A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-01-26T11:38:25-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
O MERCADO PUNE

S&P coloca ratings da Vale e subsidiárias em observação para possível rebaixamento

Segundo a agência, a colocação em CreditWatch reflete os riscos contingenciais que a Vale enfrentará após o rompimento da barragem

26 de janeiro de 2019
11:38
O diretor-presidente da Vale, Fabio Schvartsman, durante entrevista coletiva, sobre rompimento de barragem em Brumadinho.
O diretor-presidente da Vale, Fabio Schvartsman, durante entrevista coletiva, sobre rompimento de barragem em Brumadinho. - Imagem: Tomaz Silva/Agência Brasil

A agência de avaliação de risco S&P Global Ratings informou que colocou os ratings da Vale, suas dívidas e suas subsidiárias na listagem "Creditwatch" (observação) com implicações negativas, após o rompimento da Barragem 1 da Mina Feijão, em Brumadinho (MG), ocorrido ontem.

A mineradora possui rating em escala global BBB- e em escala nacional brAAA.

Segundo a agência, a colocação em CreditWatch reflete os riscos contingenciais que a Vale enfrentará após o rompimento da barragem, que resultou em várias mortes e territórios devastados na região.

"Os passivos ambientais e sociais da Vale podem ser substanciais, especialmente considerando que tal incidente
aconteceu antes", disse a S&P, lembrando do acidente, em 2015, da barragem de Fundão, em Mariana (MG), da Samarco, da qual a Vale é sócia.

Leia também:

"Acreditamos que a Vale enfrenta agora vários riscos decorrentes do desastre. Suas obrigações financeiras para remediar e compensar as perdas podem ser substanciais, e a empresa teria que enfrentar estudos longos e complexos de entidades ambientais e órgãos reguladores que poderiam terminar na suspensão de licenças", disseram, sugerindo que além de multas, a mineradora poderia ser penalizada com o impedimento de operar na região.

Capacidade

A S&P explica que sua avaliação dos eventos também levará em conta a opinião da agência de avaliação de risco sobre a capacidade da Vale de operar com segurança suas minas.

A instituição informou que planeja chegar a uma conclusão "o mais rápido possível". "Podemos rebaixar a Vale em vários degraus, dependendo dos impactos do acidente", acrescentou.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Foi tudo graças à peak inflation

11 de agosto de 2022 - 11:07

Imagine dois financistas sentados em um bar. Um desses sujeitos é religioso, enquanto o outro é ateu. Eles discutem sobre a eventual existência de bull markets

MARKET MAKERS

Os princípios: Conheça Ray Dalio, gestor do maior hedge fund do mundo, e seu manual para conseguir o que deseja na vida

11 de agosto de 2022 - 10:47

O livro Princípios se propõe a ser um manual sobre vida e trabalho que Dalio resolveu escrever contendo seus critérios de tomada de decisão que colecionou ao longo da sua vida

Cadê o retorno?

XP (XPBR31) na berlinda: JP Morgan corta recomendação para neutro e diz que o mercado quer ver lucro

11 de agosto de 2022 - 10:33

O JP Morgan mostrou-se preocupado com o salto nos custos e despesas da XP (XPBR31) no trimestre, o que pressionou as margens da empresa

ACELERANDO NA RETA

Bitcoin (BTC) busca os US$ 25 mil, mas alta é ofuscada por disparada de 12% do ethereum (ETH); confira que movimenta as criptomoedas hoje

11 de agosto de 2022 - 10:09

Os investidores estão otimistas com a atualização do ethereum: em julho deste ano, o ETH acumulou alta de 57,7% e sobe 14,9% nos primeiros dias de agosto

NADA DIPLOMÁTICO

Paulo Guedes fala em “ligar o foda-se” para França, maior empregador estrangeiro no Brasil

11 de agosto de 2022 - 9:36

O país europeu é terceiro que mais investe no Brasil; as exportações para a França vêm crescendo 18% neste ano

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies