Menu
2020-02-08T15:43:52-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Governança corporativa

Bradesco terá dois membros independentes no conselho: conheça os indicados

Banco passará a contar com membros que não são executivos de carreira do banco ou membros da família do banqueiro Amador Aguiar

8 de fevereiro de 2020
16:39 - atualizado às 15:43
Bradesco
Imagem: Shutterstock

Os ventos da governança corporativa sopraram para os lados da Cidade de Deus, onde fica a sede do Bradesco. O banco decidiu propor aos acionistas a criação de duas novas vagas no conselho de administração para membros independentes.

Isso significa que o conselho do Bradesco passará a contar com membros que não são executivos de carreira do banco ou membros da família do banqueiro Amador Aguiar.

Embora independentes, os indicados para as vagas destinadas aos membros independentes são conhecidos da administração do Bradesco.

O advogado Walter Luis Bernardes Albertoni, de 51 anos, faz parte atualmente do conselho fiscal da instituição e atua como consultor jurídico da Associação de Investidores no Mercado de Capitais (Amec).

O segundo indicado como conselheiro independente do banco também é advogado. Samuel Monteiro dos Santos Junior tem 74 anos e já ocupa o conselho de outras empresas do grupo, como a Bradesco Saúde e a Odontoprev.

A proposta que o banco colocará em votação na próxima assembleia de acionistas prevê a recondução dos oito atuais membros do conselho: o presidente Luiz Carlos Trabuco Cappi, Carlos Alberto Rodrigues Guilherme, Denise Aguiar Alvarez, João Aguiar Alvarez, Milton Matsumoto, Alexandre Glüher, Josué Augusto Pancini e Maurício Minas.

A assembleia foi marcada para o próximo dia 10 de março. A instituição propôs ainda um aumento de capital de R$ 4 bilhões, com o uso de reservas de lucro e bonificação em ações.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

em Minas Gerais

Notre Dame Intermédica compra Grupo Serpram por R$ 170 milhões

Aquisição marca avanço da empresa em Minas Gerais; mais cedo, companhia anunciou compra de outra empresa, no Sul do País

forte expansão

Unidas reporta lucro líquido de R$ 124 milhões, alta de 44,4% e melhor da história

Empresa registrou uma forte retomada no segmento de Terceirização de Frotas, que apresentou recordes de contratação

desinvestimentos

Compass apresenta proposta para adquirir participação da Petrobras na Gaspetro

Empresa, que chegou a desistir de abrir capital, não revelou valor pela fatia; processo é mais um desinvestimento da Petrobras, que desembarca de vez da companhia

Dinheiro na conta

Santander pagará R$ 1 bilhão em juros sobre capital próprio

O valor líquido por ação será de R$ 0,10859906709 por ON, com retenção de IR na fonte.

PLANOS

Agora parte do BTG, Necton vai em busca de pequenos investidores

Corretora pretende lançar iniciativas e produtos para a base dos investidores, para quem tem entre R$ 10 mil e R$ 15 mil aportados no mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies