Menu
2019-04-05T10:23:36-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Nada animador

Tesla derrete na bolsa de Nova York após anunciar corte de 7% no quadro de funcionários

Após o anúncio feito pelo CEO da empresa, Elon Musk, através de um email, os papéis da montadora registravam queda de 12% na Nasdaq

18 de janeiro de 2019
17:38 - atualizado às 10:23
elon musk
Corte no quadro teve como justificativa a necessidade da Tesla aumentar a produção do carro Model 3 - Imagem: Shutterstock

A sexta-feira, 18, é um daqueles dias que Elon Musk vai querer apagar da memória. As ações da Tesla despencaram mais de 10% na Nasdaq após o anúncio de que a montadora de carros elétricos pretende demitir cerca de 7% de sua força de trabalho. Por volta das 17 horas, os papéis eram negociados a US$ 305,11, em queda de 12,15%.

O anúncio dos cortes foi feito pelo próprio Musk, CEO da companhia, através de um e-mail enviado aos funcionários. O corte no quadro teve como justificativa a necessidade da Tesla aumentar a produção do carro Model 3.

Musk também destacou que o ano de 2018 foi o mais desafiador da história da empresa, mas também o de maior sucesso. Ele comemorou o primeiro lucro significativo da companhia, que registrou um aumento no lucro de 4%.

Mas esse bom resultado não deve se repetir no 4º trimestre de 2018. Segundo Musk, os dados preliminares apontam que a Tesla teve lucro, mas menor do que no trimestre anterior.

“A Tesla só produz carros há cerca de uma década e enfrentamos concorrentes massivos. A consequência é que a Tesla deve trabalhar muito mais do que outros fabricantes para sobreviver, enquanto constrói produtos sustentáveis ​​e acessíveis", disse.

 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

diante da crise

Anac aprova reequilíbrio de R$ 1,27 bilhão para quatro aeroportos

Terminais que foram beneficiados foram os aeroportos internacionais de Guarulhos (R$ 854,9 milhões), Brasília (R$ 184,8 milhões), Salvador (R$ 114,9 milhões) e Confins (R$ 111,1 milhões)

últimos capítulos

Centro de treinamento de pilotos da Varig vai a leilão

Funcionários, que esperam há 14 anos por uma solução para o pagamento de indenizações, querem que 80% do valor arrecadado seja rateado entre os 13 mil ex-empregados

Mudou o chefe

Novo diretor da CVM é a favor do voto plural e fim da exclusividade de autônomos

Aos 38 anos, o advogado tomou posse no cargo nesta terça-feira, 24, e participará de discussões relevantes como a reforma dos regimes de ofertas públicas

novo dia de ganhos

Ibovespa se aproxima dos 110 mil pontos com disparada de blue chips em meio à transição de Biden e vacina

Índice fecha perto das máximas, em sessão liderada por ações de administradoras de shoppings. Dólar prossegue em trajetória de queda em novembro, enquanto juros curtos sobem com IPCA-15 maior do que o esperado

Dança das cadeiras

Carlos Hamilton deixa Banco do Brasil e diretor da BB DTVM assume Relações com Investidores

Vem aí mais mudanças no Banco do Brasil. A instituição anunciou hoje a renúncia de Carlos Hamilton Vasconcelos Araújo ao cargo de vice-presidente de gestão financeira e de relações com investidores. A razão para a saída do executivo não foi informada. Leia também: OPORTUNIDADE: Confira as ações e FIIs favoritos das carteiras recomendadas das corretoras […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies