Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-10-14T14:22:49-03:00
Estadão Conteúdo
na expectativa

Consumidores esperam inflação de 5,4% em 12 meses a partir de junho, diz FGV

O resultado é o mesmo registrado em maio; na comparação com junho de 2018, houve crescimento de 0,2 ponto porcentual.

24 de junho de 2019
9:33 - atualizado às 14:22
mercado / inflação
Imagem: Shutterstock

A mediana da inflação esperada pelos consumidores para os próximos 12 meses ficou em 5,4% em junho, mesmo resultado registrado em maio, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV), que divulgou nesta segunda-feira, 24, o Indicador de Expectativa de Inflação dos Consumidores. Na comparação com junho de 2018, houve crescimento de 0,2 ponto porcentual.

"Nos últimos meses, as expectativas dos consumidores sobre inflação vinham sendo influenciadas por uma percepção conjuntural de aceleração de preços dos alimentos, além do aumento da incerteza econômica. Com a perspectiva que nos próximos meses estes preços recuem, juntamente com efeitos positivos nos preços de combustíveis e da mudança da bandeira na energia elétrica, é possível que a expectativa de inflação volte a cair, condicionada à evolução da incerteza", avaliou Viviane Seda Bittencourt, coordenadora da Sondagem do Consumidor do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), em nota oficial.

Na distribuição por faixas de inflação, 33,4% dos consumidores projetaram uma taxa abaixo da meta de inflação de 4,25% estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional para este ano. No mês anterior, esse porcentual era de 31,6% dos consumidores.

A proporção de consumidores indicando inflação acima de 12% subiu 0,5 ponto porcentual, para 6,9% em junho.

Houve ligeiro aumento da expectativa de inflação entre os consumidores de renda mais baixa em junho. O grupo com renda familiar mensal até R$ 2.100,00 teve elevação de 0,1 ponto porcentual na expectativa de inflação, para 6,2%, o maior valor desde agosto do ano passado. Já as famílias com renda mensal superior a R$ 9.600,00 mantiveram a expectativa de inflação estável em 4,7%.

O Indicador de Expectativa de Inflação dos Consumidores é obtido com base em informações da Sondagem do Consumidor, que ouve mensalmente mais de 2,1 mil brasileiros em sete das principais capitais do País. Aproximadamente 75% dos entrevistados respondem aos quesitos relacionados às expectativas de inflação.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Ele está de volta?

Setores fazem pressão por volta do horário de verão

Criado com a finalidade de aproveitar o maior período de luz solar durante a época mais quente do ano, o horário de verão foi instituído no Brasil em 1931 pelo então presidente Getúlio Vargas e adotado em caráter permanente a partir de 2008.

MANOBRAS

Juiz põe no banco dos réus ex-gestores do banco Máxima por gestão fraudulenta

O Banco Máxima S.A. informa que seus atuais acionistas assumiram a administração do banco em 2018, após aprovação pelo Banco Central, e que os integrantes da antiga gestão não têm mais qualquer relação com a instituição financeira

Foguete? Tô fora!

Warren Buffet: o bilionário que não quer conhecer as estrelas

Enquanto Bezos, Musk e Branson protagonizam a nova corrida especial, o Oráculo de Omaha prefere apenas observar

O melhor do Seu Dinheiro

O seu momento Sherlock Holmes

Na adolescência, ouvia que quem buscasse por romance policial brasileiro deveria ler algo do Rubem Fonseca. Era uma vontade minha achar uma história desse gênero que fosse mais próxima da minha realidade — e o filtro nacionalidade me pareceu o mais adequado.  A ideia surgiu depois de ter conhecido parte das histórias criadas por Agatha […]

Mesa Quadrada

Comentarista da ESPN Paulo Antunes fala da sua paixão por futebol americano e experiência no mercado financeiro

Ele conta sobre suas aventuras na cobertura de futebol americano e basquete e ainda revela seus investimentos na Bolsa em novo episódio do podcast Mesa Quadrada

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies