Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-28T18:03:06-03:00
Estadão Conteúdo
Encerrando o dia

Petróleo fecha em alta, em meio à baixa liquidez e com tensões comerciais no foco

Contrato WTI para janeiro operava a US$ 58,24 o barril enquanto o Brent para fevereiro avançou 0,41%, a US$ 63,27 o barril

28 de novembro de 2019
18:03
Tanques de petróleo
Imagem: Shutterstock

Após oscilar entre altas e baixas durante a manhã, o petróleo fechou com ganhos nesta quinta-feira, em dia de baixa liquidez no mercado internacional, com as praças dos Estados Unidos fechadas devido ao feriado de Ação de Graças, e em meio às tensões entre Washington e Pequim sobre a situação em Hong Kong.

O contrato WTI para janeiro operava a US$ 58,24 o barril, no pregão eletrônico da New York Mercantile Exchange (Nymex), às 17h05 (de Brasília), uma alta de 0,22% em relação ao fechamento de ontem. Já o Brent para fevereiro avançou 0,41%, a US$ 63,27 o barril, na Intercontinental Exchange (ICE).

Pela manhã, o governo chinês ameaçou retaliar os EUA, após o presidente americano, Donald Trump, ter sancionado ontem uma lei em apoio aos manifestantes pró-democracia em Hong Kong, que protestam no território semiautônomo desde março.

O vice-chanceler da China Le Yucheng chamou a legislação de "séria interferência em assuntos internos da China e violação do direito internacional". Já o jornal Global Times relatou que os chineses consideram barrar a entrada de formuladores de lei dos EUA em Hong Kong, Macau e na China continental.

A lei assinada ontem por Trump, que havia sido previamente aprovada pelo Congresso americano, prevê sanções a pessoas acusadas de violar direitos humanos nas manifestações em Hong Kong e uma fiscalização anual das garantias de liberdade no território semiautônomo.

Os analistas Warren Patterson e Wenyu Yao, do ING, analisam que em 2019 os principais impactos para o preço do petróleo vieram da guerra comercial sino-americana e da desaceleração do crescimento global. "Ainda que seja esperado um crescimento da demanda em 2020, isso vai depender de quão rápido a China e os EUA cheguem a uma resolução da guerra comercial em andamento", acrescentam os especialistas, em relatório divulgado hoje.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

MERCADOS HOJE

Ibovespa recua 0,7% e dólar sobe para R$ 5,34, com mercado preocupado com inflação e Evergrande

Se nos últimos dias os investidores respiraram mais aliviados com a certeza de que a incorporadora chinesa Evergrande encontraria uma saída para os seus problemas financeiros, hoje o sentimento foi de temor. Isso porque os mercados globais não sabem se a companhia honrou os pagamentos ou conseguiu uma renegociação.  Com a Evergrande mais uma vez […]

Cripto Cowboys

Com restrições na China, Texas é a nova meca do bitcoin e outras criptomoedas?

A energia barata e o baixo controle regulatório atraem os mineradores de moedas digitais para o sul dos Estados Unidos

Vídeos

Selic a 6,25%: onde investir nesse cenário?

Nesta semana, o Copom decidiu aumentar a taxa Selic em um ponto percentual. Matheus Spiess, analista da Empiricus, te explica como ganhar dinheiro com isso. Confira

Maior licitação da história

Com edital aprovado pela Anatel, leilão do 5G está marcado para 4 de novembro

O 5G já é realidade nos Estados Unidos, China e boa parte dos países europeus, enquanto por aqui a preparação do edital completou três anos neste mês

CONTEÚDO VITREO

5 pontos que todo trader deve observar ao investir

Possibilidade de ganhos rápidos e exponenciais no day trade, sem a necessidade de colocar muito dinheiro, atraem muita gente, mas é preciso ter cuidado com armadilhas e picaretas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies