Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-05-01T13:13:48-03:00
Estadão Conteúdo
Disputa acirrada

Vale suspende eleição de Conselho por divergências entre acionistas; votação será retomada no dia 3

Processo eleitoral na Vale em 2021 é emblemático por se tratar da escolha do primeiro conselho após o fim do acordo de acionistas vigente desde a sua privatização, em 1997

1 de maio de 2021
13:13
petrobras roberto castello branco
A principal divergência envolveu a contagem de votos destinados ao ex-presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, apoiado por gestoras e fundos de investimento. - Imagem: Agência Brasil

Diante de uma assembleia marcada por longas interrupções e muitos questionamentos de acionistas, a Vale decidiu suspender a eleição do Conselho de Administração na reunião desta sexta-feira, 30. A escolha do novo board foi adiada para a segunda-feira, dia 3 de maio.

A principal divergência envolveu a contagem de votos destinados ao ex-presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, apoiado por gestoras e fundos de investimento. "Para assegurar a solidez da votação e do regime de voto múltiplo, a companhia vai suspender a assembleia a esse item e outros relacionados para maiores apurações", disse o presidente da mesa, Luiz Antonio Sampaio.

A assembleia geral ordinária (AGO) levou seis horas. Só a discussão sobre a escolha do novo conselho tomou em torno de quatro horas e meia, com três interrupções, sendo a última delas por cerca de duas horas e meia.

Primeiro, a assembleia parou para que acionistas que não haviam votado pelo Boletim de Voto a Distância (BVD) preenchessem a planilha enviada pela companhia por e-mail para computar seus votos ao conselho de administração. Depois, para corrigir um erro apontado por participantes da reunião e que acabou levando à suspensão da eleição.

Após reclamações de acionistas e dos candidatos Marcelo Gasparino e Mauro Cunha, indicados por minoritários, a Vale apresentou o mapa sintético com os votos dados via BVD e dos detentores de ADRs, certificados de ações da companhia emitidos no mercado americano. Inicialmente, ele trazia apenas os votos enviados pelo boletim.

O cômputo é essencial para que os minoritários definam sua estratégia de voto para eleger ao menos parte de seus quatro indicados. O resultado indicava Castello Branco na penúltima colocação entre os 16 candidatos ao colegiado, atrás apenas do japonês Ken Yasuhara.

O representante do grupo Capital, Rodrigo de Mesquita Pereira, afirmou que os votos de ADRs do grupo Capital no candidato não foram devidamente computados. A Capital é acionista relevante da Vale, com um total de 11,3% do capital social.

Pelo mapa divulgado somando votos via ADRs e BVD, em princípio seriam eleitos três dos quatro nomes alternativos indicados por minoritários. A exceção seria Castello Branco. Assim, entrariam entre os eleitos Gasparino, Cunha e a conselheira do Grupo Soma, Rachel Maia. Entre os 12 nomes indicados da Vale, ficariam de fora Fernando Buso (Bradespar), José Maurício Coelho (Previ) e Yasuhara (ex-Mitsui).

Diante das divergências, entretanto, o resultado segue totalmente em aberto. É preciso também computar os votos dados durante a AGO. De acordo com o presidente da mesa, os votos conferidos a Castello Branco foram informados pelo Citi, instituição depositária dos ADRs.

Sampaio disse que a Vale só poderia trabalhar com a informação oficialmente recebida e que a mesma só poderia ser retificada pelo próprio banco. A reunião voltou a ser congelada por quase duas horas para que os acionistas enviassem suas planilhas de voto, mas na volta foi anunciado o adiamento.

Minoritários vs. acionistas de referência

O processo eleitoral na Vale em 2021 é emblemático por se tratar da escolha do primeiro conselho após o fim do acordo de acionistas vigente desde a sua privatização, em 1997. A disputa vem sendo marcada por uma forte oposição entre minoritários e acionistas de referência como Previ, Bradespar e Mitsui, que até novembro faziam parte do bloco de controle da companhia.

Donos de 21% do capital da Vale, eles apoiaram (e tiveram executivos entre) os indicados pela empresa. A mineradora, entretanto, tem outros acionistas de referência de peso, como BlackRock (5,29%) e o grupo Capital, com um total de 11,3%. Os fundos da Capital fazem parte dos que solicitaram o voto múltiplo e apoiaram outras candidaturas.

Outras matérias foram aprovadas

Apesar da turbulência, a AGO da Vale aprovou outras matérias. Foram aprovadas as contas da companhia, a destinação do resultado do exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2020, o número de membros do conselho de administração, conforme proposta da administração, em 13 membros titulares e 1 suplente.

Também foi homologada a reeleição de Lucio Azevedo como representante dos empregados da companhia. A eleição para o 13º assento no colegiado se dá em separado.

Além disso, os acionistas aprovaram o pacote de remuneração dos administradores. A empresa passa a incluir 55% de indicadores não financeiros entre as metas coletivas. Os incentivos de longo prazo passam a ser compostos também por metas ESG (20%), não só de retorno ao acionista.

Houve um aumento de 44,3% no valor reservado para o pagamento dos principais executivos em 2021. A diretoria receberá um total de R$ 238,7 milhões, incluídos encargos sociais. Para o conselho fiscal da Vale, foram eleitos Cristina Fontes Doherty, Marcelo Moraes, Marcus Severini e Raphael Manhães Martins, além de três suplentes.

As matérias votadas na Assembleia Geral Extraordinária (AGE), realizada em seguida, foram todas aprovadas. A votação incluiu as incorporações, sem aumento de capital e sem emissão de novas ações, da CPFL e da Valesul pela Vale, além da incorporação do Acervo Cindido MBR pela Vale e do plano de remuneração baseado em ações.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

ÚLTIMO ADEUS?

De malas prontas para deixar a B3, Banco Inter (BIDI11) reverte prejuízo em lucro líquido de R$ 19,2 milhões no terceiro trimestre

O banco digital também celebrou a marca de 14 milhões de clientes no período, um salto de 94% na comparação com o terceiro trimestre de 2020

Tecnologia em foco

As big techs na balança: veja como foi o trimestre de Google, Microsoft e Twitter

Três das principais big techs americanas reportaram seus balanços nesta noite; veja como se saíram Alphabet/Google, Microsoft e Twitter

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Pressão nos juros, Elon Musk mais rico e o brilho das ações das elétricas

As projeções de bancos e economistas para a alta da Selic não param de subir. É possível ver essa tendência semanalmente no boletim Focus, divulgado toda segunda-feira pelo Banco Central, em relatórios de diversas casas de análise e na curva dos juros futuros — que não param de ser revisados para patamares cada vez mais […]

ACIONISTAS FELIZES

Farra dos dividendos: Santander (SANB11), Klabin (KLBN11) e Porto Seguro (PSSA3) anunciam proventos; banco espanhol vai pagar R$ 3 bilhões aos acionistas

Confira mais detalhes sobre os valores por ação, previsão para o pagamento e a data-limite para entrar na festa de cada uma das três empresas

MERCADOS HOJE

Ibovespa volta a cair mais de 2% na véspera da decisão do Copom; inflação salgada e fiscal deteriorado comandaram o dia

O mercado financeiro aguarda ansioso pelas palavras do BC, que devem pesar a recente deterioração do cenário fiscal e a elevação dos preços. O Ibovespa teve novo dia de perdas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies