A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-09-09T09:30:18-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
na mesma

Mercado mantém projeção para alta do PIB em 0,87% em 2019

Boletim Focus mostrou que a mediana para o IPCA mudou de 3,59% para 3,54% em 2019; projeção para o índice em 2020 passou de 3,85% para 3,82%

9 de setembro de 2019
8:32 - atualizado às 9:30
análise projeção focus
Imagem: Shutterstock

O boletim Focus divulgado nesta segunda-feira, 9, estima um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019 de 0,87%, mesma previsão da semana passada.

Para 2020, a estimativa dos economistas passou de 2,10% para 2,07%.

No segundo semestre, a economia avançou 0,4%. O indicador mostrou um crescimento maior do que aquele esperado pelo mercado e pelo governo, que era de 0,2%.

IPCA

Os economistas do mercado financeiro alteraram a previsão para o IPCA - o índice oficial de preços - em 2019. O Focus mostrou que a mediana para o IPCA mudou de 3,59% para 3,54%. A projeção para o índice em 2020 passou de 3,85% para 3,82%.

O relatório Focus trouxe ainda a projeção para o IPCA em 2021, que seguiu em 3,75%. No caso de 2022, a expectativa permaneceu em 3,50%. Há quatro semanas, essas projeções eram de 3,75% e 3,50%, respectivamente.

Taxa básica de juros

Os economistas do mercado financeiro mantiveram suas projeções para a Selic (a taxa básica de juros) no fim de 2019 em 5%. A projeção para a Selic no fim de 2020 permaneceu em 5,25%. Em 2021 e no ano seguinte as projeções ficaram em 7% ao ano.

No fim de julho, o Copom anunciou o corte da Selic de 6,50% para 6,00% ao ano. Foi a primeira queda após 16 encontros em que o colegiado manteve a taxa básica estável.

Ao justificar a decisão, o BC reconheceu uma evolução no cenário básico e no balanço de riscos para a inflação. Além disso, sinalizou que devem ocorrer cortes adicionais da taxa.

As projeções mais recentes do BC, considerando o cenário de mercado, apontam para inflação de 3,6% em 2019 e 3,9% em 2020 - dentro das metas estabelecidas para esses anos.

E o dólar

O relatório de mercado Focus mostrou alteração no cenário para a moeda norte-americana em 2019. A mediana das expectativas para o câmbio no fim deste ano foi de R$ 3,85 para R$ 3,87. Para o próximo ano, a projeção para o câmbio passou de R$ 3,82 para R$ 3,85

*Com Estadão Conteúdo 
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

NOITE CRIPTO

Cansou? Alta do bitcoin (BTC) perde força, mas semana deve encerrar com ganhos

11 de agosto de 2022 - 20:28

Mais cedo, o BTC subiu mais de 6%, embalado pelos dados de inflação dos EUA, que sinalizaram que um aperto monetário mais agressivo pode não acontecer

Balanço do 2º tri

Cenário difícil para os ativos de risco pesa sobre o balanço da B3 no 2º trimestre; confira os principais números da operadora da bolsa

11 de agosto de 2022 - 19:56

Companhia viu queda nos volumes negociados e também nas principais linhas do balanço, tanto na comparação anual quanto em relação ao trimestre anterior

Economia em 2023

Qualquer que seja o resultado da eleição, a equipe econômica vai restabelecer a âncora fiscal, diz CEO do BTG Pactual

11 de agosto de 2022 - 19:56

Durante a Febraban Tech 2022, Roberto Sallouti, do BTG, tentou minimizar a polarização política e disse que “o Brasil é um só”

TEMPORADA DE BALANÇOS

Americanas (AMER3) tem prejuízo de R$ 98 milhões no segundo trimestre do ano

11 de agosto de 2022 - 19:47

De acordo com o balanço trimestral da Americanas (AMER3), números refletem os efeitos da elevação da taxa básica de juros para os negócios

BALANÇO

Apelo de Luiza Trajano não foi à toa: Magazine Luiza tem prejuízo de R$ 135 milhões no 2T22 — veja o que afetou o Magalu

11 de agosto de 2022 - 19:26

O Magalu conseguiu reduzir as perdas na comparação com o primeiro trimestre de 2022, mas em relação ao mesmo período de 2021, acabou deixando o lucro para trás

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies