Menu
2019-04-22T15:08:36-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Uma revolução também no mercado

Novo serviço de streaming faz ações da Disney dispararem enquanto Netflix despenca na bolsa de NY

Papéis da gigante de entretenimento subiram mais de 10% na sexta-feira, enquanto os da Netflix caíram cerca de 5%

15 de abril de 2019
15:41 - atualizado às 15:08
Disney VS Netflix
Chegada do Disney Plus causou fortes movimentos no mercado - Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Ele sequer foi oficialmente lançado, mas já causou uma verdadeira revolução no mercado financeiro internacional. A Disney anunciou na sexta-feira passada, 12, os detalhes do seu novo serviço de streaming, batizado de Disney Plus, e a novidade reascendeu uma chama que o mercado de ações de Nova York achou que estava apagada.

A expectativa de que a Disney, uma gigante quase centenária e que acumula um valor de mercado de mais de US$ 200 bilhões, consiga ganhar novos terrenos no mercado de entretenimento fez com que investidores voltassem a procurar as ações da companhia no índice Nasdaq.

O resultado disso: alta de mais de 10% dos papéis na sexta-feira, além de um ganho extra de cerca de 2% que se desenha no mercado nesta segunda-feira, 15.

O segredo do sucesso está exatamente na competitividade que o Disney Plus terá assim que for lançado. Com preços atraentes a um público acostumado com as tarifas da rival Netflix, o serviço do Mickey Mouse terá como diferencial a gama de publicações e títulos exclusivos, que vão desde a série Star Wars aos recente adquiridos Simpsons.

E como fica a concorrência?

Preocupada. A mesma euforia dos mercados que fizeram as ações da Disney decolar fez com que os papéis da Netflix despencarem quase 5% na sexta-feira, além da queda de cerca de 2% que se desenha para o pregão de hoje.

Uma justificativa simplista é a que os investidores temiam que o ganho da Disney fosse a perda da Netflix. Mas ainda é muito cedo para decretar a sentença de morte da vanguarda dos streamings.

A Disney incomoda? Sim, sem dúvidas. Mas não podemos esquecer que a Netflix continua na crista de uma onda gigante, que teve início há um bom tempo atrás. No 4º trimestre de 2018, por exemplo, a empresa registrou um ingresso de mais 8,8 milhões de assinantes em sua base mundial.

Para muita gente, a chegada do Disney Plus pode significar pouco em termos de impacto financeiro, mas muito em termos de competitividade da Netflix. E quem ganha com isso, caro leitor, é você mesmo.

Vale lembrar que a Netflix embarcou em uma estratégia ambiciosa de conteúdo original. Ao contrário da Disney, que é especialista dos fenômenos mundiais do entretenimento, a Netflix busca conquistar seu público com produções de nicho, que mantêm o público envolvido em mais de um título ao mesmo tempo.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

As ações das novas petroleiras valem a pena?

Nos recentes movimentos de rotação de carteiras nos mercados, temos nos deparado com a dicotomia Velha Economia (empresas de segmentos tradicionais) e Nova Economia (empresas ligadas à tecnologia e novas formas de consumo). Dentro do que se convencionou chamar de Velha Economia, temos visto o destaque das empresas de commodities, justamente o forte do Brasil. […]

Problemas no paraíso

Cesp, Engie, AES Brasil e mais: seca reduz brilho de ações do setor de geração hídrica

Com menos água, as empresas geram menos em hidrelétricas, mas não ficam livres de cumprir os contratos de fornecimento de energia

Jabuti do bem?

MP da Eletrobras: contratação de térmicas a gás pode diminuir conta de luz, diz estudo da Abegás

A medida vem sendo criticada pela maioria das elétricas, que alegam que ela vai na contramão da modernização e competitividade do setor

Viagem bilionária

Bilhete dourado: comprador misterioso gasta R$ 1,4 bilhão para ir ao espaço com Jeff Bezos

O turista espacial superou cerca de sete mil ofertas em um leilão beneficente realizado para definir o tripulante da espaçonave New Shepard

Fechamento dos mercados

Vacinação no Brasil volta a fazer preço, e Ibovespa sobe 0,59%, deixando para trás cautela com ‘Super Quarta’; dólar recua mais de 1%

Mercado deve operar em compasso de espera até a próxima quarta-feira, quando os BCs do Brasil e dos Estados Unidos divulgarão as suas decisões de política monetária

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies