Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-12-03T14:52:36-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.

Emergentes registram aporte de US$ 20,3 bilhões em novembro

Investimentos seguiram concentrados no mercado de dívida. No ano, ingressos em portfólio somam US$ 261,3 bilhões

3 de dezembro de 2019
14:48 - atualizado às 14:52
mercados emergentes
Imagem: Shutterstock

Mais um mês de fluxo positivo para os investimentos em ações e dívida de países emergentes. Nas contas preliminares no Instituto Internacional de Finanças (IIF), o ingresso em portfólio foi de US$ 20,3 bilhões, seguindo US$ 24,9 bilhões em outubro.

Segundo o IIF, os fluxos seguem em recuperação depois das retiradas vistas em agosto, em meio ao maior otimismo com algum progresso na guerra comercial entre Estados Unidos e China (que andou algumas casas para trás nesta terça-feira).

No acumulado do ano, os emergentes já atraíram US$ 261,3 bilhões, montante US$ 70 bilhões superior ao registrado em igual período de 2018, mas US$ 90 bilhões menor em comparação com os 11 primeiros meses de 2017.

Para o IIF, essa recuperação de certa forma modesta de fluxos em um ambiente de juro baixo pode ser explicada pela já elevada posição que os investidores montaram nesses mercados ao longo dos últimos 10 anos.

No mês passado, o mercado de dívida seguiu concentrando recursos, com ingressos de US$ 15,9 bilhões. Na conta de ações, destaque para a China, já que os fluxos para o país dobraram para US$ 8,2 bilhões em comparação com outubro. Para os demais emergentes, novembro marcou um saque de US$ 3,9 bilhões do mercado de ações.

O IIF também tem uma medida ampliada de fluxo estrangeiro, considerando captações bancárias e investimento direto. Os dados referentes ao mês de outubro mostram saída líquida de US$ 23,4 bilhões em outubro, menos que os cerca de US$ 34 bilhões perdidos em setembro. A China continua respondendo por mais de 50% dessa fuga de capital (US$ 14 bilhões).

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: exterior mantém fôlego mesmo com ‘Super Quarta’ e bolsa brasileira deve ficar de olho em precatórios e reforma do Imposto de Renda

A divulgação da política monetária do BC americano deve movimentar os negócios, enquanto no cenário local, a autoridade brasileira pode elevar ainda mais a Selic

Portfólio integrado

Vitreo vai permitir importação de investimentos de fundos para aplicativo de consolidação da carteiras e Real Valor

A corretora será a primeira a disponibilizar a integração automática com o aplicativo de sincronização de ativos

NO ÚLTIMO MINUTO

Unidade da Evergrande promete pagar em dia juros devidos para amanhã

Anúncio proporciona alívio em meio a temores de calote, mas ações da incorporadora seguem em queda na bolsa de Hong Kong

AINDA SEM ACORDO COM REPUBLICANOS

Na Câmara, democratas aprovam suspensão de teto de dívida nos EUA

Projeto segue agora para o Senado; aprovação é fundamental para evitar o chamado fechamento do governo, mas impasse coloca medida em risco

nova selic hoje

BC deve manter “plano de voo” e elevar taxa básica de juros em 1 ponto, para 6,25% ao ano; saiba o que esperar do Copom

Declaração recente de Campos Neto conteve apostas maiores que a de um ponto; crise hídrica e desaceleração da China podem aparecer em comunicado de decisão

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies