Menu
2019-10-14T14:22:58-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
atenção

Confiança do consumidor sobe em agosto, mas ainda há cautela, diz FGV

Índice de Confiança do Consumidor subiu 1,1 ponto no mês em comparação a julho, chegando a 89,2 pontos

22 de agosto de 2019
10:56 - atualizado às 14:22
Consumo / mercado
Imagem: Shutterstock

A confiança do consumidor subiu 1,1 ponto em agosto ante julho, na série com ajuste sazonal, informou nesta quinta-feira, 22, a Fundação Getúlio Vargas (FGV). O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) cresceu a 89,2 pontos.

Segundo a coordenadora de sondagens do Instituto Brasileiro de Economia da FGV, Viviane Seda Bittencourt, o ímpeto para consumir continua diminuindo, mostrando que consumidores de todas as classes de renda estão cautelosos.

"Isso está relacionado com a sustentabilidade da recuperação do orçamento familiar e do nível de endividamento das famílias, já que os consumidores mais otimistas são os que possuem menor poder aquisitivo e, possivelmente, sobre os quais haverá um maior impacto da liberação dos recursos do FGTS nos próximos meses", diz.

"Contudo, as perspectivas desses consumidores sobre mercado de trabalho continuam caindo", afirma a especialista.

Aos números

Em médias móveis trimestrais o ICC registrou alta de 0,9 ponto em agosto, interrompendo uma sequência de cinco meses de quedas consecutivas, período em que acumulou uma perda de 7,5 pontos.

Em agosto, o Índice de Situação Atual (ISA) aumentou 3,4 pontos, para 78,7 pontos, enquanto o Índice de Expectativas (IE) recuou 0,5 ponto, para 97,2 pontos.

O componente que mede o otimismo das famílias com a situação financeira nos próximos meses foi o que mais contribuiu para a alta da confiança em agosto, com um avanço de 7,1 pontos, para 102,0 pontos. As avaliações dos consumidores sobre a situação financeira atual cresceram 4,7 pontos, para 74,9.

O item que mede o grau de satisfação com a economia no momento atual subiu 1,9 ponto, para 82,8 pontos, nível ainda baixo em termos históricos, ressaltou a FGV. O otimismo em relação à economia nos meses seguintes aumentou 2,6 pontos, para 118,0 pontos.

Por outro lado, a intenção de compras de bens duráveis caiu 10,9 pontos, para 72,2 pontos, o menor nível desde janeiro de 2017 (69,6 pontos).

No mês de agosto, houve aumento da confiança entre os consumidores com menor poder aquisitivo, com renda familiar mensal até R$ 4.800, mas queda para os consumidores de renda mais elevada, superior a R$ 4.800.

Na faixa das famílias com renda mensal até R$ 2.100, a confiança cresceu 5,2 pontos, "influenciada por uma melhora das expectativas relacionada com uma perspectiva muito favorável da situação financeira das famílias nos próximos meses que possivelmente está atrelada à liberação dos recursos do FGTS, considerando que não há um otimismo em relação ao mercado de trabalho", explicitou a FGV.

A Sondagem do Consumidor coletou informações de 1.800 domicílios em sete capitais, com entrevistas entre os dias 1 e 19 de agosto.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Campos Neto fala

Para BC, é possível que efeitos do isolamento persistam até metade de 2021

Para Campos Neto, o medo que as pessoas sentem de serem contaminadas fará com que muitos mantenham hábitos adquiridos durante o período de quarentena

Com pandemia

20 mil testes foram realizados em empregados para detectar covid-19, diz Petrobras

Os testes fazem parte das medidas de segurança utilizadas pela empresa para conter o avanço da doença

O Leão está esperando

A contagem regressiva começou e você tem 30 dias até o prazo final

Se você é um dos muitos brasileiros que sempre deixam esta tarefa para os minutos finais, recomendo que mude os seus planos. O Seu Dinheiro pode te ajudar.

Concessão

Em tom de festa e com perguntas de aliados, governo renova Malha Paulista

Com um tom de comemoração, o governo anunciou na quinta-feira, 28, em evento online, a renovação da Malha Paulista com a Rumo

Parcela para prioritários

Receita paga o 1º lote do IR nesta sexta

Nessa primeira parcela, receberão o dinheiro quem se enquadra nas prioridades legais: idosos, pessoas com deficiência física ou intelectual ou moléstia grave

CRÍTICAS AO PRESIDENTE

Doria pede diálogo e afirma que Governo Federal ‘é ausente’

O tucano afirmou que o País passou a ouvir palavras de ódio.

Plano de voo mantido

Governo discute orçamento de 2021 e linha da austeridade continua, diz ministro

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, afirmou nesta sexta-feira, 29, que o Brasil já sinaliza para o mercado que seguirá com a linha planejada de austeridade fiscal e solvência. Ele pontuou que o orçamento do próximo ano já está em discussão e que esse perfil permanecerá

Em meio à pandemia

Com queda de 1,5% do PIB, Brasil fica em 15º em ranking de crescimento mundial

As perdas provocadas pela pandemia da covid-19 na economia global melhoraram a posição do Brasil no ranking mundial

Mentirinha branca

Kylie Jenner não é mais uma bilionária de acordo com a Forbes – e talvez nunca tenha sido

De acordo com a revista, a polêmica família do entretenimento pode ter inflacionado os resultados da empresa da caçula, que apesar de rica, nunca foi ultrarrica.

MEDIDA ANTICRISE

UE propõe programa de apoio financeiro a empresas

O programa será temporário e deverá estar operando ainda este ano, com expectativa de término em 2021.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements