Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-05T15:49:32-03:00
Estadão Conteúdo
Pessimismo no mercado

Honda inaugura fábrica sem novos modelos, vagas e aumento de produção

Fábrica estava pronta havia três anos, mas empresa decidiu esperar a melhora da economia para iniciar operações. Projeto de duplicar a capacidade produtiva com a nova unidade foi travado pela crise econômica

28 de março de 2019
8:28 - atualizado às 15:49
Honda
Honda - Imagem: shutterstock

Foi uma cerimônia simples, com um terço dos convidados presentes na festa do lançamento da pedra fundamental da fábrica, em 2013. Sem novos modelos, vagas e aumento de produção, a Honda inaugurou ontem sua segunda unidade no País, em Itirapina, no interior de São Paulo.

A fábrica estava pronta havia três anos, mas a empresa decidiu esperar a melhora da economia para iniciar operações. Quando anunciou o investimento de R$ 1 bilhão, cinco anos atrás, o mercado brasileiro batia recorde, com 3,8 milhões de unidades vendidas. Inaugurada em 1997, a fábrica de Sumaré operava em capacidade máxima de 120 mil veículos ao ano com horas extras diárias, inclusive em fins de semana.

O projeto de duplicar a capacidade produtiva com a nova unidade, que seria inaugurada em 2016 com 2 mil empregos diretos, foi travado pela crise econômica, que derrubou as vendas totais à metade. A recuperação começou lentamente e, este ano, as fabricantes esperam vender 2,9 milhões de unidades.

Ainda que o grupo continue atuando com horas extras e tenha produzido 138 mil carros em 2018, acima portanto da capacidade em dois turnos e jornada normal, o presidente da Honda América do Sul, Issao Mizoguchi, diz que a decisão de abrir a fábrica neste momento tem mais a ver com a necessidade de reduzir custos operacionais - já que a nova unidade é mais moderna, ampla e eficiente - do que com a ainda insuficiente recuperação do mercado.

“Não houve melhoria significativa no mercado que justifique o aumento da produção, mas, como o segmento é cada vez mais competitivo, aqui temos melhores equipamentos e melhor eficiência para buscarmos redução de custos”, diz Mizoguchi.

A solução encontrada pelo grupo foi transferir gradualmente a produção de automóveis de Sumaré para Itirapina, e concentrar na fábrica antiga a fabricação de motores, ferramentas, componentes, além de centro de pesquisa e desenvolvimento e a sede administrativa.

A fábrica começou a operar no fim de fevereiro, com a produção de 90 unidades ao dia do Fit. No segundo semestre chegará o utilitário-esportivo HR-V e os demais modelos da marca (WR-V, Civic e City) serão transferidas gradualmente até 2021, quando o grupo espera atingir a capacidade de 120 mil unidades da nova fábrica.

Sem novas vagas

Neste momento, a fábrica opera em um turno, com 450 funcionários, todos transferidos de Sumaré. Ao longo dos próximos dois anos, a intenção é trazer, ao todo, 2 mil trabalhadores, e manter 1 mil nas linhas de componentes.

A estratégia para evitar cortes em Sumaré frustrou os moradores de Itirapina, muitos dos quais já haviam feito cursos no Senai, passado por entrevistas e aguardavam ser convocados. Hoje, a maior empregadora da cidade é a Prefeitura, com 800 funcionários, e dois presídios, com 400 trabalhadores.

O prefeito de Itirapina, José Maria Cândido (MDB), diz que estão sendo contratados terceirizados para áreas de limpeza, restaurantes e conservação. "Ocorreram por volta de 200 contratações até agora", diz.

Presente no evento, o governador João Doria (PSDB), que recentemente lançou o programa IncentivAuto, afirmou que a Honda poderá usufruir do incentivo de redução de ICMS futuramente. "O setor pode crescer e a Honda dobrar seu investimento e ter acesso ao programa", disse. Ao ser questionado sobre o tema, Mizoguchi respondeu: "Antes de pensar em investir mais, teremos primeiro de recuperar o R$ 1 bilhão que enterramos aqui."

O IncentivAuto prevê desconto de ICMS de 2,7% a 25% para empresas que investirem no Estado a partir de R$ 1 bilhão e gerarem no mínimo 400 empregos diretos. O programa foi lançado após negociações com a General Motors, que ameaçava suspender investimentos no País. Após vários acordos para redução de custos, a montadora anunciou investimentos de R$ 10 bilhões até 2024.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Movimentando o mercado

Fleury (FLRY3) compra Laboratório Marcelo Magalhães; saiba mais sobre aquisição, a segunda maior na história do grupo

O grupo pagará R$ 384,5 milhões pela empresa, que, com 64 anos de história, é referência em medicina diagnóstica no estado de Pernambuco

DIA DE ESTREIA

Getnet (GETT11) ganha vida própria e estreia na B3 com o pé direito; ações ordinárias e preferenciais disparam mais de 100%

As units (GETT11), papéis com maior liquidez, subiam cerca de 59,45%, cotadas a R$ 7,51. Como parte da cisão de SANB11, integrante do Ibovespa, as ações já integram o principal índice da bolsa brasileira

Venda de ativos

A Oi (OIBR3 e OIBR4) está mais perto da virada com um sinal verde do Cade

As ações da Oi (OIBR3 e OIBR4) sobem nesta manhã, reagindo ao sinal verde dado pelo Cade para a venda de parte da V.tal/InfraCo ao BTG

Exile on Wall Street

Escolhas de mercado, fusões e aquisições são quatro vezes mais importantes do que desempenho de uma empresa — e eu te provo isso aqui

No artigo “The granularity of growth”, elaborado pela firma de consultoria McKinsey em 2007, os autores descrevem um estudo feito no período 1999-2005 com mais de cem grandes empresas norte-americanas de 17 setores, com o intuito de desvendar os fatores de crescimento de uma companhia. De bate-pronto, fica clara a motivação dos pesquisadores, visto que […]

bitcoin (BTC) hoje

Bitcoin (BTC) tem correção após atingir US$ 62 mil com aprovação de ETF nos EUA

Na corrida para a aprovação do primeiro ETF de criptomoedas dos Estados Unidos, uma surpresa animou os mercados na última sexta-feira (15)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies