💸 Você pode receber R$ 120 para investir; veja como solicitar o depósito aqui

Cotações por TradingView
2019-05-30T10:12:09-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
sem mistério

Bolsonaro confirma que irá sancionar a transferência do Coaf ao Ministério da Economia

Qualquer alteração no texto, que precisava ser aprovada pelo Congresso até a próxima segunda-feira, colocaria em risco o calendário e obrigaria o presidente a recriar sete ministérios

30 de maio de 2019
10:12
Presidente da República, Jair Bolsonaro durante Cerimônia de Entrega da Medalha do Mérito Industrial do Estado do Rio de Janeiro.
Presidente da República, Jair Bolsonaro - Imagem: Alan Santos/Presidência da República

O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta quarta-feira (29), que irá sancionar o texto que transfere o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) ao ministério da Economia. "O Coaf continua no governo, é a mesma coisa. Vou sancionar tudo", afirmou o presidente.

A dúvida sobre a possibilidade de Bolsonaro editar o decreto havia sido levantada por senadores. Parte deles votou contrariado para que o Coaf ficasse na pasta da Economia atendendo a um apelo do próprio Bolsonaro. Qualquer alteração no texto, que precisava ser aprovada pelo Congresso até a próxima segunda-feira, colocaria em risco o calendário e obrigaria o presidente a recriar sete ministérios.

Em busca de apoio, Bolsonaro chegou a enviar uma carta, em coautoria com os ministros Onyx Lorenzoni, da Casa Civil, Paulo Guedes, da Economia, e Sergio Moro, da Justiça, na qual apelava para que os senadores votassem o texto do jeito que saiu da Câmara. O objetivo era manter a redução da estrutura administrativa de 29 para 22 ministérios, mas transferir o Coaf ao Ministério da Economia.

Nas manifestações de domingo (26), a manutenção da presença do Coaf no Ministério da Justiça foi uma das principais pautas levadas às ruas. Por essa razão, parlamentares da base aliada passaram boa parte da sessão de terça-feira(28) usando o apelo do presidente para justificar o voto que tirou o Coaf de Moro.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

PREVISÃO DE CÉU ABERTO

Após tempestade perfeita, ações da Embraer (EMBR3) têm potencial de alta de até 159%, diz JP Morgan

6 de dezembro de 2022 - 13:19

O banco prevê um cenário macroeconômico mais difícil em 2023, mas espera que os resultados do quarto trimestre deste ano sejam suficientes para levantar voo e melhorar as receitas da companhia

O TAMANHO DO ROMBO

Lula pede licença para gastar R$ 175 bilhões fora do teto por 2 anos; confira os detalhes da PEC da Transição

6 de dezembro de 2022 - 13:07

Texto do senador Alexandre Silveira também destrava R$ 23 bilhões para Bolsonaro pagar despesas e liberar emendas, mas deixa rombo de R$ 198 bilhões

HORA DE ENCHER O TANQUE?

Petrobras (PETR4) corta o preço da gasolina e do diesel — veja quanto caiu e quando a redução chega aos postos de combustíveis

6 de dezembro de 2022 - 12:57

Segundo a companhia, a nova redução acompanha a evolução dos preços de refêrencia e é coerente com a prática de preços da estatal

PROMOÇÃO EM CRIPTO

Goldman Sachs quer aproveitar inverno das criptomoedas para ir às compras — e FTX aumentou o número de barganhas; entenda

6 de dezembro de 2022 - 12:33

Dos juros altos nos Estados Unidos até a falência da FTX, 2022 abriu uma janela de oportunidades que o banco quer aproveitar

Arriba!

Nubank começa a oferecer conta rendeira no México e anuncia capitalização de US$ 330 milhões na operação no país

6 de dezembro de 2022 - 11:09

Estratégia do Nubank no México segue o mesmo roteiro que foi empregado no Brasil: primeiro lançou cartão de crédito e, depois, conta rendeira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies