Menu
2019-06-21T19:03:24-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Contrato assinado!

Valid anuncia que vai imprimir as provas do Enem 2019

Empresa ficará responsável pela diagramação, manuseio, embalagem, rotulagem e entrega aos Correios do caderno de provas

21 de maio de 2019
19:44 - atualizado às 19:03
Pessoa resolve questões do Enem
Enem - Imagem: Shutterstock

Parece que (enfim) o governo chegou a uma solução para a realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019 - e ela está na bolsa!

A Valid Soluções (VLID3), empresa aberta e que mantém ações na bolsa, anunciou nesta terça-feira, 21, que fechou um acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para fazer a impressão segura das provas a serem aplicadas no fim do ano.

O acordo ocorre depois de várias polêmicas envolvendo o Inep, que teve quatro presidentes desde a posse de Jair Bolsonaro. Com a falência da Gráfica RR Donnelley, responsável pelas impressões, o governo passou a correr contra o tempo para encontrar um novo consórcio e evitar que o exame deixasse de ser aplicado.

Em comunicado divulgado ao mercado, a Valid informou que ficará responsável "pela diagramação, manuseio, embalagem, rotulagem e entrega aos Correios dos cadernos de provas e instrumentos de aplicação do Enem".

O valor máximo do negócio pode chegar a R$ 151 milhões, dependendo da quantidade de cadernos e instrumentos impressos.

O contrato com o Inep prevê também que a Valid cumpra as mesmas condições oferecidas que vigoravam no contrato com a RR Donnelley.

Carta marcada

A escolha da Valid não era necessariamente uma surpresa para o mercado. A própria empresa já havia comunicado sua posição de preferência frente ao Inep por ter sido a companhia seguinte na ordem de classificação na licitação realizada em 2016.

Fundada 1957, a Valid possui representação em 17 estados brasileiros e no Distrito Federal. A empresa está listada na bolsa faz algum tempo, mas sustenta o título de "eterna small-cap".

E por falar em ações, os papéis da companhia fecharam em alta de 3,24% nesta terça-feira na B3, cotadas a R$ 14,36. Mas no acumulado do ano, as ações amargam uma queda da ordem de 20%.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

dinheiro em gestora

BNDES investe R$ 300 milhões em fundo de participações focado em médias empresas

Alaof V Brasil foi um dos quatro fundos de “private equity” selecionados por meio de chamada multissetorial realizada pelo banco em dezembro de 2018

Oferta na Nasdaq

Cogna pode “destravar valor” com com IPO da Vasta e ação sobe forte

Metade do dinheiro captado no IPO vai para o caixa da Cogna, que detém 100% da Vasta e é credora de R$ 1,6 bilhão em debêntures emitidas pela empresa de sistemas de ensino para educação básica

demandas da pandemia

Ação da Uber sobe mais de 6% após compra de serviço de delivery Postmates

Aquisição deve aprimorar o Uber Eats; segundo a empresa, a Postmates é ‘altamente complementar’: tem focos geográficos diferentes e relacionamento mais forte com restaurantes pequenos

acordo

Smiles vai comprar R$ 1,2 bilhão de créditos de passagens antecipadas da Gol

No primeiro pregão após o anúncio, ações da Smiles recuam e os papéis da Gol avançam; estimativa é de geração de valor econômico de cerca de R$ 85 milhões

Ideias do Paletta

Seis riscos que vão te perseguir o resto do ano

Por melhor que você seja em modelagem financeira, e por maior que seja o seu controle emocional, é impossível conter os equívocos. Eles vão acontecer.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements