Menu
2019-03-19T13:04:30-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Mudanças nas projeções

Rumo aumenta projeção de Ebitda para faixa entre R$ 3,85 bilhões e R$ 4,15 bilhões em 2019, mas mercado reage mal

A mudança ocorreu por conta da vigência da nova norma contábil IRFS 16, a medida define os princípios para contabilização e divulgação dos arrendamentos feitos pelas empresas

19 de março de 2019
12:35 - atualizado às 13:04
Rumo
Imagem: Rumo/Divulgação

Em fato relevante publicado hoje (19), a Rumo Logística afirma que alterou as projeções financeiras para este ano. Agora segundo as expectativas da empresa, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) deve passar de R$ 3,6 bilhões a R$ 3,9 bilhões para a faixa entre R$ 3,85 bilhões e R$ 4,15 bilhões.

Isso ocorreu por conta da vigência da nova norma contábil IRFS 16, a medida define os princípios para contabilização e divulgação dos arrendamentos feitos pelas empresas.

Já a expectativa para investimento (Capex) total e para o volume (medido por TKU e que reflete a relação entre a tonelada útil transportada e a distância percorrida) permaneceram iguais. Os valores serão de R$ 2 bilhões a R$ 2,2 bilhões e de R$ 62 bilhões a R$ 64 bilhões, respectivamente.

No documento, a empresa também destacou que as principais premissas da companhia para este ano serão aumento da capacidade de transporte em razão dos investimentos previstos, foco na demanda de mercado para os produtos e serviços prestados pela companhia e no desempenho da economia brasileira e internacional, incluindo taxas de inflação, taxas de juros, crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) e crescimento populacional; e expansão da concessão Malha Norte através da construção de um novo terminal rodoviário no MT.

Lá em baixo

Mas o aumento das projeções para o Ebitda não deixou o mercado muito feliz. Por volta das 13h da tarde, os papéis da RAIL3 estavam liderando as baixas do dia, com queda de 3,81%, cotados a R$ 19,68. Na sequência, estavam as ações ordinárias da Suzano (SUZB3), com baixa de 2,23% cotados em R$ 46,48. 

Em seguida, estavam os papéis ordinários da Hypera Pharma (HYPE3), com desvalorização de 1,99% cotados em R$ 27,54.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Mudanças

BB confirma Ieda Cagni para presidência do Conselho de Administração

Nesta quarta-feira, foi realizada a primeira reunião do novo Conselho do Banco do Brasil. Na ocasião, os membros eleitos na assembleia definiram os ocupantes dos cargos de presidente e vice-presidente do colegiado.

Seu Dinheiro na sua noite

A receita do dr. Copom: +0,75 ponto de Selic na veia

O Copom cumpriu as expectativas e aumentou a Selic ao nível de 3,5%. No entanto, o comunicado trouxe algumas surpresas

Ficou para 31 de maio

Bolsonaro veta novo adiamento de prazo para entrega do Imposto de Renda

O presidente aceitou a recomendação feita pelo Ministério da Economia, que previa um impacto negativo na arrecadação da União e estados com uma nova data

Mudança nos juros

COMPARATIVO: Veja o que mudou no novo comunicado do Copom

Veja o que ficou igual e o que mudou na decisão do Copom a respeito da taxa Selic, elevada ao patamar de 3,5% ao ano

CRYPTO NEWS

O mercado está cheio de bitcoin, mas as prateleiras estão vazias

O fluxo de saída da criptomoeda mais famosa das exchanges é algo inédito deste ciclo e pode representar a falta do ativo nas exchanges de cripto

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies