Menu
2019-11-23T17:52:44-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Plataformas de streaming

Apesar da ameaça da Disney Plus, Netflix deve ficar bem, dizem analistas de Wall Street

Números indicam que, ao menos por enquanto, assinantes não devem cancelar Netflix por outra plataforma e downloads do app se mantêm

23 de novembro de 2019
14:31 - atualizado às 17:52
Netflix x Disney
Imagem: Shutterstock

Apesar do lançamento bem-sucedido da Disney Plus, plataforma de streaming da empresa do Mickey, a Netflix deve ficar bem e seus investidores, por ora, não têm muito com que se preocupar.

Pelo menos essa é a visão de dois analistas de Wall Street, conforme reportou o site "Business Insider" na última sexta (22).

O analista Michael Olson, do banco de investimentos Piper Jaffray, conduziu um levantamento com 1.700 usuários domésticos da Netflix e concluiu que, embora o interesse na Disney Plus tenha aumentado, não parece que isso tenha ocorrido em detrimento da Netflix.

"Nós não vimos um aumento no percentual de usuários que planejam cancelar sua assinatura em favor da Disney Plus", escreveu Olson em nota a clientes.

O percentual de usuários que trocariam uma plataforma pela outra tem se mantido em um dígito, acrescentou o analista.

"Em outras palavras, a maioria dos assinantes da parece tender a manter múltiplas assinaturas de plataformas de streaming", concluiu.

A recomendação de Olson para as ações da gigante de streaming é "overweight" (acima do desempenho médio do mercado) e seu preço-alvo para os papéis é de US$ 400.

Na última sexta-feira, as ações da companhia fecharam em US$ 310,48. Ou seja, Olson espera uma valorização de quase 29% para as ações.

Downloads da Netflix ainda se mantêm

Outro analista otimista, embora não tanto quanto Olson, é Mark Kelley, do banco Nomura.

"Apesar do lançamento forte do Disney Plus, a tendência de downloads do app doméstico da Netflix continua dentro dos padrões históricos, mesmo com a desaceleração do crescimento anual da última semana", escreveu Kelley a clientes.

De acordo com os números apresentados pelo analista do Nomura, na semana após o lançamento do Disney Plus, os downloads do app da Netflix tiveram crescimento de 4% ante o mesmo período do ano anterior.

Mark Kelley tem recomendação "neutra" para as ações da gigantes de streaming, com preço-alvo de US$ 330. Ele alerta que a competição no segmento está só começando.

"Nós achamos que os investidores vão se manter cautelosos até que os resultados contem a mesma história. Nós nos mantemos neutros em Netflix dadas as preocupações acerca do valuation e intensidade de capital", acrescentou Kelley.

Em apenas 48 horas após seu lançamento nos Estados Unidos, na semana passada, a Disney Plus obteve mais de 10 milhões de assinaturas, levando as ações da Disney a subirem 6%.

A preocupação dos investidores é de que, com a grande concorrência que se desenha no segmento de streaming, com a entrada de gigantes como Disney e Apple, os assinantes mantenham apenas um número limitado de assinaturas, podendo trocar a Netflix por outras plataformas.

*Com informações do Business Insider

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

polêmica

Governo barra novo cadastro para auxílio

A estratégia do governo já desperta críticas de organizações da sociedade civil, que consideram urgente a abertura de um novo prazo para pedidos de auxílio

Tombo grande

Elon Musk perde US$ 27 bilhões em uma semana após tombo da Tesla

Mesmo com o tompo gigantesco, Musk segue como segundo homem mais rico do mundo, atrás apenas de Jeff Bezos, o fundador da Amazon

Expansão

3R Petroleum fecha parceria com DBO para aquisições de campos offshore

Com a parceria, a DBO se tornará acionista minoritária da OP, que seguirá sob controle da 3R

Boletim médico

Covid-19: mortes ultrapassam 264 mil e casos chegam a quase 11 milhões

Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada na noite deste sábado (6)

ESTRADA DO FUTURO

A mentira envolvendo o Clubhouse e o Tinder que rendeu 400% de valorização

Os mercados estão longe de serem perfeitos, e hoje vou te contar uma história real que envolve duas das empresas mais quentes no setor de mídias sociais: o “Clubhouse” e o “Tinder”.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies