⚽️ Jogos das quartas-de-final começam a se desenhar; confira os dias da próxima fase

Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
Cotações por TradingView
2019-05-09T10:28:51-03:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

E se o Banco do Brasil virasse Cristiano Ronaldo?

9 de maio de 2019
10:27 - atualizado às 10:28
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Você com certeza tem um amigo grandão meio preguiçoso. O cara tinha tudo para ser o melhor no futebol do fim de semana, só que ele andou meio desleixado. Ganhou peso e ficou lento. E leva olé dos mais magrinhos.

Imagine se esse cara entrasse na academia, perdesse peso e jogasse com vontade de ganhar? Ele poderia ser o Cristiano Ronaldo do time? Não sou expert em futebol, mas fiquei impressionada quando vi ele jogando praticamente sozinho pela seleção de Portugal na partida contra a Espanha. E, sim, tenho sincera admiração pela sua disciplina para manter sua carreira de atleta em alta aos 34 anos - e também a boa forma.

O Banco do Brasil é o seu amigo grandão acima do peso. E, sim, ele entrou na academia e já mostra seus primeiros resultados. Hoje pela manhã o banco divulgou o lucro do primeiro trimestre do ano e surpreendeu: R$ 4,247 bilhões, um aumento de 40,3% em relação ao mesmo período do ano passado, e acima das projeções dos analistas.

O Vinícius Pinheiro acordou cedo para acompanhar o balanço e traz todos os números. O BB ainda precisa malhar muito para chegar à forma (ou melhor, à rentabilidade) dos seus concorrentes na iniciativa privada. Mas o grandão decidiu jogar.

Os analistas estão de olho nesse movimento e colocaram a ação do banco como uma das preferidas da carteira recomendada de maio, como mostramos na segunda-feira.

Cristiano Ronaldo

Mais uma do Inter

O banco Inter também soltou seus números do trimestre ontem à noite, mas o destaque foi outro. A empresa anunciou uma parceria com a Wiz. Pois é, o banco digital vendeu 40% da sua plataforma de seguros para a corretora, que tem contrato de exclusividade com a Caixa Econômica só até 2021.

Melhor que tchutchuca e tigrão

Até que a audiência de ontem na Comissão Especial, que discute a reforma da Previdência, foi bastante civilizada (em especial para os padrões de Brasília). Podemos dizer que o presidente Marcelo Ramos (PR-AM) conduziu a sessão de maneira firme e conseguiu conter os ânimos dos parlamentares. Com isso, não teve tchutchuca, nem tigrão. Rolou algo melhor: aceno de voto. O Eduardo Campos acompanhou a audiência e traz uma análise da rodada de discussões.

Tiveram boatos de que eu estava na pior…

Quando o assunto é bitcoin, o papo é sempre com emoção. A moeda fez a alegria dos investidores até 2017 e chegou a provocar uma discussão sobre bolha. No ano passado, viveu uma maré baixa. Mas conseguiu se reerguer recentemente e já acumula alta de 53% no ano. Na coluna Crypto News de hoje, o André Franco te explica por que o bitcoin pode ser considerado o melhor investimento de 2019.

Dói no seu bolso

Na terça-feira, o Vinícius Pinheiro mostrou que estão faltando debêntures incentivadas na prateleira porque os bancos estão comprando tudo. Ele conversou com o José Eduardo Lanini, vice-presidente da Anbima, associação que representa instituições que atuam no mercado de capitais, para entender melhor a situação. Para Lanini, essas são as “dores do crescimento do mercado”, que só diminuem com o aumento do volume de emissões. Confira na reportagem.

Temer preso?

Michel Temer - Imagem: Shutterstock

Quem provavelmente voltará para a cadeia é o ex-presidente Michel Temer. Ontem à noite a Justiça emitiu mais uma ordem de prisão para ele e seu amigo, o Coronel Lima. Não é a primeira vez, como você sabe. Temer foi preso há dois meses, mas acabou solto quatro dias depois. Saiba mais.

A Bula do Mercado: China em busca de serenidade

Os investidores dividem suas atenções entre a tensão envolvendo China e Estados Unidos e o clima de "cautela, serenidade e perseverança" que continua ditando os rumos da taxa básica de juros brasileira.

Uma comitiva chinesa se prepara para desembarcar nos Estados Unidos para uma nova rodada de negociações. O presidente americano Donald Trump renovou as ameaças de taxar os produtos chineses, deixando o cenário exterior mais avesso ao risco. Trump já está em campanha para a reeleição e o conflito pode acabar se estendendo até 2020.

Por aqui, o mercado financeiro local deve se ajustar à perspectiva do juro básico estável durante mais algum tempo. Os investidores torcem por uma diminuição no grau de incerteza da atividade doméstica, o que depende do sucesso da agenda de reformas do governo, principalmente a da Previdência.

Com o cenário tenso lá fora, as principais bolsas asiáticas registraram fortes perdas e os índices futuros de Nova York mostram uma queda acelerada. Ontem, o Ibovespa fechou o dia com uma alta de 1,28%, aos 95.596,61 pontos. O dólar teve queda de 0,91%, a R$ 3,9331. Consulte a Bula do Mercado para saber o que esperar de bolsa e dólar hoje.

Agenda

Índices
- IBGE divulga dados do comércio em março
- Estados Unidos publicam dados semanais de emprego
- Estados Unidos e Alemanha divulgam dados de suas balanças comerciais de março

Balanços 1º trimestre
- No exterior: UniCredit
- No Brasil: Banco do Brasil, Azul, BTG Pactual, Telefônica, Vale, B3, Suzano, Carrefour, Lojas Americanas, B2W, Marisa, Estácio, Qualicorp, CVC, brMalls, Cyrela, Gafisa, Tenda, Even, Tecnisa, RNI, Randon, Rumo, Sabesp, Energisa e Banco Pine

Política
- Paulo Guedes participa de reunião da Comissão Mista de Orçamento para discutir o projeto de lei orçamentária
- Autoridades dos Estados Unidos e da China fazem nova rodada de negociações comerciais em Washington

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

COSTURANDO ALIANÇAS

Colocou contra a parede? O que o enviado de Biden disse a Lula na visita ao Brasil

5 de dezembro de 2022 - 20:27

O presidente eleito foi convidado, em nome do presidente dos EUA, a visitar Washington; saiba se ele vai

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Desafio de Powell derruba o Ibovespa, bitcoin tenta se recuperar e príncipe saudita vai atrás do Credit Suisse; confira os destaques do dia

5 de dezembro de 2022 - 20:22

A goleada de 4 a 1 do Brasil sobre a Coreia do Sul, logo após a derrota na última rodada da fase de grupos, serviu para convencer a torcida e aliviar o coração daqueles que esperavam que o bordão cunhado por Galvão Bueno durante a clássica derrota da amarelinha para a seleção alemã, em 2014, […]

FECHAMENTO DO DIA

‘Vai se criando um clima terrível’ para o Fed — e as bolsas globais desabam com a cautela; Ibovespa recua mais de 2% antes de votação da PEC da Transição

5 de dezembro de 2022 - 19:56

O Ibovespa encerrou em queda de 2,25%, aos 109.401 pontos. A força exibida pela economia dos Estados Unidos pressionou o dólar à vista, que subiu 1,30%, a R$ 52829.

SEU DINHEIRO NA COPA

Deu samba: Brasil atropela a Coreia do Sul e garante vaga nas quartas da Copa; veja quanto a seleção paga aos apostadores

5 de dezembro de 2022 - 17:59

O time de Tite segue líder absoluto nos sites de apostas, enquanto Argentina perdeu uma posição para a França e a Inglaterra tomou o lugar da Espanha

ANTES DA POSSE

A diplomação vem aí! Confira o que falta para Lula assumir a presidência pela terceira vez

5 de dezembro de 2022 - 16:50

A diplomação é o momento em que o TSE formaliza os candidatos eleitos por voto popular da maioria dos brasileiros. Neste ano, a cerimônia acontece sob a preocupação de tumulto diante do cenário político extremamente polarizado.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies