Menu
2019-05-22T18:42:22-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Estatal fará follow on

Petrobras bate o martelo: irá reduzir sua fatia na BR Distribuidora para menos de 50%

A Petrobras irá diminuir sua participação na BR Distribuidora por meio de uma oferta pública secundária de ações (follow on), mas a fatia exata a ser vendida ainda não foi definida

22 de maio de 2019
18:25 - atualizado às 18:42
Posto de combustíveis Petrobras / BR Distribuidora
Imagem: Shutterstock

A Petrobras avançou mais uma casa no tabuleiro do plano de desinvestimentos. E, desta vez, a novidade diz respeito à venda do controle da BR Distribuidora.

O conselho de administração da estatal aprovou o modelo da operação: será feita uma oferta pública secundária de ações (follow on), que deverá reduzir a participação da Petrobras na BR Distribuidora a menos de 50% — atualmente, a empresa detém 71,25% do capital da companhia.

"Esta operação está alinhada à otimização do portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, visando a geração de valor para os nossos acionistas", informou a Petrobras, em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) após o fechamento do pregão desta quarta-feira (22).

Segundo a estatal, as definições do preço das ações e do percentual que irá manter na distribuidora ainda dependem de aprovação dos órgãos internos da petroleira e de órgãos reguladores — o mesmo vale para os próximos passos que precederão a oferta de ações.

Rumores de que a Petrobras estaria na iminência de começar o processo de venda da BR Distribuidora já movimentaram os papéis das duas empresas no pregão desta quarta-feira. As ações PN (PETR4) e ON (PETR3) da Petrobras, que chegaram a cair mais de 1%, fecharam com leves altas de 0,32% e 0,30%, respectivamente.

Já os papéis ON da BR Distribuidora (BRDT3) encerraram a sessão com baixa de 1,84%, na mínima do dia. O Ibovespa terminou o pregão em queda de 0,13%, aos 94.360,66 pontos — confira a cobertura completa do andamento dos mercados nesta quarta-feira.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

ARMADILHAS FINANCEIRAS

Dois investimentos que parecem uma boa, mas são ‘cilada’

As armadilhas costumam travestir-se de “grandes retornos, com baixo risco”.

Coronavírus

Brasil atinge 100 mil mortos por covid-19; STF decreta luto de 3 dias

Enquanto isso, Bolsonaro destaca 2 milhões de recuperados

Balanço

Lucro da Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, sobe 87% no 2º trimestre

Recuperação do mercado de ações teve bons reflexos no balanço da companhia do megainvestidor Warren Buffett, mas no ano a empresa ainda amarga prejuízo

Às vésperas do orçamento

Ministros pedem mais recursos a Guedes

Sob pressão interna para ampliar os gastos como forma de combater os efeitos econômicos da covid-19, o ministro da Economia, Paulo Guedes, precisa entregar o Orçamento do ano que vem até o dia 31 deste mês

Entrevista

Meirelles: ‘A raiz da pressão por aumento de gastos é sempre a mesma, eleição’

Em entrevista ao Estadão, Henrique Meirelles lembra que o País tem pouca memória e que quebrar o teto levaria a uma crise muito maior do que a de 2015

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements