Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-09-19T12:31:07-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Startup

Airbnb quer se hospedar na bolsa e anuncia planos para oferta de ações em 2020

Empresa que conecta usuários interessados em alugar apartamentos ou quartos por temporada com os proprietários foi avaliada em mais de US$ 30 bilhões

19 de setembro de 2019
12:31
airbnb
Imagem: Divulgação

O Airbnb, empresa de aluguel online de imóveis por temporada, quer se hospedar na bolsa. A startup anunciou nesta quinta-feira os planos de ter ações listadas no mercado em 2020.

A notícia já leva o mercado a estimar qual será o valor do Airbnb no futuro IPO (sigla em inglês para oferta pública inicial de ações). Na última rodada de captação, a startup foi avaliada em pouco mais de US$ 30 bilhões (R$ 124 bilhões no câmbio de hoje), segundo informações da Bloomberg.

O Airbnb conecta usuários interessados em alugar apartamentos ou quartos por temporada com os proprietários. A receita da empresa vem de uma taxa cobrada por transação.

A startup foi criada na cidade norte-americana de San Francisco por Brian Chesky e Joe Gebbia, que começaram alugando um espaço no próprio imóvel cobrando uma diária de US$ 80.

Assim como outras startups nascidas na era dos smartphones, o Airbnb atua na fronteira da regulação. Enquanto o Uber, por exemplo, enfrentou a ira dos motoristas de táxi nas cidades onde passou a atuar, a briga da empresa é com os hotéis.

A startup já opera em várias cidades, mas ainda enfrenta resistência em grandes centros, como Nova York.

O Airbnb terá de enfrentar ainda o ceticismo dos investidores de bolsa, que perderam dinheiro ao investir em outras startups promissoras que abriram o capital neste ano, como Uber e Lyft. Essa desconfiança inclusive levou a empresa de escritórios compartilhados WeWork a adiar os planos de IPO, que estava previsto para este mês.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Oportunidades

Ditadura, crise de 2008 e tragédia do governo Dilma: nada venceu a Bolsa no longo prazo; conheça 7 ações promissoras diante da queda do Ibovespa

É tolice cair no desespero de vender ações na baixa do Ibov, afinal, histórico da Bolsa mostra que nenhuma crise venceu a bolsa no longo prazo; dito isso, o Seu Dinheiro apresenta para você oportunidades que você deve ficar de olho

Estável, mas...

O que mexe com o preço do bitcoin (BTC) hoje: criptomoedas sentem cautela, mas China pode ajudar mercado após caso Evergrande; entenda

A decisão sobre retirada de estímulos da economia pode afetar as criptomoedas, mas o dinheiro pode vir da China, com o caso Evergrande

Destaques da bolsa

Siderúrgicas e mineradoras puxam alta da bolsa e sobem forte após disparada de 16% no minério de ferro; confira

Depois de cair 8% no início da semana, o minério de ferro disparou no porto de Qingdao, na China e mexeu com as ações do setor na bolsa

Economia chinesa

Em meio a alta nos preços de commodities e a disseminação do coronavírus, Conselho de Estado da China diz que vai garantir estabilidade da economia

Gabinete do governo chinês também prometeu fortalecer a coordenação entre as políticas fiscal, financeira e de emprego

A RECOMENDAÇÃO AGORA É NEUTRA

Não é duplo, mas é dose: Depois do UBS, agora é a vez do BofA rebaixar a recomendação para a Vale (VALE3)

Reavaliação do BofA leva em consideração a desaceleração econômica na China e a queda na cotação do minério de ferro nos mercados internacionais

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies