Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-12-02T08:24:15-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Novidades à vista?

Magazine Luiza está de olho em adquirir Estante Virtual

O jornal diz ainda que a Cultura teria a intenção de vender a companhia por um valor entre R$ 40 milhões e R$ 50 milhões

2 de dezembro de 2019
8:05 - atualizado às 8:24
Fachada do Magazine Luiza, concorrente de Via e Americanas
Imagem: Divulgação

Depois de adquirir a Netshoes no meio do ano, o Magazine Luiza está de olho em fazer mais uma aquisição. Dessa vez, o interesse está na loja on-line especializada em livros usados e novos, Estante Virtual, que é controlada pela Livraria Cultura. As informações são do jornal Valor Econômico.

De acordo com uma fonte ouvida pelo periódico, a varejista teria informado a companhia sobre a intenção de compra e a transação deve ocorrer por meio de um leilão até o começo do ano que vem.

O jornal diz ainda que a Cultura teria a intenção de vender a companhia por um valor entre R$ 40 milhões e R$ 50 milhões. A venda seria uma forma de reunir recursos para pagar credores, já que a rede de livrarias possui cerca de R$ 285,4 milhões em dívidas e pediu recuperação judicial para evitar a falência.

O Magazine Luiza foi procurado pela reportagem, mas ainda não retornou. No ano, as ações da companhia (MGLU3) sobem 100,28% e fecharam a última sexta-feira em R$ 45,03. A possível aquisição pode ajudar o Magalu a aumentar o market share na área de livros para concorrer com gigantes do setor como Amazon e até mesmo a própria Cultura.

Um pouco mais sobre a Estante Virtual

A Livraria Cultura adquiriu a Estante Virtual no fim de 2017. Na época, a ideia fazia parte do projeto de expansão da companhia e que incorporou até mesmo a antiga Fnac.

Mas, diante da grave crise pela qual passa a Cultura, a assembleia geral de credores da Livraria Cultura aprovou em setembro deste ano a venda da Estante Virtual por R$ 44 milhões, além da venda de créditos tributários no valor de R$ 31,7 milhões, de acordo com advogados da companhia.

Apenas para ter uma ideia, a Estante Virtual vendeu no ano passado cerca de 20 milhões de livros.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Fusão cheia de travas

Na Omega Geração (OMGE3), um grupo importante de acionistas está descontente — e quer barrar os planos da empresa

Fundos detentores de 28,6% da Omega Geração (OMGE3) se uniram e dizem que não vão aprovar a fusão com a Omega Distribuição nos termos atuais

Potencial de 36% de alta

Como fica a XP após a separação do Itaú? Para o JP Morgan, é hora de comprar as ações da corretora

A equipe do JP Morgan vê as pressões vendedoras nas ações da XP após a separação com o Itaú se dissipando; assim, a recomendação é de compra

Digitalização

A hora e a vez do e-commerce: com pandemia, comércio online mais que dobra e já chega a 21% das vendas do varejo

O fechamento das lojas físicas promovido pela pandemia fez o setor de varejo acelerar a aposta no e-commerce e nas vendas digitais

A bolsa como ela é

Stone, Inter e Méliuz caem forte na bolsa. É o fim das fintechs como as conhecemos?

Muito desse movimento tem a ver com a subida dos juros. Mas alguns fatores específicos também pesaram sobre as ações. Em alguns casos, pesaram com razão; em outros, nem tanto

Ajuste seu relógio

Pregão terá uma hora a mais a partir de novembro; entenda a mudança e veja a nova agenda da bolsa

As alterações começam a valer a partir do dia 8 de novembro; a B3 vai ajustar a bolsa para refletir o fim do horário de verão nos EUA

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies