Menu
2019-12-12T16:42:19-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
RECOMENDAÇÃO

UBS eleva ações da Localiza para compra e inicia cobertura de Unidas e Movida como neutra

O UBS também aumentou o preço-alvo dos papéis ordinários da empresa para R$ 56, ante R$ 47,80, o que representaria uma alta de quase 23% em relação ao fechamento do pregão da última terça-feira

12 de dezembro de 2019
16:42
Bandeiras das empresas Movida, Localiza e Unidas em carros de fórmula um
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Não é de hoje que as ações do setor de locação de carros vêm chamando a atenção dos investidores. E há muito mais por vir. Só que na opinião dos analistas Rogerio Araujo, Alberto Valerio e Andressa Varotto do banco UBS, o grande destaque vai para os papéis da Localiza (RENT3).

Em relatório enviado ontem (11), os especialistas elevaram as ações da Localiza para compra. Anteriormente, a recomendação era neutra. O UBS também aumentou o preço-alvo dos papéis ordinários da empresa para R$ 56, ante R$ 47,80, o que representaria uma alta de quase 23% em relação ao fechamento do pregão da última terça-feira.

Os analistas também iniciaram a cobertura do papéis da Movida (MOVI3) e Unidas (LCAM3), mas com recomendação neutra ou manutenção. No caso do Movida, o preço-alvo em 12 meses foi de R$ 19,20, enquanto que os papéis da Unidas ficaram com preço-alvo de R$ 20,80.

Segundo Araujo, Valerio e Varotto, o aumento do preço-alvo da ação é reflexo do crescimento elevado e superior da Localiza em relação às concorrentes.

"Nós acreditamos que as locadoras listadas vão continuar a se expandir significativamente em volume nos próximos anos - especialmente por conta do crescimento do setor de locação de carros e aumento da concentração do mercado de aluguel. Nós acreditamos que a Localiza é o melhor veículo para surfar esse movimento", destacam os três.

Em sua justificativa, eles ainda pontuaram que o crescimento maior mesmo em um cenário mais comprimido em termos de indústria faria com que o spread do retorno sobre o capital investido (Roic) caísse para 6,5%, sendo que a média histórica é de 8,4%.

Porém, o spread da Localiza continuaria maior que o dos concorrentes. Segundo os analistas, o spread (diferença entre os preços de compra e venda dos veículos) da Movida e Unidas ficaria em torno de 5%.

Mesmo sem detalhar muito o motivo da recomendação neutra para as ações de Unidas e Movida, os três destacaram que construíram um modelo focado em analisar diversos indicadores das duas companhias e que devem melhorá-lo continuamente.

Por volta das 16h34, os papéis ordinários da Localiza apresentavam alta de 1,89%, cotados em R$ 46,47. Os papéis da Unidas e da Movida, por sua vez, também seguiam a tendência de alta com expansão de 3,97%, cotados em R$ 19,39 e 0,59%, cotados em R$ 17,02, respectivamente.

No ano, as ações que apresentam maior valorização são os papéis da Localiza, com alta de 100,35%. Em seguida, estão as ações da Unidas, com expansão de 57,37% e Localiza, com crescimento de 57,35%.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

decisão de hoje

Sob intensa pressão, BC deve manter Selic em 2%, mas com comunicado mais duro

Autoridade monetária comunica nesta quarta nova decisão sobre juros; diante de incerteza com contas públicas e avanço da inflação, mercado aponta chance de BC endurecer o discurso

de olho nas prévias

Carrefour Brasil tem alta 72,5% no e-commerce durante terceiro trimestre

No e-commerce alimentar a alta foi de 202,4%, incluindo o serviço de entrega rápidas. As vendas de não alimentares também continuaram crescendo, com alta de 69,1%

negócio fechado

Petrobras assina compromisso de compra da plataforma P-71 por US$ 353 milhões

Petrolífera fala que, por conta da nova alocação da P-71, a licitação de afretamento da plataforma que atenderia ao projeto de Itapu será cancelada

retomada

Financiamentos imobiliários somam recorde histórico de R$ 12,9 bilhões

Volume financiado é recorde, em termos nominais, na série histórica iniciada em julho de 1994, segundo a Abecip

cardápio de balanços

Cielo, Localiza, Smiles e Telefônica: os balanços que mexem com o mercado nesta quarta

Empresas estão entre as que mais recentemente divulgaram os números do terceiro trimestre, período com resultados ainda marcados pela pandemia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies