A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-10-14T14:22:49-03:00
Estadão Conteúdo
na expectativa

Consumidores esperam inflação de 5,4% em 12 meses a partir de junho, diz FGV

O resultado é o mesmo registrado em maio; na comparação com junho de 2018, houve crescimento de 0,2 ponto porcentual.

24 de junho de 2019
9:33 - atualizado às 14:22
mercado / inflação
Imagem: Shutterstock

A mediana da inflação esperada pelos consumidores para os próximos 12 meses ficou em 5,4% em junho, mesmo resultado registrado em maio, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV), que divulgou nesta segunda-feira, 24, o Indicador de Expectativa de Inflação dos Consumidores. Na comparação com junho de 2018, houve crescimento de 0,2 ponto porcentual.

"Nos últimos meses, as expectativas dos consumidores sobre inflação vinham sendo influenciadas por uma percepção conjuntural de aceleração de preços dos alimentos, além do aumento da incerteza econômica. Com a perspectiva que nos próximos meses estes preços recuem, juntamente com efeitos positivos nos preços de combustíveis e da mudança da bandeira na energia elétrica, é possível que a expectativa de inflação volte a cair, condicionada à evolução da incerteza", avaliou Viviane Seda Bittencourt, coordenadora da Sondagem do Consumidor do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), em nota oficial.

Na distribuição por faixas de inflação, 33,4% dos consumidores projetaram uma taxa abaixo da meta de inflação de 4,25% estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional para este ano. No mês anterior, esse porcentual era de 31,6% dos consumidores.

A proporção de consumidores indicando inflação acima de 12% subiu 0,5 ponto porcentual, para 6,9% em junho.

Houve ligeiro aumento da expectativa de inflação entre os consumidores de renda mais baixa em junho. O grupo com renda familiar mensal até R$ 2.100,00 teve elevação de 0,1 ponto porcentual na expectativa de inflação, para 6,2%, o maior valor desde agosto do ano passado. Já as famílias com renda mensal superior a R$ 9.600,00 mantiveram a expectativa de inflação estável em 4,7%.

O Indicador de Expectativa de Inflação dos Consumidores é obtido com base em informações da Sondagem do Consumidor, que ouve mensalmente mais de 2,1 mil brasileiros em sete das principais capitais do País. Aproximadamente 75% dos entrevistados respondem aos quesitos relacionados às expectativas de inflação.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsa local reage aos balanços do Magalu (MGLU3) e varejistas enquanto exterior se recupera de ‘semana da inflação’ hoje

12 de agosto de 2022 - 7:42

Sem maiores indicadores para o dia, os investidores internacionais buscam novas pistas do aperto monetário do Federal Reserve

Balanço

Oi (OIBR3) sai de lucro para prejuízo no 2T22, mas dívida líquida desaba

12 de agosto de 2022 - 6:45

Oi reportou prejuízo líquido de R$ 320,8 milhões entre abril de junho, vinda de um lucro de R$ 1,09 bilhão no mesmo período do ano anterior

SOCIEDADE ANÔNIMA DO FUTEBOL

De olho no dinheiro de investidores, 15 clubes de futebol viraram SAF, mas só três acharam parceiro; veja quais

12 de agosto de 2022 - 6:22

Botafogo, Cruzeiro e Vasco já colhem os frutos da SAF, mas outros 12 times ainda não acharam parceiro; clube tradicional recusou a SAF mesmo com investidor interessado

SEXTOU COM O RUY

Investir em estatal vale a pena? Uma reflexão sobre como o Banco do Brasil (BBAS3) subverteu as máximas dos manuais de investimentos

12 de agosto de 2022 - 5:57

Banco do Brasil (BBAS3) negocia com múltiplos baixos demais para a qualidade dos resultados que tem apresentado e ainda guarda um bom potencial de valorização

NOITE CRIPTO

Cansou? Alta do bitcoin (BTC) perde força, mas semana deve encerrar com ganhos

11 de agosto de 2022 - 20:28

Mais cedo, o BTC subiu mais de 6%, embalado pelos dados de inflação dos EUA, que sinalizaram que um aperto monetário mais agressivo pode não acontecer

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies