🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-05-17T17:20:16-03:00
Estadão Conteúdo

Powell vê ‘amplo apoio’ para o Fed repetir a dose no aumento de juros; conheça as expectativas do presidente do BC americano

A declaração ajudou os mercados internacionais a sustentarem uma alta expressiva nesta terça-feira

17 de maio de 2022
17:20
Jerome Powell em audiência no Congresso americano
Imagem: Divulgação

Presidente do Federal Reserve, Jerome Powell disse que há amplo apoio entre os membros do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) por um novo aumento de 50 pontos-base do juro na reunião do mês que vem.

Segundo ele, o BC americano entende que este momento requer foco em levar a inflação de volta à meta de 2% ao ano, e o Fed vai continuar apertando sua política monetária até ver sinais claros de arrefecimento dos preços.

"Este não é um momento para termos leituras tremendamente detalhadas sobre inflação. Precisamos que ela abaixe de uma forma convincente", argumentou Powell.

O banqueiro central afirmou, inclusive, que o Fed será mais agressivo caso o movimento dos preços não desacelere à medida que o aperto monetário avança. Desta forma, caso seja necessário, o juro básico pode ir além da taxa neutra.

Powell disse que não há confiança suficiente, porém, para definir qual será o nível neutro dos Fed funds, uma vez que o ambiente atual impõe muito incerteza, com choques globais afetando a economia americana. "As coisas estão tão incertas que é difícil oferecer um Forward Guidande neste momento", ressaltou.

Dores do crescimento

Reduzir a forte inflação nos EUA, que recentemente atingiu seu maior nível em quatro décadas, será uma "tarefa desafiadora" e que provocará algum dano à economia, segundo Powell.

O dirigente ainda argumentou que a economia norte-americana está forte o suficiente para suportar o aperto monetário, mesmo que para controlar os preços seja necessário enfraquecer o crescimento.

"Pode haver alguma dor envolvida, mas achamos que poderemos manter o mercado de trabalho forte, com baixo desemprego e crescimento salarial" mais modesto, afirmou Powell.

Segundo ele, a economia não vai evoluir perfeitamente sem que o BC retome a estabilidade de preços.

Leia também:

Mercado de trabalho

Powell destacou que o mercado de trabalho nos EUA está desequilibrado, com cerca de duas vagas de emprego disponíveis para cada trabalhador fora da força de trabalho, algo "inédito", de acordo com ele.

Neste contexto, a taxa de desemprego "natural" deve estar bem acima da atual, de 3,6%, ao mesmo tempo em que os níveis salariais sobem em ritmo incosistente à meta inflacionária do Fed, disse.

O presidente do BC dos EUA ainda comemorou o que ele considera ser uma boa resposta dos mercados à ação do Fed, e negou que a entidade monetária tenha começado o aperto monetário tarde demais. "Nos movemos rapidamente assim que inflação deixou de corroborar nossas expectativas", completou.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

ELEIÇÕES 2022

Ô abre alas que Braga Netto vem aí! General da reserva é exonerado e tem caminho livre para ser vice de Bolsonaro

Bolsonaro havia confirmado no domingo (27) o nome de Braga Netto como seu vice na chapa que disputará a reeleição deste ano, causando um pouco de desconforto entre aliados que esperavam a escolha de Tereza Cristina (PP), ex-ministra da Agricultura

SEMANA EM CRIPTO

Bitcoin (BTC): o pior investimento do semestre tenta sobreviver aos dados de emprego nos EUA; confira o que mexe com as criptomoedas na próxima semana

Entre os destaques da semana, estão a liquidação de ativos da Three Arrows Capital, pechinchas no mercado cripto e mais

CAÇANDO MARRUÁ

Bitcoin (BTC) no cabresto? UE tenta domar o mundo das criptomoedas com marco regulatório; saiba como

O acordo é provisório e inclui uma proposta que cobre emissores de criptoativos não lastreados e também as chamadas stablecoins, bem como as plataformas de negociação e as carteiras nas quais os ativos digitais são mantidos

O MEDO DA RECESSÃO

Meta em crise: Mark Zuckerberg quer contratar menos funcionários e demitir mais gente a partir de agora

A dona do Facebook espera um segundo semestre de vacas magras e enfrentará um severo corte de gastos; por isso, a companhia prioriza equipes mais enxutas e agressivas

ELEIÇÕES 2022

É só mais essa! Líder nas pesquisas, Lula descarta tentar reeleição se derrotar Bolsonaro em outubro

Em entrevista, Lula disse que ‘daqui a 4 anos vai ter gente nova’, criticou o Congresso e prometeu retirar sigilos impostos por Bolsonaro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies