Menu
2019-02-08T22:03:22-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Desastre com barragem

Vale apresenta proposta à Justiça para ressarcir famílias de vítimas em Brumadinho

Valores a serem pagos podem chegar a R$ 300 mil, a serem pagos aos cônjuges e filhos

8 de fevereiro de 2019
22:03
A mineradora Vale
Negociações entre Vale e o MPT estão em andamentoImagem: Shutterstock

A Vale apresentou nesta sexta-feira, 8, uma proposta para indenização aos familiares dos trabalhadores que foram vítimas do rompimento da barragem da mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG). Os pontos foram levados em reunião de negociação com o Ministério Público do Trabalho (MPT).

Por danos morais, a Vale propõe indenizações de acordo com o parentesco em relação aos funcionários que foram vítimas do rompimento. Os valores chegam a R$ 300 mil para cônjuges ou companheiros e para cada filho. Para pai e mãe, indenização de R$ 150 mil para cada um, e para irmãos, R$ 75 mil para cada.

Já por danos materiais, a Vale propôs o pagamento mensal do correspondente a 2/3 de um salário mensal líquido do trabalhador até a data em que ele completaria 75 anos. Para os empregados, a Vale dará garantia de emprego ou salário até o final deste ano.

Custos médicos

A proposta prevê ainda a cobertura dos custos com plano médico para familiares dos trabalhadores próprios e terceirizados, no regime de credenciamento, com abrangência no Estado de Minas, sendo vitalício para aqueles que tiveram cônjuges ou companheiros mortos na tragédia, e até os 22 anos para os dependentes.

A Vale afirma que as negociações estão em andamento, mas que após a reunião assumiu alguns compromissos de imediato, como a garantia de emprego e plano médico, atendimento psicológico aos trabalhadores até alta médica, auxílio-creche de R$ 920 para os filhos de até 3 anos de idade dos trabalhadores, e auxílio-educação de R$ 998 para os filhos até completarem 18 anos.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

em busca de energia limpa

Criptomoedas: Elon Musk diz que Tesla vendeu 10% do que detinha em bitcoin

Segundo executivo, operação prova que a criptomoeda poder ser liquidada facilmente “sem mover o mercado”

imunização

Governo de São Paulo adianta em 30 dias vacinação contra a covid-19; veja novas datas

Plano é vacinar toda a população adulta do estado, ao menos com a primeira dose, até o dia 15 de setembro

luto

Ex-presidente do BC Carlos Langoni morre de covid-19 no Rio

Carlos Langoni trabalhou no governo na virada das décadas de 1970 e 1980, quando foi presidente do BC; ele colaborou com a equipe econômica do ministro Paulo Guedes, quase 40 anos depois

nos eua

Nova ‘ação meme’? Orphazyme dispara quase 1400% em um dia e mercado não sabe por quê

Investidores da empresa aguardam uma importante atualização sobre um tratamento experimental para a doença de Niemann-Pick; sem novidades, mercado não sabe a razão da alta

entrevista

Superávit primário pode voltar em 2024, diz secretário do Tesouro

Jeferson Bittencourt diz que a melhora no quadro fiscal do País não é “sorte”; confira a entrevista

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies