🔴 03/06 – ‘GATILHO’ PARA BUSCAR ATÉ R$ 2 MILHÕES COM CRIPTOMOEDAS PODE SER DISPARADO – SAVE THE DATE

Estadão Conteúdo
Pessimismo no mercado

Honda inaugura fábrica sem novos modelos, vagas e aumento de produção

Fábrica estava pronta havia três anos, mas empresa decidiu esperar a melhora da economia para iniciar operações. Projeto de duplicar a capacidade produtiva com a nova unidade foi travado pela crise econômica

Estadão Conteúdo
28 de março de 2019
8:28 - atualizado às 15:49
Honda
Honda - Imagem: shutterstock

Foi uma cerimônia simples, com um terço dos convidados presentes na festa do lançamento da pedra fundamental da fábrica, em 2013. Sem novos modelos, vagas e aumento de produção, a Honda inaugurou ontem sua segunda unidade no País, em Itirapina, no interior de São Paulo.

A fábrica estava pronta havia três anos, mas a empresa decidiu esperar a melhora da economia para iniciar operações. Quando anunciou o investimento de R$ 1 bilhão, cinco anos atrás, o mercado brasileiro batia recorde, com 3,8 milhões de unidades vendidas. Inaugurada em 1997, a fábrica de Sumaré operava em capacidade máxima de 120 mil veículos ao ano com horas extras diárias, inclusive em fins de semana.

O projeto de duplicar a capacidade produtiva com a nova unidade, que seria inaugurada em 2016 com 2 mil empregos diretos, foi travado pela crise econômica, que derrubou as vendas totais à metade. A recuperação começou lentamente e, este ano, as fabricantes esperam vender 2,9 milhões de unidades.

Ainda que o grupo continue atuando com horas extras e tenha produzido 138 mil carros em 2018, acima portanto da capacidade em dois turnos e jornada normal, o presidente da Honda América do Sul, Issao Mizoguchi, diz que a decisão de abrir a fábrica neste momento tem mais a ver com a necessidade de reduzir custos operacionais - já que a nova unidade é mais moderna, ampla e eficiente - do que com a ainda insuficiente recuperação do mercado.

“Não houve melhoria significativa no mercado que justifique o aumento da produção, mas, como o segmento é cada vez mais competitivo, aqui temos melhores equipamentos e melhor eficiência para buscarmos redução de custos”, diz Mizoguchi.

A solução encontrada pelo grupo foi transferir gradualmente a produção de automóveis de Sumaré para Itirapina, e concentrar na fábrica antiga a fabricação de motores, ferramentas, componentes, além de centro de pesquisa e desenvolvimento e a sede administrativa.

A fábrica começou a operar no fim de fevereiro, com a produção de 90 unidades ao dia do Fit. No segundo semestre chegará o utilitário-esportivo HR-V e os demais modelos da marca (WR-V, Civic e City) serão transferidas gradualmente até 2021, quando o grupo espera atingir a capacidade de 120 mil unidades da nova fábrica.

Sem novas vagas

Neste momento, a fábrica opera em um turno, com 450 funcionários, todos transferidos de Sumaré. Ao longo dos próximos dois anos, a intenção é trazer, ao todo, 2 mil trabalhadores, e manter 1 mil nas linhas de componentes.

A estratégia para evitar cortes em Sumaré frustrou os moradores de Itirapina, muitos dos quais já haviam feito cursos no Senai, passado por entrevistas e aguardavam ser convocados. Hoje, a maior empregadora da cidade é a Prefeitura, com 800 funcionários, e dois presídios, com 400 trabalhadores.

O prefeito de Itirapina, José Maria Cândido (MDB), diz que estão sendo contratados terceirizados para áreas de limpeza, restaurantes e conservação. "Ocorreram por volta de 200 contratações até agora", diz.

Presente no evento, o governador João Doria (PSDB), que recentemente lançou o programa IncentivAuto, afirmou que a Honda poderá usufruir do incentivo de redução de ICMS futuramente. "O setor pode crescer e a Honda dobrar seu investimento e ter acesso ao programa", disse. Ao ser questionado sobre o tema, Mizoguchi respondeu: "Antes de pensar em investir mais, teremos primeiro de recuperar o R$ 1 bilhão que enterramos aqui."

O IncentivAuto prevê desconto de ICMS de 2,7% a 25% para empresas que investirem no Estado a partir de R$ 1 bilhão e gerarem no mínimo 400 empregos diretos. O programa foi lançado após negociações com a General Motors, que ameaçava suspender investimentos no País. Após vários acordos para redução de custos, a montadora anunciou investimentos de R$ 10 bilhões até 2024.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Compartilhe

Sonho de consumo

Saiba quanto custa ter um Tesla na garagem e veja qual o carro elétrico mais barato vendido no Brasil

23 de novembro de 2021 - 6:06

A cultuada marca de Elon Musk ainda não tem um representante exclusivo no Brasil, mas é possível alugar ou importar um de seus EVs

O futuro é agora?

Já está na hora de comprar um carro elétrico? Confira tudo o que você precisa saber antes de tomar a decisão

22 de novembro de 2021 - 5:59

A escolha não é fácil, mas pelo volume de modelos e novas tecnologias, o mercado cresce a cada ano. Tire suas dúvidas e veja se chegou a sua vez

BRIGA PELA POLE-POSITION

Disputa pelo mercado global de carros elétricos se acirra, mas exclui Brasil

5 de outubro de 2021 - 8:23

Prazos para fim da produção de veículos a combustão em vários países obrigam montadoras a desenvolverem produtos com zero emissão, mas Brasil aparece fora dos planos de investimento

Mais uma rusga

Por que Elon Musk comprou briga com Joe Biden e seu plano para incentivar carros elétricos?

29 de setembro de 2021 - 16:22

O CEO da Tesla andou soltando farpas em direção ao presidente dos Estados Unidos, devido a divergências ideológicas que perpassam questões políticas

Crise dos chips

Sem carro zero no mercado, preço de usados sobe até 20% e vendas disparam – carro usado chega a custar mais que um novo

26 de setembro de 2021 - 19:15

Mercado enfrenta escassez de semicondutores, demanda alta por veículos e prazos longos para a entrega

Novos protagonistas

Sem peças, montadoras priorizam carros mais caros

20 de julho de 2021 - 8:55

68% dos carros vendidos no País atualmente custam acima de R$ 70 mil, enquanto os veículos abaixo desse valor representam os demais 32%

país em crise

Paralisação de produção por covid e falta de componentes afeta 50% das montadoras

7 de abril de 2021 - 20:53

Depois do fechamento de 60 fábricas, novas paradas podem ocorrer nas próximas semanas em razão da escassez de semicondutores

coronavírus fora de controle

Honda paralisa produção no Brasil por causa da pandemia de covid-19

27 de março de 2021 - 13:22

Montadora é a oitava a paralisar a produção no país nos últimos dias, se juntando a nomes como Volkswagen e Scania

efeito pandemia

Volvo suspende produção de caminhões por falta de peças e pandemia

22 de março de 2021 - 17:48

Medida atinge aproximadamente 2 mil funcionários do total de 3,7 mil pessoas que trabalham na fábrica da Volvo em Curitiba

gargalo em logística

Falta de peças no Brasil para montadoras por até 2 meses

14 de março de 2021 - 10:56

Segundo a Anfavea, associação que reúne as montadoras, especialistas internacionais estimam que a crise de abastecimento deve resultar em queda de 3% a 5% das vendas globais neste ano

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar