🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Mudanças à vista

Governo indica almirante para a presidência do conselho da Petrobras

O governo também indicou os nomes de John Milne Albuquerque Forman e João Cox para o conselho da estatal

Eduardo Bacellar Leal Ferreira, almirante indicado para o conselho da Petrobras
Imagem: Reprodução / Twitter

O almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira foi indicado pelo governo Bolsonaro para ocupar a presidência do conselho de administração da Petrobras.

Leal Ferreira era comandante da Marinha até janeiro do ano passado e ocupou uma série de cargos na hierarquia militar. Não consta no currículo do almirante encaminhado pela Petrobras experiência no setor de óleo e gás.

"Leal Ferreira foi treinado e teve suas capacidades de liderança, gestão e visão estratégica testadas e aperfeiçoadas ao longo de muitos anos de experiência", informa a estatal, em comunicado.

O governo indicou outros dois nomes para compor o conselho da Petrobras: John Milne Albuquerque Forman e João Cox.

Os três membros indicados substituem Luiz Nelson Carvalho, Francisco Petros e Durval José Soledade Santos no Conselho de Administração da Petrobras. Carvalho e Petros haviam pedido para sair no dia 1º de janeiro, enquanto Soledade apresentou pedido de renúncia hoje, segundo a Petrobras.

Soledade permanece como membro externo do Comitê de Minoritários e do Comitê de Auditoria Estatutário do Conglomerado Petrobras.

A saída dos executivos ocorreu a pedido do governo, que queria nomes mais alinhados às novas diretrizes delineadas para a petroleira, segundo notícias veiculadas na imprensa.

Currículos

Dos outros conselheiros indicados, Forman é graduado em geologia e Master of Science em Geologia pela Universidade de Stanford. Foi professor da Escola de Geologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e membro do Conselho Científico e Tecnológico do Conselho Nacional do Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Forman também atuou como presidente da Unipar e da Nuclebrás, além de ter ocupado o cargo de diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP).

João Cox é economista com especialização em economia petroquímica pela Universidade de Oxford, mas fez carreira no setor de telecomunicações, como presidente da Telemig Celular e da Claro. No ano passado, ele assumiu a presidência do conselho de administração da Tim Participações.

Ainda segundo a Petrobras, a nova composição do conselho manterá o percentual mínimo de 40% de membros independentes, conforme o estatuto da companhia.

Compartilhe

Piora na governança

Mudança no Comitê de Pessoas da Petrobras (PETR4) abre caminho para mais influência do governo na estatal às vésperas das eleições

6 de setembro de 2022 - 19:33

União passa a ter maioria em comitê que aprova indicação de executivos, o que pode facilitar a condução de aliados para altos cargos na companhia

Crise de governança

Natura (NTCO3) perde mais uma diretora — desta vez, na divisão de cosméticos — após polêmica com “vazamento” de balanço trimestral

9 de junho de 2022 - 12:47

Andréa Álvares renunciou ao cargo de diretora de marketing da Natura Cosméticos, unidade de negócio da Natura &CO, no início deste mês

De volta à antiga casa

Petrobras confirma indicação de Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, para presidência do Conselho de Administração

6 de março de 2022 - 11:50

Landim foi funcionário de carreira da estatal, tendo presidido a Gaspetro e a BR Distribuidora. Governo indicou oito nomes para o Conselho de Administração e seis para o Conselho Fiscal

Novos padrões

De cara nova, Iguatemi (IGTI11) estreia hoje na B3 unificando as bases acionárias da controladora e da administradora de shoppings

22 de novembro de 2021 - 6:48

Reestruturação faz parte da migração do conglomerado controlado pela família Jereissati para o Nível 1 da B3

Seu Dinheiro Convida

Rodrigo Barbosa, CEO da Aura Minerals: A velocidade das mudanças exige gestão e liderança descentralizadora

21 de julho de 2021 - 6:02

A discussão sobre como adaptar e preparar a governança ainda está no começo, ainda que seja uma questão de sobrevivência

Nova fase

Reestruturação da Iguatemi pode levar companhia a dobrar de tamanho via aquisições

8 de junho de 2021 - 18:33

Analistas questionam prêmio proposto aos minoritários e possível piora da governança, mas ao fim e ao cabo, repaginada societária parece justa e positiva para empresa e acionistas

Disputa acirrada

Vale suspende eleição de Conselho por divergências entre acionistas; votação será retomada no dia 3

1 de maio de 2021 - 13:13

Processo eleitoral na Vale em 2021 é emblemático por se tratar da escolha do primeiro conselho após o fim do acordo de acionistas vigente desde a sua privatização, em 1997

troca indigesta

Conselheiros do Banco do Brasil voltam a criticar a saída de André Brandão da presidência

1 de abril de 2021 - 8:03

Bolsonaro promoveu troca na presidência do banco após ficar contrariado com plano de reestruturação apresentado por Brandão

governança corporativa

Vale se defende de acusações sobre falta de independência de indicados ao conselho

16 de março de 2021 - 11:02

Mineradora também anunciou a recondução da maioria dos diretores, promovendo ajustes em algumas posições

nova governança

Acionistas da Copel aprovam desdobrar ações, criar programa de units e migração para o Nível 2 da B3

12 de março de 2021 - 11:44

Medidas vinham sendo estudadas desde final de 2020, com o Paraná sinalizando que pretende se desfazer de parte de sua participação

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies