Menu
2019-07-17T07:51:22-03:00
Estadão Conteúdo
Recuperação judicial do Grupo Odebrecht

Fundo credor Castlelake quer ficar com Atvos

Atvos, empresa de açúcar e álcool do Grupo Odebrecht, pediu recuperação judicial em 29 de maio e tem 60 dias, contados a partir desta data, para apresentar um plano de reorganização financeira

17 de julho de 2019
7:51
odebrecht
Odebrecht - Imagem: Shutterstock

Um dos fundos credores da Atvos, o americano Castlelake, estuda proposta para tentar salvar a empresa de açúcar e álcool do Grupo Odebrecht. A ideia é injetar capital e trocar a dívida por participação de cerca de 70% na companhia, em recuperação judicial. De acordo com fontes ouvidas pelo Estadão/Broadcast, as conversas são preliminares. O plano também resultaria na troca da dívida dos bancos por ações e pagamento a outros credores, em cerca de 15 anos.

A Atvos pediu recuperação judicial em 29 de maio e tem 60 dias, contados a partir desta data, para apresentar um plano de reorganização financeira. A Atvos declarou dívidas de R$ 12 bilhões em juízo. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Banco do Brasil têm, juntos, 66%, ou R$ 7,95 bilhões, do total. Na lista de credores estão também o Banco Bradesco, com cerca de R$ 250 milhões, Votorantim (R$ 80 milhões) e Itaú Unibanco (R$ 106 milhões).

A Castlelake também é credora da Atvos, com cerca de US$ 221 milhões a receber, por meio do fundo Terra Nova Bioenergia, administrado pela Planner Corretora. Além do Castlelake, o Terra Nova tem também como investidor a gestora americana Lonestar. Segundo informações do mercado, o fundo é composto por papéis de dívida emitidas pela Atvos, com garantia de 20% de participação acionária na companhia.

O Santander, que já esteve à frente de uma tentativa de venda da Atvos em 2016, pode retomar o mandato, depois que o plano de recuperação estiver homologado pelo juiz.

Muitos profissionais do mercado consideram boas as nove usinas da Atvos, embora apontem problemas na localização de seus canaviais. O fato é que, diz um interlocutor, a empresa precisa urgentemente de recursos para renovar seu canavial.

Paralelamente, a Planner apelou contra a decisão de blindar as ações da Atvos contra execução de credores. A Justiça havia aceitado o argumento de que ela é essencial à recuperação do grupo. As ações da Ocyan e da Braskem também ficaram protegidas. No entanto, a Justiça liberou credores com ações da Braskem para executar a garantia. Procurados, Atvos, Santander e Planner não comentaram.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

seu dinheiro na sua noite

O IPO da Caixa Seguridade vem aí; vale a pena entrar?

Depois de algumas idas e vindas, o já mítico IPO da Caixa Seguridade finalmente vai sair. O processo de abertura de capital da holding de seguros da Caixa Econômica Federal foi paralisado duas vezes no ano passado, mas finalmente será concluído na semana que vem, com a estreia das ações na bolsa. O IPO da […]

plano do ipo

Espaçolaser compra lojas franqueadas em GO e PR por R$ 35,6 milhões

Rede de depilação já detinha opção de compra; no início do mês, companhia anunciou aquisição de outras 18 lojas

FECHAMENTO

Bolsa, dólar e juros terminam o dia no vermelho com repercussão do Orçamento e novo plano Biden

Plano de Biden de aumentar impostos não agradou o mercado e a perspectiva de nova injeção de estímulos puxou para baixo o dólar. Já os juros futuros recuaram de olho na sanção do Orçamento

dança das cadeiras

Carrefour muda alto escalão, em processo de integração com Grupo BIG

Sébastien Durchon deixa o cargo de vice-presidente de finanças e de relações com investidores; executivo ficará à frente do processo de integração com a companhia adquirida

Concorrência pesa

Lucro líquido da Intel despenca 41% no 1º trimestre

Apesar do resultado negativo, a receita da companhia caiu apenas 1% na comparação com os primeiros três meses do ano passado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies