Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-23T10:57:22-03:00
Estadão Conteúdo
Projeções

Com foco em expansão, Klabin eleva investimento para R$ 4,7 bilhões em 2020

Executivos da companhia informaram que o aporte de capital se concentrará no projeto Puma II, que consumirá um total de R$ 3,8 bilhões

23 de novembro de 2019
9:39 - atualizado às 10:57
Projeto Puma II da Klabin
Projeto Puma II, principal destino dos investimentos da Klabin em 2020. Imagem: Divulgação

A Klabin divulgou ontem uma previsão de investimentos para 2020 de R$ 4,7 bilhões, um crescimento de mais de 80% em relação ao valor deste ano, de R$ 2,6 bilhões. No Klabin Day - dia dedicado à apresentação da empresa a investidores -, executivos da companhia informaram que o aporte de capital se concentrará no projeto Puma II, que consumirá um total de R$ 3,8 bilhões.

O projeto Puma II será construído no mesmo complexo fabril da unidade inaugurada em 2016 na cidade de Ortigueira (região central do Paraná). O investimento total projetado é de R$ 9,1 bilhões, sendo que R$ 6 bilhões deverão ser aportados até junho de 2021, de acordo com a companhia. O novo empreendimento vai abrigar duas máquinas de papel para embalagens, com produção de celulose integrada.

O presidente da Klabin, Cristiano Teixeira, destacou o cenário favorável em um cenário de substituição de certos produtos plásticos por opções de papel, mais sustentáveis. "Substituição de plástico de uso único é realidade", afirmou, lembrando que o processo está mais adiantado na Europa e na China, mas que já chega aos EUA e à América Latina.

Segundo o executivo, o mercado de plástico é de 400 milhões de toneladas ao ano. "Desse total, 160 milhões de toneladas são de plásticos destinados a embalagem de uso único. Esse é o foco. Para isso (a substituição por produtos de papel) que a gente tem investido muito em pesquisa e desenvolvimento."

Depois de um período de baixa, o diretor comercial de celulose da Klabin, José Soares, afirmou que o mercado deve caminhar para uma estabilidade nos preços nos próximos meses, com recuperação mais adiante. "No segundo trimestre há alguma possibilidade de reação nos preços", disse. Para ele, uma recuperação mais vigorosa dos preços só deverá vir a partir do segundo semestre de 2020.

Brasil

Diante desse atual cenário de preço, a expectativa é que o mercado brasileiro tenha uma participação maior nas receitas da Klabin no ano que vem, afirmou Teixeira. Esse ânimo para a economia do País deverá vir sobretudo da recuperação da construção civil, frisou o executivo.

"A economia nacional está muito forte para nós", disse Teixeira, durante o Klabin Day. "Nossa unidade de papel ondulado e sacos industriais bateu recorde em outubro e em novembro", disse. "E estamos recebendo pedidos para dezembro, o que não é normal (pois os pedidos de fim de ano costumam ser antecipados)."

O executivo também afirmou que a Klabin tem o cenário de começar a produção de papel no exterior, mas sem dar detalhes de como essa operação será viabilizada.

Ações

O banco HSBC manteve ontem a recomendação do papel da Klabin, com preço-alvo de R$ 21,75, o que implica em potencial alta de 23% em relação ao último fechamento. Diante dos dados do Klabin Day, as units da fabricante de papel chegaram a subir mais de 1% durante o pregão. No fechamento, a alta foi de 0,23%, com cotação de R$ 17,70.

Família tenta comprar marca

O presidente da Klabin, Cristiano Teixeira, afirmou que a empresa ainda tem interesse em comprar a marca Klabin. Isso porque o uso do nome, hoje, acarreta desembolsos milionários à família em royalties. "A direção da companhia procurou o detentor da marca há dois anos. Temos o interesse em sermos proprietários. Faz todo sentido para nós sermos o detentor da marca", afirmou Teixeira, ontem, durante o Klabin Day.

De acordo com o executivo, o interesse da empresa continua. "Foi criado de forma transparente dentro do conselho um grupo de seis membros para avaliar o tema. Assim que isso ocorrer, vai ser submetido ao conselho e ele tomará uma decisão." As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

IPO adiado

Bluefit: nem desconto de 20% garante estreia da rede de academias na bolsa

Inicialmente estimado em R$ 600 milhões, IPO da rede de academias de baixo custo agora deverá ter o valor reduzido e envolver apenas investidores institucionais, como fundos e fundações

Tensão EUA-China

Executiva da Huawei detida no Canadá em 2018 volta à China após acordo com os EUA

Confinada à cidade de Vancouver há quase três anos, onde havia sido presa sob acusação de fraude, CFO da Huawei, Meng Wangzhou, protagonizou incidente diplomático entre Canadá, EUA e China

o melhor do seu dinheiro

Mercados na semana: O destino da Evergrande, uma análise da Vale e seis ações indicadas por analistas

A semana que termina nos mercados foi marcada pela incerteza quanto ao futuro da incorporadora chinesa Evergrande e seus desdobramentos sobre a economia global. A crise na empresa, que tem um passivo oscilando à beira da insolvência, é consequência do aperto monetário e regulatório sobre o setor promovido pelo governo chinês desde o final do […]

Estimativas

Carrefour (CRFB3) divulga projeção para Atacadão e estima R$ 100 bi em vendas em 2024

A projeção de vendas brutas da rede no exercício social que se encerrará em 31 de dezembro de 2021 é de R$ 60 bilhões

PODCAST MESA PRA QUATRO

Da Conga até o Tik Tok: Gretchen conta de sua carreira artística e como administra seu dinheiro

Aos 60 anos, Gretchen relata sobre sua independência financeira e histórias de família e de carreira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies