Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-06-05T19:00:21-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

A sua aposentadoria está em risco

5 de junho de 2019
19:00
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

O título do texto que você acabou de abrir não está errado nem foi colocado apenas para chamar a sua atenção. A sua aposentadoria está em risco, sim. Aliás, já estava diante do rombo crescente da Previdência, mas agora essa ameaça ficou ainda mais iminente.

O motivo? Não há mais dinheiro para pagar, e já faz algum tempo. Em 2019, caminhamos para o sexto ano em que a soma de toda a arrecadação com impostos não é suficiente para cobrir as despesas do orçamento.

Antes que alguém me pergunte, a culpa não é dos gastos com o pagamento de juros da dívida, que nem sequer estão nessa conta. A propósito, a dívida pública vem crescendo justamente porque o governo precisa tomar crédito na praça para cobrir o rombo.

Apenas neste ano, serão necessários mais R$ 248 bilhões em empréstimos só para pagar despesas como as aposentadorias do INSS e os benefícios do Bolsa Família.

O problema é que a legislação proíbe a tomada de dívida para o pagamento das chamadas despesas correntes, que inclui as aposentadorias. Essa é a famosa “regra de ouro” das finanças públicas.

A solução definitiva para esse problema só vem com a reforma da Previdência. Enquanto ela não é aprovada, o governo precisa de autorização do Congresso para se endividar ainda mais e fazer frente aos pagamentos mais urgentes.

Por falar em urgência, o prazo limite para a aprovação seria 15 de junho. Mas o que fizeram os parlamentares? Suspenderam até a próxima semana a sessão que discutiria o assunto, por falta de acordo.

E se a autorização não for aprovada, o que acontece? O Edu Campos fez uma análise em que conta de forma detalhada todas as implicações de um possível descumprimento da “regra de ouro”, inclusive para o presidente Jair Bolsonaro. Recomendo muito a leitura!

A calmaria acabou

A falta de acordo em relação à “regra de ouro” foi só um dos assuntos que deixaram os investidores na bolsa preocupados hoje. Depois de alguns pregões tranquilos, o clima teve uma reviravolta daquelas com várias notícias pipocando tanto de Brasília quanto dos mercados lá fora. Mas a pá de cal veio durante a tarde, quando surgiram rumores de que o governo poderia mexer em um assunto para lá de delicado para as contas públicas, como você confere com o Victor Aguiar.

Segue a líder

Pioneira entre as plataformas de investimento fora dos grandes bancos, a XP Investimentos segue em crescimento acelerado mesmo com o aumento recente da competição no segmento. A corretora atingiu nada menos do que R$ 250 bilhões em aplicações sob custódia. O anúncio foi feito pelo próprio fundador da XP, Guilherme Benchimol. Impressiona também a quantidade de clientes que a empresa conseguiu acumular. Saiba mais sobre os grandes números da XP nesta matéria da Bruna Furlani.

Mais R$ 3 bilhões na conta

Quem também não tem motivos para reclamar são os controladores do BTG Pactual. O banco lançou hoje uma oferta de certificados de ações - a tal das Units - na bolsa, e se tudo caminhar certo, a oferta deve render nada menos que R$ 3 bilhões - acima do esperado inicialmente. Os investidores não reagiram muito bem hoje, mas no acumulado do ano as ações do banco dobraram de valor. Veja os detalhes da oferta e quem são os sócios do banco que mais vão ganhar.

Na corda bamba

O barco dos afogados corporativos está com tudo pronto para receber mais um membro. E dos gigantes. Depois de tantos escândalos de corrupção, a Odebrecht está vivendo momentos financeiros delicadíssimos e parece pronta para abraçar a recuperação judicial. Não seria uma notícia boa para ninguém, por isso os diretores do grupo tentam negociar um plano para evitar a cobrança de uma dívida bilionária que a empresa tem com vários bancões. Nesta matéria você fica por dentro de toda a situação da empresa, inclusive o valor dessa dívida.

Crescendo e aparecendo

Os fundos imobiliários (FII) seguem com tudo no mercado financeiro e os resultados estão aí para provar. Um levantamento mostra que o valor de mercado dessa modalidade registrou recorde no fim de maio, com aumento de 7,3% em relação ao mesmo mês do ano passado. Se você é fã de aplicações em imóveis e ativos de renda fixa ligados ao mercado imobiliário, vale a pena ficar de olho nesses dados.

Olha como ela vem

Bem no ritmo acelerado que marca a nova gestão, a Caixa anunciou de uma só vez uma série de medidas para baratear o custo do crédito imobiliário. Com redução das taxas, mudanças no sistema SFH e SFI e anúncio de uma nova modalidade de crédito, o banco está apostando muitas fichas em uma recuperação de seu principal negócio. Neste link você fica sabendo de todas as novas condições da Caixa para o financiamento imobiliário.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Check up dos investimentos

O que considerar na hora de avaliar o desempenho da sua carteira – e quais ferramentas podem te ajudar

Montei um guia para você saber tudo que precisa levar em consideração na hora de avaliar o desempenho da sua carteira de investimentos, principalmente se você investe por meio de diversas instituições financeiras. Também listei algumas ferramentas que podem te ajudar na empreitada.

DE OLHO NO NUBANK

Número de contas do Nubank cresce 485%, mas prejuízo também acelera e chega a R$ 312,7 milhões

Mas nem tudo foi ruim. De acordo com o documento apresentado pela fintech, o Nubank fechou o ano passado com 16 milhões de contas, sendo que 45 mil foram apenas contas voltadas para pessoas jurídicas (PJs)

AVERSÃO AO RISCO

‘Índice do medo’ dispara mais de 48% em meio a movimento de aversão ao risco no mundo

Seguindo na mesma direção, o ouro também apresentou alta na tarde desta segunda-feira por conta do movimento de busca por proteção

ECONOMIA

Carnaval 2020 deve movimentar R$ 8 bilhões na economia, diz CNC

Segundo a CNC, “a recuperação gradual da atividade econômica, combinada à inflação baixa” tendem a refletir na recuperação moderada dos serviços turísticos

AVIAÇÃO

Empresa americana ExpressJet Airlines compra 36 aviões da Embraer

A companhia anunciou também que vai diminuir gradualmente a sua frota de aeronaves E175 para acelerar o crescimento e se tornar uma companhia mais eficiente

PESQUISA

Avaliação do governo Bolsonaro fica estável em fevereiro, mostra pesquisa

A expectativa da população para o restante do mandato de Bolsonaro também não variou. Para 40%, a perspectiva é ótima ou boa e para outros 33% é ruim ou péssima

ECONOMIA

Bolsonaro diz que PIX do BC trará mais agilidade e menos custos ao cidadão

O PIX será disponibilizado pelas instituições financeiras a partir de 16 de novembro

Uns crescem, outros recuam

Desigual, recuperação do mercado imobiliário se concentra no Sudeste

Construtoras mantiveram a política de fechamento de postos de trabalho em 14 Estados em 2019

Incentivo à economia

China vai flexibilizar política monetária em resposta a coronavírus

Objetivo é auxiliar a economia do país a se fortalecer em meio aos impactos econômicos do surto da doença

Entrevista

Diretor do FGC: “sempre é melhor prevenir do que improvisar”

Daniel Lima defende as mudanças previstas no texto de Resolução Bancária enviado pelo governo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu