Menu
2019-04-04T14:15:42-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Impacto direto na produção

Vale anuncia que vai eliminar barragens como as de Mariana e Brumadinho e paralisa mineração

Para esvaziar as barreiras, a empresa estima que deixará de produzir 40 milhões de toneladas de minério de ferro ao ano. Plano de segurança é estimado em R$ 5 bilhões

29 de janeiro de 2019
20:43 - atualizado às 14:15
O diretor-presidente da Vale, Fabio Schvartsman
Schvartsman concedeu uma entrevista coletiva para falar sobre o desastre de Brumadinho - Imagem: Tomaz Silva/Agência Brasil

A Vale anunciou nesta terça-feira, 29, que vai eliminar dez barragens que possuem o mesmo método de construção daquelas que se romperam nas cidades de Mariana e Brumadinho. De acordo com o presidente da empresa, Fabio Schvartsman, todas as barragens ficam em Minas Gerais. O plano de segurança vai custar R$ 5 bilhões à Vale.

Schvartsman concedeu uma entrevista coletiva para falar sobre o desastre de Brumadinho. Segundo ele, Vale  possuía 19 barragens com a chamada "construção a montante", e que nove delas já haviam sido "descomissionadas". "Todas elas estão desativadas. Descomissionar significa deixa de ser barragens. São esvaziadas ou integradas ao meio ambiente", completou.

Ainda de acordo com o presidente da empresa, todas barragens desse modelo já estavam inativas e que o trabalho agora será acelerar a eliminação dos rejeitos armazenados. Esse processo, segundo ele, levará de um a três anos.

Impacto na produção

Para conseguir esvaziar todas as barragens, a Vale tomou a decisão de interromper as atividades de mineração em áreas próximas a cada uma delas. Com isso, a empresa estima que deixará de produzir 40 milhões de toneladas de minério de ferro ao ano e 11 milhões de toneladas de pelotas, que são pequenas bolinhas feitas a partir de minério de ferro fino e usadas na fabricação de aço.

Para se ter uma ideia, em 2017, a Vale produziu 366,511 milhões de toneladas de minério de ferro.

*Com Estadão Conteúdo.

 

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Temos vacina!

Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford/AstraZeneca

Primeiros profissionais de saúde já foram vacinados em pronunciamento do governador de São Paulo, João Doria

Mais uma recomendação

Técnicos da Anvisa recomendam uso emergencial da vacina de Oxford/AstraZeneca

Mais cedo, área técnica havia defendido aprovação da CoronaVac

Ainda falta...

Anvisa devolve pedido de uso emergencial da Sputnik

Laboratório russo não apresentou os requisitos mínimos para que o pedido de uso emergencial pudesse ser analisado pela agência

Quase lá

Área técnica da Anvisa recomenda uso emergencial da CoronaVac

Diretores da agência analisam pedidos de uso de vacinas. No momento, a área técnica ainda faz a apresentação. Em seguida, a relatora do tema, diretora Meiruze Freitas lerá seu voto, com os outros quatro diretores da agência votando depois

coronavírus

Covid-19: Brasil tem 8,4 milhões de casos e 61 mil novos diagnósticos nas últimas 24h

Segundo ministério, 7.388.784 pacientes recuperaram-se da doença

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies