Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
Dados da Bolsa por TradingView
2019-02-27T19:41:36-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

A gata borralheira da bolsa

Mercado digeriu dois grandes eventos nesta quarta-feira: a compra da Onofre pela Raia Drogasil e o rebaixamento da Vale pela Moody’s

27 de fevereiro de 2019
19:41
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Essa história de dobrar a meta me remete a lembranças não muito agradáveis de governos passados. Mas quando se fala no Magazine Luiza, o mercado aprendeu que a coisa é séria.

A história da varejista controlada pela família Trajano na bolsa é praticamente um conto de fadas. Quando abriu o capital em 2011, no auge da confiança dos investidores com o país, as ações da Magalu saíram cotadas a R$ 16,00.

O que deveria ser um “felizes para sempre”, quase desembocou em uma tragédia. A companhia enfrentou um inferno astral de resultados ruins, catalisados pela crise econômica. O que levou as ações a valerem míseros R$ 0,96 em dezembro de 2015.

Mas quem decidiu investir na Magalu nesse dia viu a gata borralheira virar Cinderela e arrasar no baile, com uma valorização de quase 18.500%(!!!) desde as mínimas. No fechamento de hoje, as ações eram negociadas a R$ 176,00.

Depois de entregar na semana passada mais um resultado acima das expectativas (que já eram elevadas), muitos analistas tiveram de voltar às suas planilhas para refazer suas projeções para a varejista.

O problema é que a avaliação na bolsa hoje já embute uma perspectiva de crescimento muito agressiva. E a entrada com força da Amazon no Brasil pode adicionar uma nova dose de drama a esse conto de fadas.

Então será que a Magalu será capaz de surpreender novamente? O nosso colunista Alexandre Mastrocinque, que estava no grupo dos mais céticos, fez uma análise imperdível com tudo o que você precisa saber sobre a empresa.

Com os burros n’água

Falando em Amazon e sobre a invasão gringa no mercado brasileiro, vale lembrar que nem todo mundo que desembarca no país consegue ter sucesso na missão. A mais recente prova disso é a CVS Health, agora ex-dona das drogarias Onofre. A empresa entregou de graça sua rede de 50 lojas para a Raia Drogasil, que aliás disparou bonito na bolsa nesta quarta-feira. Nesta análise que preparei para você, eu conto mais detalhes dessa história.

O peso da lama

Depois da tragédia em Brumadinho que matou centenas de pessoas, a Vale perdeu o selo de boa pagadora da agência de risco Moody’s. A empresa teve o rating rebaixado hoje para Ba1, abaixo do patamar de grau de investimento. Embora a Vale desfrute de uma posição financeira robusta, o rompimento da barragem eleva as preocupações dos pontos de vista social e de governança corporativa, segundo a agência. Saiba mais detalhes nesta matéria.

Também pesou na bolsa

A bolsa caminhava para mais um pregão próximo do zero a zero, mas a queda das ações da Vale depois do rebaixamento pela Moody’s sacramentou o destino do Ibovespa, que fechou o dia em baixa de 0,30%. Sem novidades sobre a reforma da Previdência, os investidores devem se guiar por notícias corporativas e externas nos dias que antecedem a folia do Carnaval. Saiba aqui sobre tudo o que rolou nos mercados hoje.

​Só depois da Previdência

O governo já deixou claro que a reforma da Previdência só deve ganhar espaço no Congresso depois das festas carnavalescas. Mas, para além da tão aguardada mudança nas regras de aposentadoria, outras pautas importantes ficarão à espera da aprovação do projeto no Congresso. Um desses temas é o das privatizações, uma das promessas da agenda liberal do governo Bolsonaro. Os detalhes você confere com a Bruna Furlani.

Dia 58 - Saúde para deitar nas redes

O presidente Jair Bolsonaro esteve em São Paulo para uma avaliação médica e está “ótimo” segundo o médico responsável pelo seu acompanhamento. Ao longo do dia percebeu-se uma continuidade das movimentações do governo em busca da... (leia mais)

Mickey abocanha os Simpsons

A Disney enfim poderá dar sequência ao negócio que envolve a compra da Fox. Isso significa que poderemos ter, no futuro, uma aventura do Mickey na cidade de Springfield, onde vivem os Simpsons? Se depender dos conselheiros do Cade, lá em Brasília, sim. Mas o aval do órgão de defesa da concorrência ao negócio veio com algumas condições, e elas podem envolver a transmissão do seu esporte favorito na TV, como você pode ler nesta matéria.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Dia Agitado

Após receber aporte bilionário, Ânima (ANIM3) compra participação em plataforma para formação de profissionais de saúde

Através de sua controlada Inspirali, a mesma a receber o aporte mais cedo, a companhia fechou um acordo para a aquisição de 51% da IBCMED

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ômicron e Powell assustam mercados, mas criptomoedas escapam da queda; confira os destaques do dia

O fim de novembro chega carregado de expectativa para o início oficial da temporada das festas de final de ano. As tradições natalinas podem variar de família para família, mas algumas coisas são universais — como as retrospectivas pessoais e a presença do clássico “Então é Natal”, da cantora Simone, em quase 100% dos lares […]

Natal antecipado

Dividendos: Blau Farmacêutica (BLAU3) vai distribuir juros sobre o capital próprio (JCP); confira o valor por ação

A ‘data de corte’ para os proventos, que devem cair na conta dos acionistas em 15 de dezembro, é na próxima sexta-feira (3)

FECHAMENTO DOS MERCADOS

PEC dos precatórios caminha e limita queda do Ibovespa, mas índice fecha novembro no vermelho; dólar vai a R$ 5,63

A nova variante do coronavírus e o posicionamento do Fed diante das ameaças amargaram o humor dos investidores no exterior, mas o Ibovespa conseguiu se segurar nos 100 mil pontos com o noticiário político.

Correria no Congresso

Governo quer esperar, mas presidente do Senado estuda votar PEC dos precatórios ainda hoje

O governo acredita já ter os votos necessários para aprovar a proposta, mas esperava garantir uma margem maior antes da votação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies