Menu
2019-01-25T18:45:47-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
PRESIDÊNCIA

Bolsonaro se manifesta sobre desabamento de barragem em Brumadinho (MG)

O presidente lamentou o incidente no Twitter e afirmou também que “todas as providências cabíveis estão sendo tomadas”. Amanhã Bolsonaro visitará a região

25 de janeiro de 2019
15:55 - atualizado às 18:45
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro: presidente lamentou o desabamento em seu Twitter - Imagem: Shutterstock

O presidente Jair Bolsonaro usou sua conta oficial no Twitter para lamentar o rompimento de uma barragem da mineradora Vale em Brumadinho (MG).

"Lamento o ocorrido em Brumadinho-MG", escreveu o presidente, informando que determinou deslocamento dos ministros do Desenvolvimento Regional (Gustavo Canuto), de Minas e Energia (Bento Albuquerque) e do secretario nacional de Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves.

O porta-voz da Presidência, Otávio Santana do Rêgo Barros, conversará com jornalistas no Palácio do Planalto para conceder informações sobre "assuntos do dia", afirmou a assessoria de imprensa da Presidência

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, também está a caminho do local. O presidente afirmou também que "todas as providências cabíveis estão sendo tomadas".

Eventuais vítimas

Mais tarde, por meio de seu porta-voz, Bolsonaro lamentou eventuais mortes causadas pelo acidente, mesmo sem nenhuma confirmação do número de vítimas.

"O presidente da República lamenta eventuais perdas de vidas ocasionadas pelo rompimento da barragem na região de Brumadinho, em Minas Gerais", declarou o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, lendo uma nota de Bolsonaro.

Antes de ler a nota, o porta-voz disse que leria a nota do presidente para uma "informação inicial" sobre o ocorrido, classificando o rompimento como "lastimável acidente".

Em entrevista à rede "Record", por volta das 18 horas, Bolsonaro voltou a lamentar o ocorrido e disse que militares estão se dirigindo ao local para ajudar "a salvar vidas". O presidente confirmou que vai visitar Brumadinho na manhã de sábado e que foram montados dois "gabinetes de crise" para monitorar e sugerir medidas para lidar com a situação.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Tensão em Brasília

Racha no Congresso põe reformas em xeque

A decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de fatiar a reforma tributária foi vista como a pá de cal nas chances de avanço das reformas no Congresso até o fim do atual governo. Embora Lira tenha prometido abrir o diálogo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para definir os próximos passos, […]

Rapidinhas da semana

BLINK: Itaúsa, B2W, Eletrobras e mais recomendações rápidas

Felipe Miranda, sócio-fundador e CIO da Empiricus, fala sobre Alpargatas, Eletrobras, Itaúsa, Lojas Americanas e muito mais no Blink

Reserva de emergência

Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, vende ações da Amazon e põe US$ 5 bi na conta

O bilionário Jeff Bezos vendeu cerca de 1,5 milhão de ações da Amazon nos últimos dias e pode vender outros 500 mil papéis em breve

Reduzindo a participação

CSN começa a se desfazer de suas ações da Usiminas

Aproveitando o bom momento do setor siderúrgico na bolsa, a CSN vendeu mais de 50 milhões de ações preferenciais da Usiminas

O melhor do Seu Dinheiro

A limonada da bolsa e do dólar, as ações mais indicadas do mês e outros destaques da semana

A semana que passou tinha tudo para ser bem azeda para os investidores. No cardápio de notícias dos últimos dias tivemos: A alta da taxa básica de juros e a sinalização de que novos ajustes vêm por aí; Muito barulho político com a CPI da Covid; O projeto da reforma tributária de volta à estaca […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies