Menu
2019-11-29T16:16:54-03:00
Estadão Conteúdo
Enquanto isso, no mercado

Cobre fecha em queda, com impasse entre EUA e China sobre Hong Kong no radar

Dia foi de liquidez menor no mercado, após o feriado do Dia de Ação de Graças ontem nos Estados Unidos e Black Friday hoje

29 de novembro de 2019
16:16
Cobre
Imagem: Shutterstock

Os contratos futuros do cobre fecharam em baixa nesta sexta-feira, em meio a dúvidas sobre os efeitos do impasse entre americanos e chineses em torno da situação de Hong Kong. O dia também é de liquidez menor no mercado, após o feriado do Dia de Ação de Graças ontem nos Estados Unidos e com o pregão mais curto hoje, em dia de Black Friday.

O cobre para março teve queda de 1,28%, a US$ 2,6615 a libra-peso, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), e o cobre para três meses recuou 0,48%, a US$ 5.864,00 a tonelada, na London Metal Exchange (LME).

O exterior ainda opera com cautela à espera de possíveis desdobramentos da situação de Hong Kong, após o presidente americano, Donald Trump, ter sancionado na quarta-feira uma lei em apoio às manifestações pró-democracia no território semiautônomo. A China ameaçou retaliar os EUA, mas até agora não foi anunciada nenhuma medida concreta.

"Não está claro como a China poderia reagir a esse movimento, ou se isso poderia atrapalhar as negociações em andamento. Esses temores não têm ajudado os metais básicos, que ficaram sob pressão", analisam Warren Patterson e Wenyu Yao, estrategistas de commodities do ING.

No início da tarde, a Reuters noticiou que o governo americano considera impor novas restrições a fornecedores da companhia chinesa Huawei, o que também poderia provocar ruídos nas negociações sino-americanas para a assinatura da chamada "fase 1" do acordo comercial entre os dois países.

Entre outros metais básicos negociados na LME, o alumínio fechou em alta de 1,08%, a US$ 1.771 a tonelada, o chumbo caiu 0,33%, a US$ 1.936,50 a tonelada, o níquel recuou 2,43%, a US$ 13.670 a tonelada, e o estanho avançou 0,46%, a 16.495 a tonelada.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Fechou bem o ano

Petrobras tem lucro de quase R$ 60 bi no 4º trimestre e anuncia R$ 10 bi em dividendos

Alta extraordinária de 635% no lucro teve influência de itens não recorrentes de peso, mas mesmo o lucro recorrente totalizou R$ 28 bilhões, alta de 120% na comparação anual; em 2020, estatal lucrou R$ 7,1 bilhões, queda de 82% em relação a 2019

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Quanto vale a Eletrobras privatizada

Ontem à noite, o governo federal entregou ao Congresso a Medida Provisória que possibilita a privatização da Eletrobras e de quase todas as suas subsidiárias. O procedimento será feito por meio de uma capitalização que vai diluir a participação da União, que apenas manterá uma ação com poderes especiais de veto, a chamada golden share. […]

FECHAMENTO

Eletrobras dá susto na reta final, mas Ibovespa segue se recuperando do tombo recente; dólar recua

Estatais seguem se recuperando do tombo recente e a bolsa brasileira também conta com uma ajudinha do exterior

De volta ao topo

País volta a ser maior mercado de caminhão da Mercedes, que reafirma investimento

O volume supera os 24,5 mil caminhões vendidos na Alemanha, que caiu para a segunda posição no ranking de mercados globais da montadora.

Retomada

Faturamento da indústria de máquinas sobe 38,5% em janeiro em comparação anual

A expectativa é de que as vendas internas continuem positivas.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies