Menu
2019-08-21T14:01:31-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
no ritmo

Consumidores esperam inflação de 5,1%, diz FGV

Segundo a economista da instituição, a trajetória favorável da inflação observada nos últimos meses continuou a influenciar positivamente a expectativa

21 de agosto de 2019
14:00 - atualizado às 14:01
Consumo inflação mercado
Imagem: Shutterstock

A mediana da inflação esperada pelos consumidores para os próximos 12 meses ficou em 5,1% em agosto, informou nesta quarta-feira, 21, a Fundação Getúlio Vargas (FGV), que divulgou o Indicador de Expectativa de Inflação dos Consumidores.

Na comparação com agosto de 2018, houve redução de 0,6 ponto porcentual. Segundo a economista da FGV, Renata de Mello Franco, a trajetória favorável da inflação observada nos últimos meses continuou a influenciar positivamente a expectativa dos consumidores em todas as faixas de renda.

"Contudo, a elevação do preço da energia elétrica em julho e agosto e a diminuição do ritmo de queda dos preços de alimentos podem ter se colocado como obstáculo para uma redução maior das expectativas, principalmente na primeira faixa de renda, que apresentou alta", avaliou Franco.


Na distribuição por faixas de inflação, 43,4% dos consumidores projetaram uma taxa abaixo da meta de inflação de 4,25% estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional para este ano. No mês anterior, esse porcentual era de 37,7% dos consumidores.

Na análise por faixas de renda, a maior queda nas expectativas para a inflação em agosto ocorreu entre as famílias mais ricas, com renda familiar mensal acima de R$ 9.600,00: uma queda de 0,4 ponto porcentual, para 4,1%.

Entre os consumidores de renda mais baixa, que recebem até R$ 2.100 mensais, houve alta de 0,1 ponto porcentual, para 6,0%.

O Indicador de Expectativa de Inflação dos Consumidores é obtido com base em informações da Sondagem do Consumidor, que ouve mensalmente mais de 2,1 mil brasileiros em sete das principais capitais do País. Aproximadamente 75% dos entrevistados respondem aos quesitos relacionados às expectativas de inflação.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Sextou com o Ruy

O que a avaliação do “guru” de Warren Buffett na Amazon ensina sobre investimentos

Em um mundo cada vez mais conectado e onde qualquer um consegue emitir opiniões e atingir milhões de pessoas, é crucial você mesmo se tornar capaz de decidir o que faz ou não sentido em sua carteira de investimentos

SD Premium - Ações do mês

Retomada à vista! As melhores ações para o mês de julho, segundo 16 corretoras

As empresas que se destacarem entre as três favoritas de cada corretora, não só possuem resiliência para enfrentar a crise, como também estão prontas para surfar a onda da recuperação econômica

presidente também elogiou Caixa Econômica

Não podemos continuar por muito tempo com auxílio, diz Bolsonaro

Bolsonaro também voltou a elogiar o presidente da Caixa, Pedro Guimarães pela queda de juros do cheque especial

financiamento emergencial

Junto com outros bancos públicos, BNDES vai aportar 30% da Conta-Covid

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) confirmou que vai aportar, junto com outros bancos públicos, 30% dos recursos da chamada Conta-Covid, financiamento emergencial destinado ao setor elétrico

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements