Menu
2019-04-04T09:15:33-03:00
Estadão Conteúdo
Efeito Temer nas reformas

Marinho diz que MDB saberá separar prisão de Temer de discussão sobre Previdência

Secretário especial de Previdência reconheceu que a prisão de Temer pode ter impactos políticos e não é um fato corriqueiro

22 de março de 2019
10:10 - atualizado às 9:15
michel-temer
Michel Temer - Imagem: Shutterstock

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, afirmou em entrevista à Rádio Bandeirantes do Rio Grande do Sul que espera que o MDB saiba separar a prisão do ex-presidente Michel Temer das discussões da reforma da Previdência.

"Estive com a bancada do MDB na Quarta-feira (20) e sei que eles vão saber separar o processo. Mesmo porque a prisão de Temer não é ação do governo, é uma ação do MPF do Rio de Janeiro, não há nenhuma interferência do governo", afirmou o secretário na entrevista.

Marinho reconheceu que a prisão de Temer "não é um fato corriqueiro" e que pode ter impactos políticos. "Certamente por ser um fato extraordinário gera uma comoção no Parlamento e na classe política como um todo", disse.

O secretário disse também que, no momento, os "ânimos estão exaltados" e que na semana que vem vai fazer uma avaliação do clima no Congresso. Segundo ele, na próxima semana ocorrerão encontros com as bancadas do Avante e do DEM para debater o tema.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

CRIPTOMOEDA

Bitcoin ultrapassa US$ 60 mil antes de abertura de capital da Coinbase Global

Criptomoeda teve alta de 4,87%, a quatro dias de IPO da maior corretora de moedas digitais dos EUA

pandemia

Mortes por Covid-19 cresceram 468% no Brasil entre janeiro e março, alerta Fiocruz

Para os novos casos, o aumento foi de 701%; Sul e Centro-Oeste tendem a cenário mais crítico nas próximas semanas.

IPCA DE MARÇO

Inflação vai a 0,93% e mercado vê risco de estourar meta

Taxa acumulada passou a 6,10% no mês passado, reforçando temor de que inflação oficial termine o ano acima do teto da meta, de 5,25%.

congresso X executivo

Orçamento tem guerra de pareceres

Câmara e Senado se armaram com notas técnicas para mostrar que o presidente Jair Bolsonaro pode sancionar o Orçamento sem vetos a emendas; Ministério da Economia já prepara próprio embasamento jurídico.

Aura e Aeris: veja o que dizem os CEOs das novatas da bolsa e outras notícias que bombaram na semana no Seu Dinheiro

Novidade na praça sempre causa burburinho. Na bolsa não é diferente. É bem verdade que as opiniões divergem:Lindas!Não são lá tudo isso…Não sei, nunca ouvi falarA bolsa brasileira recebeu 43 novas integrantes em 2020 e 2021. E a fila para entrar continua a aumentar. Para você, amigo leitor, isso é excelente. São mais ações na […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies