Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-12-10T19:47:47-03:00
SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Rodada decisiva no jogo das tarifas

10 de dezembro de 2019
19:47
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Além dos números da economia e das empresas, entender pelo menos um pouco sobre relações internacionais tornou-se fundamental para os investidores desde o início da guerra comercial entre Estados Unidos e China.

A disputa, que está mais para um jogo de cartas do que para uma guerra propriamente dita, é acompanhada com tensão pelo mercado porque existe o risco de que a escalada das tarifas afete a economia global. O que por tabela prejudica o resultado das companhias e das ações na bolsa.

Depois de alguns momentos bem delicados ali pelo mês de agosto, quando os dois gigantes quase deixaram a mesa, as negociações começaram a avançar.

A expectativa pela primeira fase de um acordo está cada vez mais próxima, e inclusive com uma data-limite para acontecer: 15 de dezembro.

A redução das tensões ajudou a bolsa brasileira a bater uma sequência de recordes no começo de dezembro. Mas nesta terça-feira o Ibovespa engatou a segunda queda seguida. Há motivos para preocupação?

Saiba como está a rodada decisiva do jogo das tarifas e como ela afeta os mercados na cobertura do Victor Aguiar.

Pressão dos dois lados

As empresas aéreas apareceram hoje na linha de frente das ações com pior desempenho no Ibovespa. O motivo? Dois componentes da sua linha de custos - o dólar e o petróleo - tiveram alta no pregão. Além delas, os outros destaques negativos ficaram para os papéis do Itaú e Banco do Brasil. Confira o que moveu as ações que foram destaque no pregão de hoje.

Um olho aqui, outro na tela 

No vídeo desta semana, o nosso colunista Fausto Botelho, referência em análise técnica no Brasil, traz 16 ações para você ficar de olho nesse fim de ano e que podem trazer boas surpresas. Ele também mostra porque é preciso ficar atento ao desempenho do S&P500, o principal índice da bolsa norte-americana. Vem queda por aí? Aperte o play e confira!

Menos uma etapa 

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou o projeto de lei que autoriza a prisão após condenação em segunda instância. A proposta ganhou força após a decisão do STF de exigir tramitação completa de um processo judicial para que um condenado seja preso. Saiba qual o foi o placar da votação nesta matéria. 

Oi e Lulinha

Em recuperação judicial desde 2016, a operadora de telefonia Oi voltou hoje ao centro do noticiário investigativo após ter o nome envolvido na nova fase da Lava Jato, chamada Mapa da Mina. A operação investiga supostos repasses financeiros realizados pela tele em favor de empresas do grupo Gamecorp/Gol. Elas têm entre os sócios Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, filho do ex-presidente. Veja os detalhes da operação.

Mais uma na mira

E não foi só a Oi quem estampou as páginas de investigação hoje. Depois de ser alvo de uma ação civil pública do Ministério Público contra fraudes no sistema BNDES, as ações da JBS sentiram o baque e terminaram o dia com queda de 2%. Entenda o que está por trás da medida do MPF nesta reportagem.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Reposicionamento

BNDES não tem pressa de vender ações e quer fomentar indústria de fundos

Presidente do banco, Gustavo Montezano, disse que BNDESPar venderá ações aos poucos durante três anos, à medida que mercado for absorvendo; objetivo é que carteira chegue perto de zero

OLHO NOS JUROS

FED decide manter juros entre 1,50% e 1,75%

No comunicado, o banco ressaltou que a atual política monetária é “apropriada para suportar a expansão econômica, condições mais fortes do mercado de trabalho e o retorno da inflação para perto da meta de 2%”

Privatização à vista

Objetivo é privatizar Eletrobrás no 2º semestre de 2020, diz o presidente Wilson Ferreira

Meta para o primeiro semestre é aprofundar a conversa com o Senado e aprovar capitalização no Congresso.

Rebatendo as críticas

Nenhum governo tem prática tão liberal quanto este, diz Salim Mattar

Secretário responsável pelas privatizações do governo Bolsonaro disse que gasta 80% do tempo para “descontruir o legado” que foi deixado por gestões anteriores

Nova cartada do bilionário

Warren Buffett vende seu império de jornais por US$ 140 milhões e deixa o setor de imprensa

A Berkshire Hathaway, conglomerado de investimentos administrado por Warren Buffett, vendeu hoje sua divisão de jornais à Lee Enterprises

Caixa vai fazer “road show” de IPO da Caixa Seguridade em todos os Estados

O banco pretende fazer a abertura de capital das subsidiárias de seguridade e de cartões neste ano. As outras duas unidades – loterias e gestora de fundos – devem demorar um pouco mais

martelo batido

CVM fecha acordo de R$ 450 mil em caso envolvendo executivos da Biosev

Processo era movido contra três ex-executivos da processadora de cana-de-açúcar; cada um vai ter que pagar R$ 150 mil

pingos os is

Investigação não encontrou irregularidades e não há mais nada a esclarecer, diz presidente do BNDES

Auditoria custou R$ 42,7 milhões; investigações internas do banco não encontraram nenhuma irregularidade nas operações

hora do balanço

Bancos liberam mais crédito no Brasil, mas custo segue elevado

Taxas de juros cobradas de empresas e famílias seguiram em níveis elevados. segundo dados do BC

Painel com gestores

Stuhlberger vê bolha se formando na bolsa, mas segue aplicado

Lendário gestor da Verde Asset diz que “olha porta de saída” da bolsa, mas vê boas perspectivas com avanço do PIB de consumo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements