Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-07T12:09:01-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Retomada

Governo eleva projeção de crescimento da economia em 2020

Estimativa subiu de 2,17% para 2,32%. Para 2019, PIB deve crescer 0,9%. Governo avalia que retomada puxada pelo setor privado já está em curso

7 de novembro de 2019
11:24 - atualizado às 12:09
Três pilhas de moedas com blocos de madeira formando a sigla PIB
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Melhora recente da atividade, saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), forte redução do juro e recuperação puxada pelo setor privado embasam a melhora nas projeções de crescimento da economia feitas pela Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia.

Para 2019, o crescimento deve ser de 0,90%, pouco acima do 0,85% estimado no começo de setembro. Para 2020, o Produto Interno Bruto (PIB) deve crescer 2,32%, contra prognóstico anterior de 2,17%, formulado em julho. Para os anos seguintes (2021 a 2023) a projeção foi mantida em 2,5%. Para dar um parâmetro, a mediana do mercado, captada pelo Focus, está em 0,92% para 2019 e 2% para 2020.

Em sua apresentação, o secretário de Política Econômica, Adolfo Sachsida, ressaltou que é o PIB do setor privado que vem liderando o crescimento, comprovando tese defendida pelo ministro Paulo Guedes desde sua chega ao governo.

“A grande mensagem é que o mix de crescimento foi alterado. É o setor privado que puxa o crescimento. Abandonamos o sistema no qual o governo escolhia campeões e puxava o crescimento. Agora o investimento vai para onde ele é mais produtivo, mais eficiente”, disse o secretário.

Sachsida também chamou atenção para o impacto da aprovação da reforma da Previdência na redução do risco-país e melhora no ambiente de negócios.

Otimismo?

Segundo o secretária, nesse ano, a projeção da SPE é  menos otimista que o Focus. Para ele, quanto se olha a previsão para o futuro, é importante olhar a tendência, não só o número.

"Acho que o Focus já, já converge para o nosso número. Instituições privadas, de renome, já trabalham com 3%. Se você levar isso em conta, estamos até pessimistas. Não acho 2020 otimista, acho até uma estimativa bem conservadora, no perfil da SPE", disse.

O Boletim MacroFiscal apresentado nesta quinta-feira traz alguns estudos da SPE mostrando o aumento do investimento do setor privado e sustentando que passamos por uma consolidação fiscal expansionista, a redução dos gastos do governo contribui para a retomada do crescimento (contrariando a ala Keynesiana, que quer mais gastos para reativar a economia). Veja aqui a apresentação dos dados.

Cessão onerosa

Na entrevista, o secretário foi bastante questionado sobre o resultado do leilão da cessão onerosa, que não teve investimentos de empresas estrangeiras. Segundo Sachsida, tinha uma riqueza enorme que não saia do fundo do mar “por problemas associados ao passado”.

“Tinha um problema difícil, anos parado, e esse nó foi desatado. Esse não é um mérito pequeno”, disse.

Novamente questionado se o resultado do leilão não seria sinal de falta de confiança do setor privado, Sachsida disse: “De maneira nenhuma”. Antes, o secretário já tinha argumentado que a Petrobras é investimento privado.

Para o secretário, temos de olhar outras questões, como o formato do leilão e o modelo de partilha. No entanto, ponderou que a SPE não é o órgão que fala de petróleo.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

em busca de recursos

AES Brasil (AESB3) aprova oferta pública e pode captar até R$ 1,8 bilhão

De acordo com a AES Brasil, o objetivo da oferta é acelerar seu plano de crescimento, com foco na diversificação do portfólio por meio de fontes complementares à hídrica, além de potencializar a criação de valor para os acionistas

o melhor do seu dinheiro

Mercados na semana: mais imposto, indefinição sobre dívidas e desaceleração na China

O Ibovespa acumulou uma perda de 2,5% na semana que termina e o dólar à vista avançou 0,28%, para R$ 5,28.  Foram três os principais fatores que impactaram os mercados: o anúncio de aumento de impostos, a indefinição sobre os precatórios — dívidas do governo com sentença judicial definitiva — e uma possível desaceleração da […]

Podcast Mesa Pra Quatro

De corretor de investimentos a árbitro e comentarista de futebol: conheça a trajetória de Arnaldo Cézar Coelho

O ex-árbitro e ex-comentarista de futebol é o convidado do podcast Mesa Pra Quatro. Ele conta como sua mãe influenciou a investir em imóveis e fala sobre a sua trajetória no mercado financeiro, um lado que poucos conhecem – confira agora

nome limpo na praça

Boa Vista (BOAS3): Itaú BBA inicia cobertura com ‘compra’ e potencial de alta de 27%

Preço-alvo para 2022 foi estabelecido em R$ 15,50, apoiado na tese de crescimento da companhia e do mercado de serviço de informações de crédito

de olho na inovação

Bitcoin é ineficiente como moeda e bom apenas para especulação, diz ‘Papa’ do valuation

Damodaran disse que a importância que tem sido dada ao bitcoin é desproporcional em relação ao seu papel na economia e minimizou a adoção da criptomoeda por El Salvador

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies