🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2019-05-31T15:23:56-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Trade War

Mercado de ações emergente teve saque de US$ 14,6 bilhões em maio

Levantamento preliminar do Internacional de Finanças (IIF) mostra que a China concentrou quase metade dos saques

31 de maio de 2019
15:23
guerra comercial

A escalada da guerra comercial entre Estados Unidos e China, que agora também passa a envolver o México, foi o gatilho para uma firme saída de recursos estrangeiros dos mercados de ações emergentes agora em maio.

Levantamento preliminar do Instituto Internacional de Finanças (IIF) captou um saque de US$ 14,6 bilhões dos mercados de ações, pior resultado deste o episódio que ficou conhecido como “taper tantrum”, em 2013, quando o Federal Reserve (Fed), banco central americano, iniciou as conversas sobre a retirada de estímulo monetário. Naquele mês, a saída foi de US$ 21,9 bilhões.

Os dados do IIF, no entanto, mostram um comportamento distinto para o mercado de dívida emergente, que fechou o mês com captação de US$ 9 bilhões. Ainda assim, menos da metade dos US$ 24,2 bilhões registrados em abril.

Assim, o fluxo de portfólio encerrou o mês negativo em US$ 5,7 bilhões. Esse fluxo tinha sido positivo em US$ 38 bilhões em abril e US$ 32,6 bilhões em maio.

Os saques se concentraram na China, com saída de US$ 7,2 bilhões, enquanto os demais emergentes arcaram com os US$ 7,4 bilhões restantes.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

ROTA DO BILHÃO

Warren Buffett: Como o megainvestidor acumulou uma fortuna de US$ 95 bilhões e se tornou o sexto homem mais rico do mundo

Aos 11 anos, Buffett fez seu primeiro investimento na bolsa de valores; CEO da Berkshire Hathaway, construiu riqueza com alocações a longo prazo e baixo risco

TRILHAS DE CARREIRA

Orgulho LGBTQIAP+ e carreira: três passos para a sua afirmação profissional

Sendo parte da comunidade LGBTQIAP+, sinto o dever de falar sobre carreira para todos os que, de alguma forma, não conseguem se ver representados no ambiente de trabalho

Fraqueza nos números

Entrega de veículos da Tesla (TSLA34) recua no segundo trimestre e vem abaixo da expectativa do mercado

Apesar do crescimento das vendas na comparação anual, houve uma queda em relação ao trimestre anterior

Mais uma vítima

Após tomar calote do 3AC, exchange Voyager Digital suspende saques, depósitos e negociações de clientes

Corretora de criptomoedas tomou calote de mais de US$ 670 milhões, mas, apesar de ter tomado empréstimos, precisou paralisar atividades

Bancões na área

Vão sobrar uns cinco ou dez bancos digitais, e o Next está entre eles, diz CEO do banco digital do Bradesco

Renato Ejnisman diz ainda que Next visa a mais aquisições e pensa ainda em internacionalização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies