Menu
2019-01-25T17:40:53-02:00
Estadão Conteúdo
BRUMADINHO

Vale corre risco de ser alvo de novo processo nos EUA

A mineradora foi alvo de duas ações coletivas em Nova York logo após o acidente em Mariana da Samarco, no final de 2015

25 de janeiro de 2019
16:17 - atualizado às 17:40
Barragem da Vale desaba em Brumadinho (MG)
Barragem da Vale desaba em Brumadinho (MG) - Imagem: Corpo de Bombeiros/Divulgação

O acidente com a barragem da Vale em Brumadinho (MG) pode resultar em novo processo de investidores contra a mineradora na Justiça dos Estados Unidos, avalia um analista da Vale em Nova York, que prefere não se identificar, pois ainda está avaliando as primeiras informações sobre o rompimento da barragem, que já repercutem na imprensa internacional.

Este analista lembra que a Vale já foi alvo de duas ações coletivas em Nova York logo após o acidente em Mariana da Samarco, no final de 2015.

A Vale é sócia na Samarco junto com a companhia anglo-australiana BHP Billiton. Ele lembra que na ocasião, o American Depositary Receipt (ADR) da empresa caiu fortemente e os investidores alegaram prejuízos. Há pouco, o ADR recuava mais de 11% em Nova York.

O profissional destaca ainda que a Vale é uma das empresas mais líquidas na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), com muitos investidores no mercado internacional.

Por isso, dependendo das consequências deste acidente, os investidores podem se juntar em nova ação coletiva.

No acidente da Samarco, os investidores entraram com uma ação coletiva acusando a Vale e a BHP de "omissão" e alegando perdas de US$ 1 bilhão com o rompimento da barragem.

Em 2017, a Justiça americana isentou a Vale de responsabilidade pelo acidente da Samarco.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Proventos

Banco do Brasil anuncia pagamento de R$ 416 milhões em Juros sobre Capital Próprio (JCP)

Terão direito ao provento os investidores com posição acionária na empresa no dia 11 de março

o melhor do seu dinheiro

Brandão balança mais não cai?

Chegamos ao fim de mais uma semana tensa nos mercados, que começou com a derrocada das ações da Petrobras, em razão da interferência do governo na presidência da estatal, e termina com pressões na bolsa e no dólar motivadas pelas preocupações dos investidores com a inflação nos Estados Unidos e alta nas taxas dos títulos […]

URGENTE

Hapvida e NotreDame chegam a um acordo sobre fusão, afirma site

A maior combinação entre duas empresas brasileiras criará uma gigante do setor de saúde, com um valor de R$ 110 bilhões.

fechamento da semana

Tensão em Brasília leva Ibovespa de volta aos 110 mil pontos e afunda estatais; dólar vai a R$ 5,60

Em semana marcada pela tensão entre governo e mercado, o Ibovespa recuou 7,09%, de volta aos 110 mil pontos. O dólar disparou acima dos R$ 5,60

Abandonando o barco?

Ações do Banco do Brasil recuam quase 5% com possibilidade de saída de André Brandão

Brandão tem mostrado insatisfação com o cargo e quer deixar o comando da estatal, segundo jornal; BB nega que presidente tenha renunciado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies