Menu
2019-09-17T16:16:13-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
De olho nas cotações

Preocupações com a alta do petróleo diminuem após declarações de ministro saudita

O ministro de Energia da Arábia Saudita, Abdulaziz bin Salman, afirmou que a oferta do petróleo voltou ao nível visto antes do ataque

17 de setembro de 2019
15:56 - atualizado às 16:16
shutterstock_543000463
Imagem: Shutterstock

Depois de uma segunda-feira bastante agitada por conta dos ataques a duas instalações petrolíferas da Saudi Aramco, na Arábia Saudita, o mercado tem um dia de maior tranquilidade nesta terça-feira (17).

Se ontem a perspectiva era mais pessimista com possíveis quebras no abastecimento do maior exportador do mundo, hoje a visão é outra.

Isso porque declarações feitas nesta terça-feira pelo ministro da Energia da Arábia Saudita, Abdulaziz bin Salman, confirmaram que a oferta da commodity voltou ao nível visto antes do ataque.

Salman ainda pontuou que o país vai manter a oferta total de petróleo aos clientes neste mês.

Por volta das 15h34 no horário de Brasília, os preços dos contratos futuros de curto prazo do petróleo (Petróleo WTI e Petróleo Brent) com vencimento em novembro estavam sendo negociados a US$ 58,98 e US$ 64,30, respectivamente.

No mesmo horário, ambos apresentavam queda de 5,82% e 6,77%, respectivamente. O movimento é bastante diferente do visto ontem em que os dois contratos subiram 14% cada um no fechamento da segunda-feira.

Aqui na B3, as ações da Petrobras devolvem parte da alta de ontem com o alívio nas cotações do petróleo no mercado internacional.

Por volta das 15h43, os papéis ordinários (PETR3) da petroleira apresentavam contração de 1,97% e os preferenciais (PETR4) estavam sendo negociados com queda de 2,03%.

Na outra ponta, estão as ações das empresas aéreas, justamente as que mais sofreram no pregão de segunda. Os papéis da Gol subiam 5,46% e os da Azul, 3,70%. Confira também nossa cobertura completa de mercados.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Em pronunciamento

Bolsonaro defende hidroxicloroquina e diz respeitar autonomia de governadores e prefeitos

“Todos devem estar sintonizados comigo”, afirmou Bolsonaro, dizendo que tem a responsabilidade sobre decisões do país de forma ampla usando a equipe de ministros que escolheu

Seu Dinheiro na sua noite

Um risco a menos

Caro leitor, No início do ano, antes de o coronavírus se espalhar pelo mundo, virar de cabeça para baixo todas as projeções para o futuro próximo e talvez mudar o nosso modo de vida para sempre, o principal risco citado por analistas e gestores para os mercados em 2020 eram as eleições presidenciais americanas. Alguns […]

Dinheiro à vista

Raia Drogasil aprova pagamento de R$ 20 milhões em dividendos

O pagamento dos dividendos será realizado até 31 de maio de 2020, sem correção monetária, informou a Raia Drogasil em comunicado ao mercado

Crypto News

Quando e como ter dólar e bitcoin na carteira

A despeito dos 10 milhões de desempregados nos EUA, o S&P500 está subindo quase 20% desde o último fundo. Isso faz sentido para você? Para mim, não

Cuidado com o fiscal

Secretário diz que situação fiscal do Brasil exige ‘cautela e serenidade’

Secretário de Política Econômica Adolfo Sachsida disse que a situação fiscal exige cautela e serenidade ao se adotar medidas no contra coronavírus

Mortes sobem 20%

Brasil registra 800 mortes pelo novo coronavírus

São Paulo concentra o maior número de pessoas mortas pela covid-19

Pegando carona

Ibovespa engata a terceira alta e vai ao maior nível em quase um mês, puxado por Wall Street

O fortalecimento dos mercados americanos impulsionou o Ibovespa nesta quarta-feira, levando-o para além dos 78 mil pontos. O dólar à vista caiu pelo terceiro dia, voltando ao nível de R$ 5,14

BC americano

Fed vê como adequado manter juro parado até que membros estejam ‘confiantes’ com economia

Juro americano prosseguirá entre 0% e 0,25% até que formuladores da política monetária estejam confiantes de que a economia “resistiu a eventos recentes” e “estava no caminho certo”

Alívio depois do tombo

Após chegarem às mínimas desde 2011, ações da Cielo disparam mais de 20%

Desde o começo da semana, os papéis da Cielo já sobem mais de 25%, aproveitando a onda de otimismo vista na bolsa para se afastar das mínimas

Saída de dólares

Saída de dólar supera entrada em US$ 13,079 bilhões no ano até 3 de abril, diz BC

Fluxo cambial até 3 de abril foi negativo em US$ 13,079 bilhões, informou o BC. No mesmo período de 2019, dado era positivo em US$ 2,729 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements