de se inscrever no canal do Seu Dinheiro no YouTube e deixar as suas dúvidas e sugestões nos comentários.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Balanço do mês

Bitcoin, ouro e dólar se recuperam em julho, enquanto bolsa é um dos piores investimentos do mês

Fundos imobiliários também se saíram bem, depois que tributação dos seus rendimentos foi retirada da reforma do imposto de renda

próximos anos

Eletrobras aprova em conselho plano de negócios com desinvestimentos de R$ 41 milhões

Entre as medidas previstas está a avaliação de oportunidades para efetuar a gestão dos passivos provenientes de dívidas do Sistema Eletrobras

temporada de resultados

Lucro da Alpargatas, dona da marca Havaianas, cresce 228,7%, R$ 111 milhões

Receita líquida da companhia saltou 71,4% sobre igual intervalo de 2020, para R$ 1,095 bilhão, ao mesmo tempo em que os volumes registraram crescimento de 57%

seu dinheiro na sua noite

As corridas da bolsa e do dólar — e a frustração dos investidores na linha de chegada de julho

Nove em cada dez operadores do mercado financeiro juram, de pés juntos, que o último pregão do mês costuma ser positivo. Ora essas, é a data limite para o fechamento das lâminas de desempenho mensal dos fundos e das carteiras de investimento — e é claro que todo mundo quer estampar o melhor resultado possível. […]

decisão temporária

CVM suspende oferta de recebíveis que financiaria cooperativas do MST

Decisão da autarquia vale por 30 dias; CVM diz que a oferta não apresenta informações consideradas essenciais para os investidores

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies