Menu
2019-12-20T17:06:36-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Mercados hoje

De olho na inflação mais forte, Ibovespa opera em queda; dólar sobe a R$ 4,09

A aceleração mais firme do IPCA-15 em dezembro traz alguma cautela ao mercado e, nesse cenário, os investidores optam por realizar parte dos lucros recentes, derrubando o Ibovespa

20 de dezembro de 2019
10:36 - atualizado às 17:06
Selo Mercados AGORA Ibovespa dólar
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Após três altas consecutivas — e três recordes de fechamento —, o Ibovespa finalmente cede a um movimento de realização de lucros e, com isso, retorna ao nível dos 114 mil pontos. De olho nos sinais de aceleração na inflação, os agentes financeiros preferem embolsar parte dos ganhos recentes obtidos na bolsa.

Por volta de 17h05, o principal índice acionário brasileiro recuava 0,19%, aos 114.909,19 pontos, destoando do exterior: lá fora, o Dow Jones (+0,48%), o S&P 500 (+0,58%) e o Nasdaq (+0,48%) seguem com o fôlego em dia, continuando a buscar novas máximas.

No mercado de câmbio, a cautela imperou com mais força: o dólar à vista fechou em alta de 0,80%, a R$ 4,0947 — o real, assim, foi na contramão das demais divisas de países emergentes, que se valorizam em relação à moeda americana. Na semana, contudo, o dólar ainda acumulou baixa de 0,31%.

Em destaque nesta sexta-feira, aparece a alta de 1,05% na inflação medida pelo IPCA-15 em dezembro — no mês passado, o indicador subiu 0,14%. Trata-se da maior elevação mensal desde junho de 2018.

Assim como já tinha sido verificado no IPCA de novembro, o setor de alimentos e bebidas foi o grande responsável pela aceleração na inflação, especialmente por causa da disparada nos preços das carnes — o valor das proteínas animais saltou 17,7% em dezembro.

Com a inflação ganhando força, diminuem as apostas num possível corte da Selic no início de 2020: o Banco Central (BC) até deixou a porta aberta para mais uma baixa de 0,25 ponto na taxa básica de juros no ano que vem, mas que estaria atento aos dados econômicos, sobretudo o comportamento dos preços.

Considerando as pressões inflacionárias, o mercado promoveu ajustes positivos nas curvas de juros durante a manhã, precificando a menor chance de cortes na Selic. Mas, no início de tarde, ocorreu o movimento oposto: os DIs devolveram a alta do início do dia, numa correção após as fortes altas dos últimos dias.

Veja como ficaram as curvas mais líquidas nesta sexta-feira:

  • Janeiro/2021: de 4,66% para 4,63%;
  • Janeiro/2023: de 6,06% para 5,97%;
  • Janeiro/2025: de 6,72% para 6,64%;
  • Janeiro/2027: de 7,06% para 6,99%.

Tranquilidade nos EUA

Lá fora, os agentes financeiros mostram-se bastante tranquilos em relação ao estado da economia americana, o que dá suporte a mais uma rodada de ganhos nas bolsas do país.

Foi divulgada nesta manhã a terceira e última leitura do PIB dos EUA no terceiro trimestre, mostrando um crescimento de 2,1% da economia do país no período — um resultado em linha com as expectativas do mercado.

Top 5

Confira os cinco papéis de melhor desempenho do Ibovespa nesta sexta-feira:

  • Gerdau PN (GGBR4): +4,76%
  • Tim ON (TIMP3): +3,54%
  • Metalúrgica Gerdau PN (GOAU4): +3,10%
  • Natura ON (NTCO3): +2,19%
  • Cosan ON (CSAN3): +2,15%

Veja também as maiores quedas do índice no momento:

  • MRV ON (MRVE3): -3,77%
  • Cogna ON (COGN3): -2,23%
  • B2W ON (BTOW3): -2,15%
  • Marfrig ON (MRFG3): -2,06%
  • Fleury ON (FLRY3): -1,81%
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Esquenta dos mercados

Será que vai sextar? ‘Otimismo cauteloso’ nos mercados sugere abertura em alta no Ibovespa

Bons resultados de bancos e montadoras na Europa, aprovação do remdesivir pela FDA e debate civilizado nos EUA aliviam pressão sobre ativos de risco

INICIATIVA

Governo revoga normas trabalhistas e apresenta eSocial simplificado

Foram revogadas 48 portarias trabalhistas consideradas obsoletas e assinada nova norma regulamentadora de saúde e segurança na área rural

BOLETIM OFICIAL

Covid-19: Brasil tem 24,8 mil novos casos e mais 497 mortes em 24h

Depois de São Paulo, Estados com mais mortes provocadas pelo novo coronavírus são Rio de Janeiro, Ceará, Minas Gerais e Pernambuco

Sextou com o Ruy

Quem precisa de shopping centers? E como ficam as ações do setor?

Tem gente dizendo que os shoppings estão com os dias contados e que 2020 pode ser o último ano que eles nos serão úteis para as compras de fim de ano. Será que isso é verdade?

QUESTIONAMENTOS

Frente parlamentar aciona STF para suspender reforma administrativa

A Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir a suspensão imediata da tramitação da reforma administrativa. No mandado de segurança, deputados e senadores argumentam que não é possível analisar a proposta por falta de informações técnicas. Segundo os parlamentares, a imposição de sigilo nos documentos que […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies