Menu
2019-11-15T08:02:44-03:00
Sem crise

Sabesp tem lucro líquido de R$ 1,209 bilhão no 3º trimestre, alta de 113,9%

A Sabesp reportou forte expansão no lucro líquido e no Ebitda no terceiro trimestre deste ano, impulsionada pelo início das operações em Santo André e Guarulhos

15 de novembro de 2019
8:02
Sistema Cantareira, administrado pela Sabesp
Sistema Cantareira, administrado pela Sabesp - Imagem: Shutterstock

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) registrou lucro líquido de R$ 1,209 bilhão no terceiro trimestre, um crescimento de 113,9% em relação aos R$ 565,2 milhões apurados em igual período de 2018.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado da Sabesp alcançou R$ 3,009 bilhões entre julho e setembro, subindo 109,8% na comparação anual. A margem Ebitda ajustada atingiu 55,6% no período, ante 37,6% observados um ano antes. No mesmo período, o Ebit ajustado avançou 133,1%, para R$ 2,545 bilhões.

Em relatório que acompanha o balanço, a companhia atribuiu o desempenho do trimestre a uma série de fatores, com destaque para o início de operações em Santo André, em agosto, e em Guarulhos.

Em relação a Santo André, a Sabesp diz que o acordo firmado com o município teve um impacto inicial positivo de R$ 1,275 bilhão na receita operacional do trimestre e provocou redução de R$ 41,7 milhões nas despesas. Já em relação a Guarulhos, no trimestre, houve reconhecimento de R$ 115,6 milhões na receita operacional e de R$ 37,4 milhões nos custos e despesas (desconsiderando a receita e os custos de construção).

A receita operacional líquida da empresa ficou em R$ 5,411 bilhões entre junho e setembro, alta de 42% na comparação anual.

Por fim, a Sabesp teve uma despesa financeira líquida de R$ 719,9 milhões no trimestre, 173,9% superior à apurada em igual período de 2018. A alta foi puxada pelas variações monetárias e cambiais, que subiram de R$ 167,7 milhões para R$ 534,3 milhões na comparação ano contra ano, principalmente por causa da valorização do dólar e do iene no período.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Disputa com a Stone

Linx se recusa a assinar protocolo de oferta da Totvs, que sobe tom contra conselheiros da empresa

Totvs ainda não desistiu do negócio, mas disse que os conselheiros independentes da Linx trataram a oferta da companhia de forma desigual em relação à proposta feita pela Stone

seu dinheiro na sua noite

A segunda onda (e o primeiro teste)?

A bolsa brasileira ganhou 1 milhão de pessoas físicas nos últimos seis meses. São novos investidores que praticamente não sabem o que é perder dinheiro na renda variável. O Ibovespa registrou uma alta de respeitáveis 40% entre março — o epicentro do terremoto nos mercados provocado pela crise do coronavírus — e agosto. O ganho […]

abertura de capital

Bradesco planeja IPO da Ágora e corretora deve se separar do banco até o fim do ano

Analistas do Goldman Sachs tiveram conferência com os diretores do Bradesco, Leandro Miranda e Carlos Firetti. O plano é realizar o IPO depois de a Ágora conquistar o segundo lugar do setor em termos de participação de mercado — o que é previsto para acontecer dentro de 4 ou 5 anos

Tenebrosas transações

Ibovespa fecha em queda e dólar sobe com escândalo envolvendo bancos da Europa e dos EUA

Aumento de casos de covid-19 na Europa e morte de juíza federal norte-americana constituíram ingredientes adicionais à forte aversão ao risco nos mercados globais

INDO PARA A BOLSA

CSN autoriza IPO da parte de mineração e atualiza projeções

CSN decidiu pelo IPO da unidade de mineração “à luz das condições favoráveis e perspectivas positivas do mercado de minério de ferro”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements