Menu
2019-07-13T08:46:00-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Locadora de veículos

Após forte alta na bolsa, Movida confirma planos para realizar oferta de ações

Oferta da locadora de veículos controlada pelo grupo JSL pode chegar a quase R$ 1,078 bilhão, e haverá tanto a emissão de novas ações como a venda de papéis dos atuais acionistas

12 de julho de 2019
16:23 - atualizado às 8:46
Movida
Imagem: Divulgação

De carona na forte alta na bolsa, a empresa de locação de veículos Movida (MOVI3) confirmou nesta sexta-feira os planos de fazer uma oferta de ações. A operação pode movimentar quase R$ 1,078 bilhão, de acordo com um comunicado da empresa na madrugada deste sábado.

A oferta será primária, com a emissão de novas ações e cujos recursos vão para o caixa da empresa, no valor de R$ 585 milhões, com base nas cotações de fechamento dos papéis nesta sexta-feira (R$ 16,47).

O Grupo JSL, controlador da Movida, também vai aproveitar a oferta para vender parte de suas ações e pode embolsar pelo menos R$ 214 milhões. Mas se a demanda dos investidores fora alta, a JSL pode aumentar a quantidade de ações vendidas para até R$ 494 milhões.

As ações da locadora de veículos acumulam uma valorização de mais de 90% na bolsa apenas neste ano. Nos últimos 12 meses, o valor de mercado da companhia triplicou.

Em entrevista ao Seu Dinheiro em maio, o presidente da Movida, Renato Franklin, já havia falado sobre a possibilidade de fazer uma nova emissão no mercado brasileiro.

Mas a confirmação da oferta não foi bem recebida no mercado. No pregão de ontem, as ações fecharam em queda de 2,95%. Confira também nossa cobertura completa de mercados.

A oferta de ações será coordenada por BTG Pactual, Itaú BBA, J.P. Morgan, XP Investimentos, BB Investimentos, Bradesco BBI e Santander.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

pandemia

Estudo aponta relação entre negacionismo de Bolsonaro e evolução da pandemia no Brasil

Segundo o levantamento, em cidades onde o presidente obteve mais de 50% dos votos no segundo turno das eleições de 2018, número de mortes foi 415% maior do que nos municípios onde ele perdeu o pleito

Insistência incomoda

Ex-presidente do BC Affonso Pastore acredita que ajuste parcial da Selic é insustentável

O economista defende o reconhecimento explícito de que a instituição perseguirá o ajuste integral da taxa básica de juros

Turbulência

Latam reduz prejuízo em 79% e anota perda de US$ 430,8 milhões no 1º trimestre

A receita operacional total da aérea foi de US$ 913,1 milhões no primeiro trimestre, queda de 61,2% sobre o mesmo período de 2020

Bitcoin popular

Goldman Sachs e Citibank anunciam novos investimentos em bitcoin

A ideia é tentar oferecer a maior variedade de serviços e evitar as oscilações, típicas e comuns no mundo das criptomoedas

Movimentação societária

CCR em disparada: por que a saída da Andrade Gutierrez do bloco de controle ajuda as ações?

As ações ON da CCR lideram os ganhos no Ibovespa após a Andrade Gutierrez receber proposta para a venda de sua fatia na companhia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies