Menu
2019-04-08T17:59:00+00:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Plataformas de investimento

BTG Pactual consegue derrubar liminar que proibia abordagem a agentes autônomos da XP

XP obteve a decisão em dezembro, sob a alegação de que a estratégia do BTG para atrair os agentes autônomos vinculados a ela inclui a troca de informações confidenciais dos clientes

8 de abril de 2019
14:53 - atualizado às 17:59
XP e BTG disputam mercado de plataformas de investimento
XP e BTG disputam mercado de plataformas de investimento - Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Depois de mais de três meses, o BTG Pactual conseguiu derrubar hoje no Tribunal de Justiça a liminar que proibia o banco de abordar os agentes autônomos vinculados à XP Investimentos.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

A corretora obteve a decisão contra o banco em dezembro, sob a alegação de que a estratégia do BTG para atrair os agentes autônomos vinculados a ela inclui a troca de informações confidenciais dos clientes.

A liminar obtida pela XP também impedia o banco de fazer pagamentos antecipados (luvas) para os agentes autônomos que decidissem sair da XP para trabalhar com a plataforma de investimentos do banco, o BTG Pactual Digital.

O banco também derrubou a proibição para o uso dos chamados "dados anonimizados" dos clientes atendidos pelos agentes autônomos. Em outras palavras, os profissionais poderão informar ao BTG o total de recursos e o número de clientes aos quais prestam assessoria financeira, mas não podem revelar o quanto nem que tipo de investimento cada um deles possui.

Vale lembrar que a XP ainda pode recorrer da decisão ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). Embora a liminar tenha sido derrubada, o mérito da ação contra o banco ainda será julgado em primeira instância pelo juiz Luis Felipe Ferrari Benendi.

Contra-ataque

O BTG nega as acusações da XP e decidiu contra-atacar ao entrar com a chamada reconvenção, que no jargão jurídico acontece quando o réu de uma ação decide contestar e acusar o autor do processo de algo que julga lhe prejudicar. O valor indicado da causa é de pelo menos R$ 50 milhões.

Em outra frente, o banco denunciou a XP no Cade, órgão de defesa da concorrência, por um suposto descumprimento do acordo firmado para aprovar a venda de 49,9% do capital para o Itaú Unibanco. Mais especificamente, o compromisso da corretora de não firmar contratos de exclusividade com escritórios de agentes autônomos.

Eu procurei o banco e a corretora, mas ambos informaram que não comentariam o assunto.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

câmara e senado juntos

Alcolumbre diz que Congresso já tem votos para aprovar a Previdência

Senador falou que o processo todo deve ser concluído após o recesso parlamentar; expectativa é que a Câmara finalize a sua parte antes das férias de julho; senado retoma a discussão em agosto

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Exile on Wall Street

CRISTO 2.0 — Desta vez é diferente

Ainda que tivéssemos sofrido as mazelas da crise de 2008, a verdade é que a recuperação no Brasil veio em formato de V, muito em função do fato de termos as condições para adotar medidas contracíclicas

Leve correção

Ibovespa abre em leve queda, aguardando novidades no front político

Após quatro altas consecutivas, o Ibovespa cede a um ligeiro movimento de realização de lucros e opera em queda; o dólar à vista sobe e aprece na casa de R$ 3,83

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

Chá inglês para a rainha e o primeiro-ministro

Veja os destaques do Seu Dinheiro nesta manhã

no patamar baixo

Confiança do consumidor sobe 1,9 ponto em junho em comparação a maio

Apesar da alta, o índice se mantém em patamar baixo em termos históricos, ponderou a FGV, que diz que a melhora foi determinada pela calibragem das expectativas

fala senador

‘Se for verdade, ultrapassou o limite ético’, diz Alcolumbre sobre Moro

O senador observou, contudo, que não é possível dizer que o conteúdo das mensagens reveladas pelo site seja verdadeiro

IPCA-15

Prévia da inflação tem alta de 0,06% em junho e atinge índice mais baixo para o mês desde 2006

Em 2019, o índice já acumula uma alta de 2,33%. Nos últimos 12 meses, encerrado em junho, a taxa chega a 3,84%. Passagens aéreas foram os itens individuais com maior impacto no índice do mês

O pior já passou

BC reitera importância das reformas e não da Selic para retomada da economia

Ata do Copom diz que juro atual estimula atividade e que redução de incerteza vai impulsionar investimento privado. Selic deve ficar em 6,5% por mais tempo

Guerra comercial

China diz esperar que reunião entre Trump e Xi solucione ‘questões pendentes’

Como parte dos preparativos para o encontro que deve ocorrer durante a reunião do G20, o Representante Comercial dos EUA, Robert Lightizer, falou ontem com o principal negociador de Pequim, o vice-primeiro-ministro Liu He

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements