Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-08T19:16:59-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

Os ricos também erram

8 de abril de 2019
19:09 - atualizado às 19:16
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Poucos dias depois da eleição de Jair Bolsonaro, em novembro passado, eu estive na sede de uma grande gestora. Com alguns bilhões de reais em seus fundos, ela faz parte do tal “mercado” sobre o qual nós jornalistas tanto escrevemos.

Na ocasião, os prognósticos que eu ouvi de um dos responsáveis pela gestora sobre o novo governo eram os mais alvissareiros. No cenário dele, chegaríamos aos primeiros 100 dias da gestão Bolsonaro impulsionados por uma série de medidas de abertura comercial na economia.

Ele também acreditava em uma rápida aprovação da reforma da Previdência na Câmara, a partir de um “puxadinho” na proposta de Temer que estava pronta para ser votada.

Olhando em retrospectiva, é fácil dizer que a gestora estava otimista demais. Em maior ou menor escala, porém, a visão do mercado financeiro para o novo governo era mais ou menos a mesma.

Quem apostou em um cenário positivo para a economia não chegou a perder dinheiro, já que a bolsa subiu desde então e, no melhor momento, ficou acima da marca histórica de 100 mil pontos.

Talvez as expectativas fossem muito altas, mas o fato é que um certo clima de decepção se instalou em parte dos investidores, ainda que a maioria continue acreditando na aprovação das reformas.

Esse sentimento foi confirmado hoje por uma pesquisa divulgada pela XP Investimentos. O levantamento mostra que a avaliação do governo Bolsonaro sofreu uma forte queda entre os peixes graúdos do mercado financeiro. O Edu Campos traz em detalhes os números da pesquisa nesta reportagem.

Jogando parado

Menos otimistas com o andamento das reformas, os investidores resolveram entrar no modo “banho-maria” no começo da semana, com o Ibovespa e o dólar rondando a estabilidade na maior parte do dia. Lá fora, o tom foi mais negativo, mas a alta das cotações das matérias-primas, como o petróleo e o minério de ferro, ajudou a atenuar esse movimento na bolsa brasileira, que acabou encerrando o dia em leve alta. Você confere todas as notícias do dia nos mercados com o Victor Aguiar.

Um cruzado de direita

O ringue continua quente com a disputa entre BTG Pactual e XP no mercado de plataformas de investimento. Hoje o banco conseguiu cravar um belo cruzado na oponente ao derrubar a liminar que o proibia de abordar os agentes autônomos vinculados à XP. Mas a ação da corretora contra o BTG continua, ou seja, essa briga ainda está longe de acabar. Eu estou acompanhando de perto essa história e trago para você todos os detalhes da decisão judicial.

Boa de venda

Quando o assunto é venda de participações da Petrobras, o mercado gosta. E o grande negócio envolvendo Transportadora Associada de Gás S.A. (TAG) não poderia ter sido recebido pelos investidores sem um belo sorriso no rosto. Com US$ 8,6 bilhões a mais no caixa da petroleira, o negócio foi visto como divisor de águas para melhorar a situação financeira da empresa. O Victor Aguiar foi atrás dos analistas que acompanham a estatal e traz para você as perspectivas para as ações.

Cenas dos próximos voos

Se o objetivo do fundo americano Elliott ao mudar o plano de recuperação judicial da Avianca era conseguir mais dinheiro do que a proposta feita inicialmente pela Azul, tudo indica ele será cumprido. A expectativa da gestora é que a venda das sete partes nas quais a companhia aérea foi dividida arrecade US$ 230 milhões, ou R$ 890 milhões. A Latam e a Gol já se comprometeram a dar um lance de pelo menos US$ 70 milhões por uma das divisões da companhia. Confira as cenas (previstas) para os próximos capítulos dessa novela aérea.

Um ministro que cai

Depois de se meter em várias polêmicas e praticamente travar o Ministério da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez foi demitido do cargo por Bolsonaro. A exoneração dele é mais uma baixa no governo do capitão, que logo na reta inicial demitiu o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno. Os detalhes da demissão de Vélez e currículo do substituto dele no cargo você confere lá no Seu Dinheiro.

Números amargos

Com a previsão de crescimento neste ano que deve ficar, na melhor das hipóteses, por volta dos 2%, teremos mais uma década perdida na economia. Tomara que seja a última, mas infelizmente não foi a única. Por que nosso desempenho tem sido tão pífio enquanto observamos outros emergentes, como China e Cingapura, virarem locomotivas de crescimento? O Ivan Sant’Anna, que acompanhou o mercado durante todas essas décadas, sabe e vai te contar todos os detalhes na coluna desta semana.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Zona de turbulência

Gol fecha o trimestre no azul, mas queima caixa e segue com resultado operacional negativo

O balanço da Gol veio pior na base trimestral, tanto em termos de receita quanto de Ebitda. Mas o resultado financeiro forte garantiu o lucro

O melhor do seu dinheiro

Um investimento raiz na bolsa, balanços a todo vapor e outras notícias que mexem com seu dinheiro hoje

A onda de polarização na sociedade não vem de hoje, mas ela já foi mais bem humorada. Houve um tempo não muito distante em que o mundo se dividia em dois grupos bem distintos: o “raiz” e o “nutella”. As expressões que viraram meme na internet comparavam a forma como as pessoas faziam as coisas […]

Índice geral de preços

IGP-M avança 0,78% em julho e acumula alta de 33,83% em 12 meses

O resultado é influenciado principalmente pelos efeitos sazonais, exportações e alta no Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA)

Esquenta dos Mercados

PIB e inflação dos EUA devem movimentar o dia enquanto temporada de balanços avança e anima mercados

E mais: China acalma medo regulatório dos investidores e bolsas da Ásia sobem, animando os índices pelo mundo

Contrato assinado

Petrobras assina contrato para venda da Gaspetro

O valor da venda é de R$ 2,03 bilhões, assinado com a empresa Compass Gás e Energia S.A.; o fechamento da transação está sujeito a aprovação pelo Cade

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies