Menu
2019-12-15T10:56:36-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
NOVIDADES À VISTA

A estratégia do novo CEO da Ambev para inovar e fazer a empresa decolar

Após reunião com novo CEO, analistas do Goldman Sachs disseram que a empresa vai estar mais “aberta” a ouvir os consumidores e que pretende impulsionar um salto tecnológico significativo nos próximos anos

15 de dezembro de 2019
10:56
jean jereissati
Imagem: YouTube

Depois de anunciar a saída de Bernardo Pinto Paiva da presidência da Ambev e a entrada do atual diretor de vendas e de marketing, Jean Jereissati Neto, a empresa deve passar por transformações.

Em reunião com o novo nome que vai comandar a companhia a partir de 1º de janeiro de 2020, os analistas Luca Cipiccia, Galdino Falcão e Rupanshi Bajaj do Goldman Sachs disseram que a empresa vai estar mais "aberta" a ouvir os consumidores e que pretende impulsionar um salto tecnológico significativo nos próximos anos.

Entre as prioridades do novo CEO estão fazer com que ela vire a melhor fornecedora para os seus clientes, melhorando os níveis de serviço e ferramenta digitais com foco em otimizar os estoques e a conversão.

Um dos exemplos de sucesso nesse caso é o do programa Venda Certa, que usa inteligência para sugerir o portfólio para cada cliente aumentando a eficiência da relação.

Outro ponto de destaque para os analistas foi a ideia de trazer novas competências para a companhia por meio de fusões e aquisições. Segundo os especialistas, o foco central da empresa estaria em e-commerces e fintechs.

Entre os cases de sucesso estão o do Zé Delivery, um aplicativo lançado em 2016 e que é um serviço de entrega de bebidas geladas e petiscos em até 35 minutos. De acordo com eles, a Ambev poderia adicionar mais produtos além de seu portfólio tradicional, como alimentos.

No bate-papo, o novo CEO também mostrou que a nova gestão vai priorizar a exploração de novas categorias para além de cervejas. Para exemplificar, ele trouxe o caso de sucesso que envolve o lançamento da bebida alcoólica 150 BPM em parceria com a cantoria Anitta, que foge do tradicional ramo da companhia.

Além disso, a marca deve investir mais ainda na produção de bebidas não alcoólicas, que é um nicho de grande potencial e pouco explorado pela companhia hoje em dia.

Segundo Jereissati, a Ambev também deve continuar a ouvir mais os clientes na tentativa de diversificar o portfólio por meio de cervejas com menos glúten, ou de novas propostas, como o recente lançamento da Brahma Duplo Malte.

Por conta das boas perspectivas com a empresa, os analistas pontuaram ainda que permanecem com a recomendação de compra para os papéis.

Eles também estabeleceram o preço-alvo em 12 meses de R$ 23, o que representaria uma alta de 21% em relação ao fechamento da última sexta-feira (13). No ano, os papéis ordinários da Ambev apresentam valorização de 23,60%.

Apesar do otimismo com a empresa, eles alertaram que os maiores riscos de queda da ação estão relacionados à contração do volume de cervejas e à recuperação macroeconômica mais lenta no Brasil, além de um ambiente mais competitivo de mercado.

Números da companhia

Ambev apresentou um lucro líquido de R$ 2,498 bilhões no terceiro trimestre deste ano, 11,6% a menos que a cifra do terceiro trimestre do ano passado e um pouco abaixo dos R$ 2,561 previsto por analistas ouvidos pela Bloomberg.

A companhia disse que a piora do desempenho reflete a maior despesa de imposto de renda. O Ebitda (lucro antes de impostos, depreciação, amortização e juros) ajustado atingiu R$ 4,410 bilhões no terceiro trimestre, 4,0% abaixo do registrado em igual período do ano passado.

Já a receita líquida consolidada teve alta de 8,1% no terceiro trimestre, chegando a R$ 11,958 bilhões.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Número de casos do novo coronavírus no Brasil ultrapassa 510 mil

Com 480 mortes registradas nas últimas 24 horas, o número de óbitos pela covid-19 chega a 29.314

governo diante da crise

Bolsonaro atrasa promessas contra covid-19

Foram 17 compromissos sobre medidas de combate à pandemia entre 17 de março e 21 de abril. Dessas, 41% não foram cumpridas integralmente

crise em debate

Na China, preço do minério de ferro dispara 24%

Negociadores temem que a situação da pandemia por aqui provoque interrupções na cadeia de fornecimento do material

em meio à pandemia

Em Brasília, Bolsonaro vai a manifestação contra STF; São Paulo tem ato pró-democracia

Supremo tem sido alvo de ataques por parte do presidente após a Corte autorizar o cumprimento de mandados de busca e apreensão de aliados

conflito entre poderes

Ministro do STF compara Brasil à Alemanha de Hitler e diz que bolsonaristas querem ditadura

Em mensagem a ministros da corte, Celso de Melo diz que “é preciso resistir à destruição da ordem democrática”, segundo informações obtidas pela Folha de S. Paulo

histórico

SpaceX, de Elon Musk, chega à Estação Espacial; veja vídeo

Empresa finalizou primeira parte da missão espacial com astronautas da Nasa; operação deve abrir caminho para futuras viagens, inclusive turísticas

caos no país

EUA têm quinta noite seguida de protestos; ao menos 20 cidades declaram toque de recolher

Manifestações insurgiram após a morte de um homem negro de 46 anos, asfixiado por um policial branco no último dia 25; total de prisões é de 1,7 mil

DE OLHO NO LONGO PRAZO

Ouro ou imóveis: qual o melhor investimento para defender seu patrimônio?

Na hora da crise, os dois investimentos são considerados capazes de salvar seu dinheiro do derretimento dos mercados no longo prazo.

crise de saúde

Brasil tem 28.834 mortes por covid-19

Foram incluídas nas estatísticas 33.274 novas pessoas infectadas com o novo coronavírus, somando 498.440 casos confirmados

conflito entre poderes

‘Tudo aponta para uma crise’, diz Bolsonaro sobre decisões do STF e e TSE

Decisões recentes de Cortes miram a família, aliados e a sua campanha presidencial em 2018

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements